O programa experimental terá entregas a distâncias de até 15 quilômetros.Crédito: kimhyeri/Pixabay

França é o primeiro país a ter drones carteiros

O programa experimental terá entregas a distâncias de até 15 quilômetros.

|
29 Dezembro 2016, 1:00pm

O programa experimental terá entregas a distâncias de até 15 quilômetros.Crédito: kimhyeri/Pixabay

O serviço postal francês está experimentando fazer entregas com drones. A iniciativa é parte de um programa que entregará pacotes a uma distância de até 14,5 km uma vez por semana. Caso venha a receber a aprovação das autoridades responsáveis pela aviação no país, a França será o primeiro a empregar drones entregadores em uma rota regular.

Os veículos não tripulados utilizados durante o experimento tem a capacidade de voar por até 19 km carregando pouco menos que um quilo, a uma velocidade de 30 km/h. Eles também são equipados com paraquedas para pousos de emergência, dessa forma se caso algo atrapalhar o voo eles não caiarão na cabeça de ninguém. O objetivo do projeto é atender áreas rurais e montanhosas onde o acesso de carros é difícil e caro.

O projeto é assinado pela segunda maior empresa europeia do ramo de entregas, a DPDgroup. Nestes testes, ela está operando como subsidiária do serviço postal francês. As entregas feitas com drones do projeto estão em desenvolvimento desde 2014, em parceria com a fabricante de drones francesa, Atechsys.

"Esta primeira linha comercial representa um novo passo dentro do nosso programa," informou a DPDgroup em nota à imprensa. Atualmente, os endereços que participam do experimento recebem pacotes fora de áreas residenciais, dentre os destinos estão inclusas dez empresas de tecnologia. As áreas atendidas se estendem através do sudeste da região de Provence, entre Saint-Maximin-La-Sainte-Beaume e Pourrieres.

Embora a França talvez seja o primeiro país a ter seus serviços de correios utilizando drones, não é o único a tê-los fazendo entregas. O serviço da Amazon fez sua primeira entrega no Reino Unido, ainda neste mês. Nos Estados Unidos, o serviço de correios realizou uma pesquisa para saber como as pessoas encaravam a ideia de veículos não tripulados entregando as correspondências em suas casas. No final das contas, a maioria das pessoas não curtiu muito a ideia.

Tradução: Brunno Marchetti