Fotos do BaianaSystem agitando o Carnaval de Salvador

Milhares de pessoas colaram no treme terra do trio Navio Pirata, na Praça Castro Alves.

|
03 Março 2017, 2:00pm

À bordo de seu Navio Pirata, o BaianaSystem agitou o carnaval de Salvador com o repertório completo de seus dois álbuns, o primeiro e o Duas Cidades, além dos singles recentes "Forasteiro", "Invisível", e da nova versão para "Eu Quero é Botar Meu Bloco na Rua", música lançada em 1973 com autoria de Sérgio Sampaio – na gravação desta releitura, rola parceria com a MC Yzalú.

Os seis dias de festa protagonizados pelo BaianaSystem, entre 19 e 28 de fevereiro, contaram com um novo carregamento de som. Segundo a assessoria do grupo: "Para aumentar o alcance de sua mensagem". As estimativas da produção calculam no mínimo mais de 80 mil pessoas em cada um dos seis trajetos, que percorreram da Ondina ao Pelourinho, passando pela Praça Castro Alves e o Farol da Barra.

BNegão cantou junto com o sistema de som nos eventos que rolaram no domingo (26) e na segunda (27), na Praça Castro Alves e no circuito Barra-Ondina. No domingo, o Noisey incumbiu o fotógrafo Antonello Veneri de capturar imagens do fenômeno. "Com certeza é a melhor banda baiana dos últimos tempos", disse ele impressionado ao retornar da pauta. "Eles fizeram duas horas de show em que o Russo Passapusso demonstrou saber liderar o Navio Pirata com grande talento."

O Antonello contou que a mistura de hip-hop com guitarra baiana, soundsystem jamaicano, frevo e jazz do BaianaSystem atraiu um público tanto do Centro como da periferia. E que a diversidade da massa que curte o som deles também se exprimiu na faixa etária: "Havia muitos jovens de 15 a 20 anos, mas também muitas pessoas de 30 a 50."

Final feliz para a galera que ficou na bad quando o Conselho Municipal do Carnaval de Salvador (Comcar) ameaçou retirar o BaianaSystem do carnaval deste ano. A hipótese foi considerada depois que o grupo puxou gritos de "Fora, Temer" no circuito Campo Grande, na sexta (25).

Em comunicado, o prefeito da capital baiana, ACM Neto, além de aprovar, ainda declarou em comunicado: "Vamos continuar com eles e vamos dar estrutura maior no Furdunço do próximo ano". E será realmente necessária uma infra maior, vide a multidão que apareceu para pipocar ao som de um dos mais populares trios do momento. 

Texto por Eduardo Ribeiro.

As fotos abaixo dão um vislumbre dessa curtição. Vê só: