Noticias

Boletim Matutino da VICE 14/04/20

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.
14 Abril 2020, 12:08pm
planalto_20200320_0241

Brasil

País deve ter mais de 300 mil infectados pelo coronavírus, dizem cientistas

O número de casos de infecção pelo novo coronavírus no Brasil supera 313 mil pessoas, segundo uma nova análise de modelagem numérica da covid-19 — o último boletim do Ministério da Saúde fala em 23.430 casos confirmados. A estimativa foi apresentada ontem pelo portal Covid-19 Brasil, que reúne cientistas e estudantes da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade de Brasília (UnB), entre outros centros de pesquisa do país. Para a data de 11 de abril, a modelagem estimou haver 313.288 infectados, número mais de 15 vezes maior que o oficial naquela data, de 20.72. O Brasil é um dos países que menos testam no mundo, embora seja o 14° mais afetado. Se o número de casos subnotificados projetado fosse considerado, seria o segundo do mundo, atrás somente dos EUA, que testam 8.866 pessoas por milhão, enquanto o Brasil faz 296 testes por milhão de habitantes. - O Globo

Borsolano quer que Mandetta se demita depois de entrevista na Globo

Como se não tivesse nada de mais importante para se preocupar – como, digamos, os milhares de brasileiros infectados com o coronavírus ou os impactos da crise internacional na economia – o furador de quarentena Jair Anolrosbo resolveu dar uma esquentada no jogo de intriga palaciano e agora quer que o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta peça demissão depois deste ter alfinetado Bolarsono em uma entrevista à Rede Globo. O ministro sul-mato-grossense teria se indisposto com os ministros militares por “falta de hierarquia” (é sério) após o bate papo gostoso no programa global dominical e por isso a turminha “ideológica” em volta do garimpeiro amador achou que era a hora de trocar um médico preocupado com a epidemia por alguém mais alinhado à necessidade de fazer sacrifícios humanos para reativar a economia. O povo? O povo que tome cloroquina. – Folha de S. Paulo

PGR diz que Brolanoso pode fazer o que quiser e o povo que se foda

O procurador-geral da República, Augusto Aras, tem arquivado pedidos de medidas contra o Jair, responsável por sua nomeação. O chefe do Executivo é alvo de críticas sobre sua atuação no combate à pandemia da covid-19. Dentro da Procuradoria Geral da República, Aras tem sido criticado por uma possível omissão em relação a atitudes do presidente. Augusto Aras autorizou o Jair a decidir sobre o “momento oportuno” para diminuir o distanciamento social adotado por Estados e municípios. – Poder 360

Presidente da Embratur entra no bonde de celebrar morte em massa de brasileiros e publica meme do caixão

O presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, em aparente comemoração ao aumento de morte de brasileiros por coronavírus, publicou um vídeo nas redes sociais neste domingo em que o rosto do garoto-propaganda de água tônica Jair Banorolso aparece em uma montagem carregando um caixão. Neto usou os stories do Instagram para postar uma montagem com a foto de Brosolano no vídeo que ficou conhecido como "meme do caixão". A cena incomum é proveniente de funerais realizados em Gana, na costa oeste da África, gravados para uma reportagem realizada pela BBC em 2017. – O Globo

Número de acidentes nas rodovias federais caiu 28% com menor circulação nas estradas

O número de acidentes em rodovias federais diminuiu 28% entre 11 de março a 12 de abril, em relação ao mesmo período de 2019, com a redução do trânsito nas estradas durante a epidemia de coronavírus, afirmou o modelo de outdoor espontâneo Sérgio Moro, nesta segunda-feira (13). "Temos um dado positivo, uma queda no número de acidentes e óbitos em rodovias federais, em decorrência da diminuição do transporte rodoviário", disse Moro durante a coletiva de imprensa do governo federal. Segundo ele, a ocorrência de acidentes graves caiu 23%. O número de mortes recuou 7% e o de pessoas feridas, 30%, no mesmo período. O ministro destacou que a diminuição do número do acidentes nas rodovias é importante para reservar leitos para pacientes com covid-19. – G1

Funai recebe R$ 11 milhões para proteger indígenas do coronavírus, mas não gasta nenhum centavo

