Cloudflare vai parar de fornecer seus serviços para o 8chan

A decisão do Cloudflare veio depois que vários terroristas postaram seus supostos manifestos no fórum anônimo.
MS
Traduzido por Marina Schnoor
05 Agosto 2019, 4:06pm
Matthew Prince Cloudflare CEO

A empresa da infraestrutura da internet Cloudflare diz que vai abandonar o fórum de mensagens anônimas 8chan como cliente, segundo uma postagem no blog da companhia. A decisão veio depois que a empresa encarou muitas críticas por fornecer serviços para um site que se tornou um foco para os supostos manifestos de terroristas domésticos nos EUA.

No final de semana, um supremacista branco matou 20 pessoas num Walmart de El Paso, Texas, depois de postar uma mensagem cheia de retórica de ódio no 8chan.

“A razão é simples: eles têm se mostrado fora da lei e isso tem causado várias mortes trágicas. Mesmo que o 8chan não tenha violado a lei em se recusar a moderar sua comunidade de ódio, eles criaram um ambiente que celebra a violação de seu espírito”, diz o post.

O Cloudflare não hospeda sites ou conteúdo, o que significa que ele não pode remover sites da internet, mas seu serviço de mitigação DDoS é particularmente importante para seus usuários. Sem ele, administradores de sites podem ter dificuldade para mantê-los online. Em 2017, quando o Cloudflare abandonou o The Daily Stormer, o site supremacista branco passou para um serviço escondido Tor, e foi sujeito a ataques DDoS.

O Cloudflare oscilava entre raramente banir sites similares ao 8chan, e dizer firmemente que só agiria se obrigado por lei. No começo do domingo, Doug Kramer, consultor-geral do Cloudflare, reiterou esse argumento para a Motherboard numa entrevista por telefone, dizendo que não conhecia motivos que fizessem o Cloudflare ser legalmente obrigado a parar de fornecer seus serviços ao 8chan.

O Cloudflare não respondeu imediatamente nossos pedidos de comentário.

No blog, o Cloudflare resumiu que depois do episódio do Daily Stormer, o site continua online, e que o mesmo provavelmente vai acontecer com o 8chan.

“Infelizmente, a ação que tomamos hoje não vai consertar o ódio online. Provavelmente nem vai remover o 8chan da internet. Mas é a coisa certa a fazer. Ódio online é um problema real”, diz a postagem.

Nota: A matéria foi atualizada para incluir mais informações do post do Cloudflare.

Matéria originalmente publicada no Motherboard EUA.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.