Publicidade
Music by VICE

Estão compilando todos os selos independentes do Brasil numa listona só

Mais uma lista para a lista de listas indies pra facilitar a sua vida de descobridor de novos sons e apoiador da Cena Local™.

por Beatriz Moura
29 Julho 2016, 12:00pm


Giallos, do Tranfusão Noise Records. Foto por Flavio Nascimento.

Mais uma lista pra lista de listas indies para facilitar a vida de quem é tarado por novos sons (e listas) — e curte demonstrar sempre que possível aquele apoio à Cena Local™. Primeiro, o guitarrista do Macaco Bong, Bruno Kayapy, resolveu fazer um compiladão de projetos instrumentais pelo Brasil. Depois, a Nanda Loureiro, dona do selo Banana Records, junto com a Hannah Carvalho e a Letícia Tomás, ambas da produtora Trama, reuniram numa planilha bandas de minas (ou com pelo menos uma integrante do sexo feminino na sua formação) em uma planilha digital. Agora, o paulistano Christopher Augusto começou uma listona de selos independentes espalhados pelo país.

A ideia de fazer a lista surgiu numa conversa no grupo do Telegram do rock triste (que tem uns 90 membros, inclusive aquele pessoal que levou o Jonathan Tadeu pra tocar na Pizzaria Bate-Papo). "Um amigo meu de lá pediu dicas de alguns selos de metal. Lembrei de uns dois de cabeça, mas senti falta de algum lugar pra consultar", contou Christopher. "Resolvi abrir o Google Docs e começar essa compilação do nosso Brasilzão underground, principalmente por acreditar que ela seja de utilidade pública, tanto pra mim e pra galera que gosta de descobrir novos sons, quanto para produtores e bandas."

Por enquanto, o documento contém 117 selos, que podem estar ativos ou não e que vão desde os mais famosões na cena indie paulistana-carioca, como Balaclava, Bichano e Sinewave, até a uns selos de metal do interior do Mato Grosso do Sul, como o Rock Mutante Discos. "O único critério pra ser listado é que o selo tenha feito algum lançamento e que nós tenhamos como ouvir isso", disse Christopher. "Por enquanto, a lista tem mais selos próximos de hardcore, punk e metal (grindcore, thrash, crust), mas foi algo acidental, porque são estilos com o quais estou mais próximo. Por mim, vai ter selo desde brega, vaporwave até crust."

Como já foi dito pelo Christopher acima, a lista é colaborativa. Ou seja, se você achar que está faltando algum selo ou que alguma informação está errada, basta entrar em contato com ele através do link no final da planilha. Veja a lista aqui

Sério, é ótimo que a galera esteja começando a se movimentar pra catalogar o underground br com essas listas. Mas, agora nos resta saber até que ponto elas vão ajudar efetivamente a galera (principalmente quem não é nem de São Paulo capital nem do Rio) a aumentar o networking e transformar isso em trampos/shows/divulgação reais ou se elas vão acabar sendo só mais um post nos mesmos grupos com a mesma galera no Facebook.

E o formato dessas listas não é lá o melhor no quesito organização e praticidade pra você pesquisar selos por gênero ou região do país. Por isso, o Christopher fez também uma versão da planilha em mapa, pra separar os selos por estados, pelo menos. Mas, como o próprio criador da lista falou, é uma "ferramenta de mapa é bem 'mambembe' (ou seja, meio tosca) na questão de personalização dos selos. Ela cria apenas um pin por cidade e não mostra, visualmente, que em São Paulo existem 18 selos diferentes, por exemplo". Clique aqui pra ver.

Siga o Noisey nas redes Facebook | Soundcloud | Twitter