A Fundação Nacional do Índio, órgão ligado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, recebeu, há duas semanas, R$ 10,840 milhões de recursos emergenciais para usar na proteção de indígenas contra o avanço do novo coronavírus. Nenhum centavo desse recurso, porém, foi utilizado até hoje, quando o País já soma ao menos nove casos e três mortes de indígenas pela covid-19. No dia 2 de abril, a Funai passou a dispor de R$ 10,840 milhões a partir da publicação da medida provisória 942, que tratou de uma série de medidas federais de enfrentamento à pandemia. A MP tem efeito imediato. Por isso, o recurso, de caráter emergencial e extraordinário, ficou à disposição da Funai. Os dados do sistema federal mostram, porém, que até este domingo (12) apenas um gasto de R$ 11,4 mil foi empenhado pela Funai, ou seja, o valor foi bloqueado dos recursos, mas sequer foi efetivamente pago pela fundação. – Estadão

Em três semanas, SP tem mais internações por síndromes respiratórias que em todo o ano de 2019

Em apenas três semanas, mais pessoas foram internadas por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em São Paulo que em todo o ano de 2019. Em 2019 foram registradas 9.701 internações por SRAG no estado de São Paulo, segundo o sistema de monitoramento Infogripe. Em 2020, 9.759 pessoas foram internadas somente entre 8 e 28 de março. Desses casos, 1.727 foram confirmados como covid-19 e 234 foram diagnosticados como outros vírus. Outros 963 testaram negativo, não testaram ou não tinham a informação. Outros 5.664 pacientes ainda aguardam o resultado dos exames. O levantamento não considera a última semana disponível no sistema, de 29 de março a 4 de abril, porque a estimativa é menos precisa no período mais recente. O InfoGripe leva em conta o que já foi inserido no sistema nacional do SUS e faz uma estimativa dos casos que ainda não entraram com base no histórico de cada local. – G1

Estudo com cloroquina em Manaus é interrompido após efeitos colaterais em pacientes

Um estudo brasileiro com a cloroquina foi interrompido precocemente, por motivos de segurança, depois que pacientes sentiram efeitos colaterais ao tomar uma dose mais alta do remédio. Segundo a publicação, a pesquisa envolveu 81 pacientes com coronavírus hospitalizados em Manaus (AM), e foi realizada pela Equipe CloroCovid-19, formada por cerca de 26 cientistas de várias instituições. Um artigo sobre o resultado do estudo foi publicado no sábado no MedRxiv, uma plataforma on-line de artigos médicos, antes de ser submetido à revisão por outros pesquisadores. No artigo, eles destacam que "nosso estudo teve como objetivo avaliar de forma abrangente a segurança e eficácia de duas dosagens diferentes de CQ em pacientes com covid-19. Então, aproximadamente metade dos participantes do estudo recebeu uma dose de 450 miligramas de cloroquina duas vezes ao dia por cinco dias, enquanto o restante recebeu uma dose maior de 600 miligramas por 10 dias. Em três dias, os pesquisadores perceberam arritmias cardíacas em pacientes que tomavam a dose mais alta. No sexto dia de tratamento, 11 pacientes haviam morrido. – UOL

Igrejas são interditadas em Betim (MG) por fazerem cultos com aglomeração

Duas igrejas de Betim (MG), a cerca de 40 km de Belo Horizonte, foram interditadas na manhã de hoje por uma equipe da Vigilância Sanitária de da cidade, em conjunto com a Procuradoria Geral do Município e a Guarda Municipal. Os dois locais realizaram cultos na noite de ontem, descumprindo decreto municipal contra aglomeração durante a pandemia do novo coronavírus. As equipes receberam diversas denúncias anônimas por telefone e até mesmo em vídeo de que houve aglomeração de fiéis durante os cultos na Igreja do Evangelho Quadrangular e na Igreja Movimento Comunidade Quadrangular, localizadas nos bairros de Laranjeiras e Filadélfia. De acordo com a Prefeitura de Betim, na Igreja do Evangelho Quadrangular havia cerca de 50 pessoas. Já na Igreja Movimento o número de fiéis presentes chegou a 300. – UOL

Casos de violência contra mulher aumentam 30% durante a quarentena em SP

O número de casos de violência contra a mulher aumentou em São Paulo durante a quarentena, medida adotada pelo governo para evitar a propagação do coronavírus. De acordo com o Núcleo de Gênero e o Centro de Apoio Operacional Criminal do Ministério Público de São Paulo, em um mês, houve o aumento de 30% dos casos. De acordo com os dados, em março foram decretadas 2.500 medidas protetivas em caráter de urgência, no mês anterior foram 1.934. As medidas protetivas são determinações que visam garantir a segurança das vítimas. Também foi verificado aumento no número de prisões em flagrante devido a casos de violência doméstica, em fevereiro foram registradas 177, já em março foram 268. Durante o período de isolamento social, as Delegacias de Defesa da Mulher, a Casa da Mulher Brasileira e Centros de Acolhimento continuam funcionando. – G1

