Publicidade
Fotografia

Estas fotos de GTA V nos lembram de que podemos estar vivendo em um mundo simulado

O fotógrafo Ollie Ma’ desafia o sentido da teoria da simulação em sua nova série 'Open World'.

por DJ Pangburn
14 Junho 2016, 7:55pm

Imagens cortesia do artista

Elon Musk declarou recentemente que acredita que estamos todos vivendo em uma realidade simulada. Os mais atentos talvez tenham percebido as referências de seu argumento – filósofo sueco Nick Bostrom. A teoria é um pouco complexa, mas o que Bostrom essencialmente diz é que, estatisticamente, é provável que estejamos vivendo em uma simulação

A teoria da simulação de Bostrom também deixou intrigado o fotógrafo radicado em Londres Ollie Ma’, que decidiu então criar a série fotográfica Open World, explorando o tema por meio da linguagem visual digital de Grand Theft Auto V, intercalada com seu trabalho de retratos. O resultado é um impressionante espelho das fotografias cuidadosamente enquadradas e encenadas de Ma.

“Bostrom acredita que quando os humanos chegam ao ponto em que conseguem criar o que chama de ‘simulações ancestrais’ as chances são muito altas de que estejam vivendo em uma simulação”, diz Ma ao The Creators Project. “Fiz fotografias de Grand Theft Auto e do mundo real para mostrar como nossas simulações atuais se parecem com a realidade. Um dos efeitos resultantes é que, quando comparada à simulação, a própria realidade começa a parecer uma simulação.”

Ma’ fez suas fotografias de Grand Theft Auto Vno “modo diretor”, que permite que o usuário escolha os atores e os cenários.

“Você pode mover a câmera à vontade para compor a fotografia”, explica. “Assim, o processo de construção das cenas parece com o modo com que trabalho no mundo real.”

A genialidade na obra de Ma’ está no fato de que, pelo menos a princípio, o espectador tem dificuldade em enxergar a diferença entre as fotografias reais e virtuais — uma jogada conceitual inteligente com a hipótese da simulação de Bostrom. Imagine como será difícil distinguir entre o real e o virtual com o desenvolvimento exponencial dos gráficos virtuais.

Clique aqui para ver mais trabalhos de Ollie Ma’.

Tradução: Flavio Taam