Tech by VICE

​Este cara está desenhando todas as cenas de 'Blade Runner' no Paint

O tosco às vezes é lindo. Ou o lindo às vezes é tosco. Escolha aí.

por Rachel Pick
26 Outubro 2016, 5:42pm

Crédito: David MacGowan

Se você é um leitor fiel da Motherboard, não irá se surpreender quando souber que somos grandes fãs de Blade Runner, clássico da ficção científica dirigido por Ridley Scott em 1982. Uma distopia neo-noir fascinante e cinzenta? Inteligência artificial e bioengenharia sofisticada? Questões sobre livre arbítrio, nossa realidade e o que significa ser humano? Sim, mil vezes sim!

Assim sendo, quando descobrimos o MSP Blade Runner, uma página do tumblr mantida por David MacGowan, fomos tomados por um misto de choque e fascínio. MacGowan está, quase que literalmente, ilustrando cada frame de Blade Runner no Paint. Os desenhos não são perfeitos em termos de técnica — afinal, elas são feitas no Paint — e tampouco muito detalhadas. Mas cada imagem é instantaneamente reconhecível, mesmo para aqueles poucos familarizados com o filme. Além disso, MacGowan domina a indescritível estética Brega da Internet que muitos tentam, em vão, emular.

Crédito: David MacGowan

Ansiosa para saber mais sobre o gênio por trás desta obra de arte em andamento — MacGowan ainda não chegou à metade do filme, que tem duas horas de duração — mandei-lhe um email com algumas perguntas. A primeira delas foi: por quê?

"Gosto da ideia de ter um blog, mas sinto que tenho pouco coisas interessantes ou originais a dizer", respondeu MacGowan. "Escolhi o Tumblr porque queria postar imagens, mas eu sentia que precisava postar algo original... Alguns anos atrás eu postava ilustrações toscas feitas no Paint na fanpage de uma banda pop, e elas sempre animavam o grupo. A ideia de usar o Paint para algo além, como um meio de celebrar minha vontade de produzir a despeito da minha falta de talento artístico, nunca saiu da minha mente."

Crédito: David MacGowan

MacGowan, que sempre foi um grande fã de Blade Runner, disse que assiste ao filme com pouca frequência para não se cansar dele.

"Assisti ao filme no cinema quando a edição definitiva foi lançada e fiquei espantado. Saí completamente atordoado", disse MacGowan, que, como a maioria dos fãs de Blade Runner, é atraído pela justaposição entre o que é "para todos os efeitos, um filme noir" e um cenário futurista. "Blade Runner é, em vários sentidos, uma mistura do velho e do novo."

Crédito: David MacGowan

Surpreendentemente, MacGowan me disse que alguns de seus desenhos são feitos em até cinco minutos, dependendo da quantidade de detalhes e de sua disposição. Durante a semana, ele faz um ou dois desenhos quando chega do trabalho; nos dias de folga, ele desenha mais.

"Não penso em desistir. A ideia de terminar algo que me dispus a fazer (pela primeira vez na vida) é muito atraente", disse. "E é divertido, não é uma obrigação."

Crédito: David MacGowan

Apesar de seu apreço pelo filme, MacGowan não está muito feliz com a continuação de Blade Runner, Blade Runner 2049. Perguntei se ele planeja vê-la e, caso sim, se ele pretende fazer um projeto parecido com o novo filme.

"Acho que a continuação vai ser uma merda", disse MacGowan. "Sei que não vou resistir e que vou acabar assistindo. Tenho certeza de que não vou fazer o mesmo com a continuação, mesmo que eu goste do filme. Tenho uma coisa com o original... Em geral odeio continuações."

Além disso, MacGowan ainda tem muito o que fazer com o original. "Estou chegando na introdução do Roy Batty, uma cena que adoro", disse.

Mal podemos esperar.

Crédito: David MacGowan

Tradução: Ananda Pieratti