PF prende Fuminho, braço direito de Marcola, em Moçambique

A Polícia Federal prendeu nesta segunda-feira (13) Gilberto Aparecido dos Santos, 49, o Fuminho, o criminoso mais procurado do Brasil, em Moçambique, na África. Ele estava foragido há 21 anos. Em nota, a PF informou que Fuminho "era considerado o maior fornecedor de cocaína a uma facção com atuação em todo o Brasil, além de ser responsável pelo envio de toneladas da droga para diversos países do mundo". De acordo com o Ministério da Justiça, Fuminho atuava em todos os estados do país e no Mercosul. "Crimes de tráfico de drogas, contra o patrimônio e de financiamento para fuga de líderes de organizações criminosas. Investigações da Polícia Civil e do Ministério Público paulista apontam que Fuminho, em liberdade, era o principal braço direito de Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, chefão do PCC. – UOL

Após quase tomar um pipoco, general armado e em surto é levado para hospital no Rio

Um general do Exército Brasileiro foi levado para o Hospital Central das Forças Armadas, na noite de sábado (11), após ser flagrado andando armado na Lagoa Rodrigo de Freitas, Zona Sul do Rio. Segundo informações do Comando Militar do Leste (CML), o homem – que não teve a identidade revelada – está na reserva do Exército desde 2002 e foi diagnosticado com síndrome demencial. A arma que o general portava foi apreendida e está acautelada na 14ª DP (Leblon). Depois de ser levado para o Hospital do Exército, o militar permaneceu sob cuidados médicos. Ninguém se feriu durante a ação. Um vídeo feito por uma pessoa que acompanhou a situação circulou por redes sociais. É possível ouvir vozes de pessoas defendendo que os policiais atirassem no oficial. Uma outra voz pede para que os agentes não disparem porque o homem é um general do Exército. – G1

Mundo

Covid-19 é dez vezes mais letal que o H1N1, diz OMS

O novo coronavírus é dez vezes mais letal do que o vírus responsável pela gripe A (H1N1) e surgido no final de março de 2009 no México - disseram autoridades da Organização Mundial da Saúde (OMS), pedindo uma suspensão "lenta" do confinamento. "Os dados coletados em vários países nos dão uma imagem mais clara desse vírus, de seu comportamento, da maneira de contê-lo. Sabemos que a covid-19 se espalha rapidamente e sabemos que é letal: dez vezes mais do que o vírus responsável pela pandemia de gripe de 2009", declarou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, em entrevista coletiva virtual feita de Genebra. Enquanto a nova pandemia de coronavírus deixou mais de 115 mil mortes em todo o mundo desde que surgiu na China em dezembro, segundo um balanço estabelecido pela AFP com fontes oficiais, a gripe A (H1N1) deixou 18.500 mortos, segundo a OMS. No entanto, a revista médica Lancet estimou o número de mortes entre 151.700 e 575.400. – G1

Presidente da Nicarágua não aparece há mais de um mês; país não adotou isolamento

Em plena pandemia de novo coronavírus, não se sabe o paradeiro do presidente da Nicarágua, Daniel Ortega. Ele não aparece em público há mais de um mês, e, nos últimos dias, os canais governistas do regime nicaraguense vêm repercutindo apenas as declarações de Rosario Murillo, vice-presidente e primeira-dama do país centro-americano. Aliás, a Nicarágua é um dos únicos países nas Américas a não ter tomado nenhuma medida de isolamento para conter a pandemia. O regime local manteve os festejos de Páscoa mesmo com os apelos da Igreja Católica — uma das principais vozes de oposição a Ortega. Nas ruas do país, correm rumores sobre o estado de saúde do presidente, de 74 anos. O site governista de notícias El 19 reproduz há dias os discursos de Rosario Murillo. No mais recente, publicado nesta segunda-feira (13), ela afirma que Ortega — a quem chama de "nosso comandante" — está "coordenando todas as equipes de trabalho". – G1

