Publicidade
Games

Todas as vezes que Neymar provou o seu amor pelos videogames

De Mario Kart a "CS:GO", o Menino Ney curte os games de galera.

por Bruno Izidro
06 Julho 2018, 10:00am

Imagem: Neymar Jr./Instagram.

Além de ser um dos principais nomes do futebol mundial, Neymar também é conhecido por curtir uns joguinhos. Por isso que não foi surpresa quando ele puxou a comemoração estilo videogame na partida contra o México, nas oitavas de final da Copa do Mundo, com referência à Counter-Striker: Global Offensive, mesmo que muitos pensaram ser o choro do Quico, do Chaves.

O craque tá tão no vício com o game de tiro que, após a vitória, ele (Menino Ney), Gabriel Jesus (-J-E-S-U-S-), Casemiro (CasAo), William (WBS) e Philipe Coutinho (coutinho11) celebraram a conquista da vaga pras quartas de final da Copa jogando, de fato, um CS:GO.

A jogatina foi registrada no Instagram do Camisa 10.

Só que não é de agora que o camisa 10 da seleção se aventura nos mundos virtuais. Como muitos jogadores profissionais de futebol, Neymar sempre gostou de bater uma bola nos gramados de FIFA e Pro Evolution Soccer e, sempre que podia, mostrava isso em público.

Em sua conta no Instragam, menino Ney fazia questão de se gabar quando goleava os parça, seja no FIFA ou no PES, ou mesmo relaxando com algumas partidas sozinho mesmo.

Quando ainda era um jogador em ascensão no Santos, por exemplo, ele aparecia no Globo Esporte pra humilhar o Tiago Leifert no videogame (hoje o apresentador é o narrador oficial dos jogos da série FIFA).

Neymar também foi algumas vezes o jogador da capa dos dois games. No PES, foram nas edições de 2012 (ainda no Santos) 2016 e 2017 (junto com o time do Barcelona). Já no FIFA 19, ele vai dividir a capa com Cristiano Ronaldo. Além disso, claro, ele tem sua versão virtual em ambos.

Em diversos momentos, Neymar apareceu jogando outras coisas também, porque só jogar futebol, seja na vida real ou no videogame, cansa. Normalmente são games competitivos pra curtir de galera.

Mario Kart 8 Deluxe pra Nintendo Switch prendeu a atenção do craque por um tempo. O game de corrida virou sensação entre os jogadores do Barcelona, na época um dos poucos games do recém-lançado console da Nintendo.

Ney também levou as jogatinas pra concentração da seleção brasileira e, claro, pra competir com os parça, com direito a muito casco azul.

Outro game que viciou Neymar foi Playerunknow’s Battleground, o PUBG. No Battle Royale, ele participou de transmissões ao vivo enquanto jogava com Streamers e até tentou recriar a namorada, a atriz Bruna Marquezine, dentro do jogo.

Isso chamou a atenção do criador de PUBG no Twitter: Brendan Greene (que morou no Brasil e sabe falar português, inclusive).

Não demorou pro próprio Ney achar o “Jogador Desconhecido” na timeline e chegar pedindo, na moralzinha, um servidor próprio no jogo pra ele jogar de boa com os parça, o que foi atendido pela equipe do jogo. Bota moral nisso.

Neymar ganhou até mimos do game, com direito a um cosplay e uma panela. Afinal, ser um dos atletas mais famosos do mundo faz de você automaticamente um garoto-propaganda do joguinho que mais gosta.

Atualmente, porém, Neymar parece estar com os dedos coçando pelos pew pew pew em CS:GO. É de se imaginar que ele tenha dado os seus tiros na De_Dust no CS 1.6 nas épocas de Lan House, mas a coisa ficou mais seria no final de 2016, quando ele chamou os jogadores profissionais da SK Gaming (atualmente na MIBR), Gabriel "Fallen" Toledo, Marcelo “Coldzera” David e cia pra umas partidas.

Já que ele não podia ir mais pras Lan House, fez o que qualquer cara rico faria: montou sua própria Lan House particular na casa de praia.

Ney e Fallen na casa de praia do jogador da seleção. Imagem: Gabriel Toledo/Instagram.

Desde então, Neymar vem cada vez mais jogando CS. Em uma época descobriram o que seria o usuário do jogador no Steam, com o pelicular apelido de BaTmAn*LoKo , que tinha mais de 200 horas no jogo de tiro da Valve.

Nos jogos vestindo a camisa do Brasil nas eliminatórias da Copa, o jogador comemorou duas vezes em referência ao game. A primeira jogando uma “flashbang” (uma granada que cega os adversários) e fazendo o mesmo gesto que repetiu agora no jogo contra o México, e a outra em que pegou a bandeira de escanteio como um rifle de sniper AWP, que é a arma favorita dele no game.

O próprio Fallen e Coldzera falaram em entrevistas que o craque manda bem com a arma e, quando posta algum vídeo em seu Instagram jogando, Ney está sempre com ela.

A amizade de Neymar com os jogadores de CS:GO continuou e ele mostrou apoio aos brasileiros quando jogavam em competições e os convidou pro jogo beneficente que promoveu no fim de 2017.

Já nessa época de Copa do Mundo, parece que Neymar entrou ainda mais de cabeça no CS:GO. Antes do torneio começar, ele confessou à CBF TV (via UOL Esportes) que iria gastar tempo jogando entre uma partida e outra pra “relaxar”.

No voo que levou a seleção pra preparação em Londres, ele postou uma foto acompanhando um torneio de CS:GO e torcendo pras equipes brasileiras que estavam disputando.

Imagem: Neymar Jr./Instagram.

Tudo isso culminou na comemoração “flashbang” no jogo contra o México. Agora resta saber quais outros games vão chamar a atenção do craque brasileiro pra ele fazer mais comemorações estilo videogame no futuro.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.