Publicidade
Noticias

O guru Prem Baba está sendo acusado de abusar sexualmente de uma discípula

Os acusadores afirmam que o guru espiritual dos famosos induziu discípulas casadas a transarem com ele como tratamento para resolver crises conjugais.

por Eduardo Ribeiro
30 Agosto 2018, 8:44pm

Foto via Facebook

Durante um encontro com Sri Prem Baba em São Paulo no último domingo (26), o guru espiritual dos famosos, 52 anos, foi acusado, por ex-maridos de seguidoras, de abusar sexualmente delas. A acusação partiu de dois ex-maridos que também foram seguidores. O encontro contou com 30 pessoas e foi marcado justamente para discutir com o mestre a questão. Os acusadores, segundo apurou a coluna de Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo, disseram que Prem Baba induziu as discípulas, casadas, a transarem com ele como forma de tratamento para resolver crises conjugais. O guru, segundo os ex-maridos, passou de conselhos a massagem tântrica e, depois, a práticas sexuais.

Em resposta, a assessoria de imprensa do mestre não nega que ele manteve relações com as discípulas, mas que se tratam de histórias do passado. A nota diz: "Hoje ele tem a consciência dos questionamentos que surgiram, mas expressa, com humildade, a convicção de que o amor continuará a iluminar aqueles que o seguem.”

Já no vídeo, transmitido somente para seus seguidores, mas que foi vazado nas redes, Baba diz que despertou espiritualmente em 2002, mas que praticava temporadas de celibato, sob orientação de seus mestres indianos, mantendo relações sexuais nos intervalos de seus cursos sobre autoconhecimento. Baba assume ter mantido relações com uma mulher casada entre 2008 e 2010. Segundo ele: “A sexualidade não desapareceu de uma vez. Eu fui experimentando períodos de celibato, mas de vez em quando eu ainda mantinha relações.”

O líder anuncia ainda que, com o abalo sofrido, agora vai precisar de um retiro espiritual, e pede que não o maldigam. “O Eu Maior em você respeita tudo e todos. Ele sabe que tudo tem seu tempo. Há tempo para plantar e para colher. Ele sabe que não é possível apressar o rio. Repito que a última prova na universidade dos relacionamentos é deixar o outro livre inclusive para não te amar”, postou Prem Baba no Twitter em referência ao escândalo.

Nas redes, seguidores do guru manifestam diferentes posições. Há quem acredite em sua inocência: “Quando há o consentimento, não há abuso. Prem Baba é humano como cada um de nós. Essa história está mal contada”, escreve-se numa postagem no Facebook. No Twitter, alguém postou “Abusador agora? É assim que representa a cultura milenar indiana? Que vergonha”.

Mesmo com os protestos que surgiram, Baba continua publicando frases de efeito evasivas. “A crise representa uma necessidade de mudança, um desapego. Significa que algo precisa ir embora. E quanto maior o apego àquilo que precisa ir embora, maior a resistência ao processo de transformação e, consequentemente, maior o sofrimento”, publicou nesta quinta (30).

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.