Índia estende quarentena por coronavírus até 3 de maio

A Índia, segundo país mais populoso do mundo, irá prorrogar o isolamento social até 3 de maio para impedir a propagação do novo coronavírus. O confinamento estrito de três semanas, em vigor desde 25 de março, deveria acabar nesta terça-feira (14). “A Índia não esperou o problema aumentar. Em vez disso, assim que o problema apareceu, tentamos impedi-lo, tomando decisões rápidas. Não consigo imaginar como seria a situação se decisões tão rápidas não tivessem sido tomadas”, afirmou primeiro-ministro indiano, Narendra Modi. "Do ponto de vista econômico, pagamos um preço elevado, mas as vidas do povo indiano são muito mais valiosas", disse o premiê. Com 1,3 bilhão de habitantes, a Índia registra 10.453 casos e 358 mortes, segundo balanço oficial divulgado nesta terça. – G1

Pastor que incentivou igreja lotada na quarentena nos EUA vai encontrar Darwin graças ao covid-19

Um pastor evangélico que disse que continuaria pregando a menos que estivesse "na prisão ou no hospital" morreu de covid-19 nos Estados Unidos. A morte ocorreu apenas algumas semanas após o pastor manter as portas da igreja abertas, indo contra as orientações do governo e apoiando a teoria da evolução das espécies de Charles Darwin. O pastor Gerald Glenn mostrou um culto lotado em 22 de março na Igreja Evangélica New Deliverance em Richmond, na Virgínia, chamando os seguidores apesar das medidas de distanciamento social na luta contra o coronavírus. Glenn disse que acreditava firmemente que Deus era maior que o vírus e que se orgulhava de ser "controverso" por violar os protocolos de segurança. – UOL

Tornados causam destruição no sul dos EUA e matam ao menos 26

Equipes de resgate e moradores do sul dos Estados Unidos vasculhavam destroços de centenas de estruturas destruídas por uma série de tornados que matou pelo menos 26 pessoas, enquanto o fenômeno climático se volta para a costa leste do país. Quase 51 milhões de pessoas, da Flórida à Nova Inglaterra, estão no caminho da tempestade, como alertou uma previsão do Serviço Nacional do Clima do país, avisando sobre a ocorrência de fortes ventos, chuvas torrenciais e possivelmente mais tornados. O sistema já havia gerado cerca de 60 tornados que deixaram um rastro de destruição do Texas até as Carolinas do Sul e do Norte entre ontem e hoje, conforme informou o serviço. – UOL

E mais

Sarah Maldoror, diretora francesa pioneira do cinema negro, morre aos 91 anos

A cineasta francesa Sarah Maldoror, um dos principais nomes do cinema negro pós-colonial, morreu nesta segunda-feira (13), aos 91 anos, em decorrência de covid-19. Segundo informações do jornal português Público, ela tinha problemas cardíacos e estava internada desde 29 de março em Paris. Seus filmes Monangambé (1968) e Sambizanga (1972), baseados em obras do escritor e ativista José Luandino Vieira, tornaram-se importantes registros da luta independentista de Angola contra a metrópole portuguesa. No total, ela foi autora de mais de 40 filmes, entre curtas e longas. “Depois da luta anticolonial, filmar uma senzala não é mais filmar a senzala em si, mas captar a música das cadeias, criar uma sinfonia de correntes para representar a dor. É algo mais sublime e poético”, disse em entrevista de 2015. – Folha de S. Paulo

Justiça de Santa Catarina concede liminar proibindo "Soltos em Floripa" com multa de R$ 500 por dia

A Justiça de Santa Catarina concedeu na tarde desta segunda (13) uma liminar que veta a continuidade da exibição de alguns dos episódios de "Soltos em Floripa" já disponibilizados pela Amazon Prime. A juíza Ana Luisa Schimdt Ramos alega que o reality viola o direito à intimidade dos participantes. Duas mulheres entraram com ações distintas pedindo para serem excluídas dos episódios de Soltos em Floripa. Nos autos dos processos, elas admitem ter firmado contrato para aparecer como figurantes no programa, mas alegam que as cenas eróticas, apesar de previamente consentidas, passaram dos limites do que havia sido acordado. Ana Luisa determinou que os episódios — a juíza não especifica quais — de Soltos em Floripa com a aparição das autoras da ação sejam imediatamente tirados do ar, assim como eventuais materiais publicitários em que elas aparecessem. Caso a decisão não seja acatada, foi determinada multa de R$ 500. - UOL