Motherboard

Mãe Stella de Oxóssi é a youtuber mais longeva do Brasil

Nesta segunda (25), a ialorixá de 92 anos lançou seu canal no YouTube para difundir a cultura Iorubá.

por Débora Lopes
25 Setembro 2017, 9:43pm

A ialorixá Mãe Stella de Oxóssi. Foto: Antonello Veneri

O Brasil ganhou sua youtuber mais longeva. Nesta segunda (25), a soteropolitana Mãe Stella de Oxóssi, 92, estreou seu canal online para difundir a cultura iorubá e o candomblé, religião na qual foi iniciada há mais de 70 anos. "Com fé no divino, esse canal vai ser sucesso", diz, em um dos vídeos de estreia.

Tida com uma das maiores personalidades da religião de matriz africana no país, Mãe Stella se tornou a primeira ialorixá consagrada como imortal pela Academia de Letras da Bahia, ocupando a cadeira 33, que um dia pertenceu ao poeta Castro Alves.

Obviamente, o formato padrão do que entendemos por youtubers não está dentro da linguagem audiovisual da mãe de santo, que convida artistas, amigos e religiosos para falar sobre orixás, crenças e mitos em seus vídeos com uma pegada mais documental e nada millennial. Quatro vídeos irão ao ar semanalmente.

"Gosto de estar atualizada", afirma a ialorixá do Ilê Axé Opô Afonjá, tradicional terreiro baiano.

E é verdade. A ideia do canal no YouTube surgiu depois que a religiosa passou a perguntar a seus amigos o que era um aplicativo. Quando lhe explicaram, quis fazer um. E fez. Em maio deste ano lançou Orientações de Mãe Stella de Oxóssi, somente para Android. Nele, os usuários podem ler e ouvir mensagens com sua voz.

O fotógrafo italiano radicado no Brasil Antonello Veneri ficou responsável pelas fotos e vídeos da nova empreitada de Mãe Stella. "Ela sempre amou filosofia e história das religiões. Além de ler livros, sempre assiste a vídeos no YouTube sobre esses temas", contou ao Motherboard.

Além dos sete livros que já lançou, a ialorixá segue espalhando as experiências e os conhecimentos adquiridos no candomblé. "Ela entendeu a importância de fazer perdurar a cultura oral e deixar um legado claro para as futuras gerações", finaliza Antonello.

Leia mais matérias de ciência e tecnologia no canal MOTHERBOARD.
Siga o Motherboard Brasil no Facebook e no Twitter.
Siga a VICE Brasil no Facebook , Twitter e Instagram .