Quantcast
THUMP

O novo clipe do Elekfantz é a janela indiscreta para a vida de um casal

Remix do Vintage Culture para “Blush” ganhou um vídeo antes da versão assinada pela dupla.

Eduardo Ribeiro

Eduardo Ribeiro

"Blush", na versão remixada pelo Vintage Culture, é o som do novo clipe da dupla Elekfantz, formada por Daniel Kuhnen e Leo Piovezani. O lançamento é do Austro Music, selo de música eletrônica da Som Livre. Se por um lado a letra aborda as emoções de um cara meio sem jeito com uma mina, o clima da produção ganhou uma atmosfera mais soturna e enigmática. O roteiro critica aquilo que o Leo chama de "inveja branca". "As cenas mostram um casal estacionado em frente a uma mansão, observando a vida de outro casal. Isso sugere que eles estejam desejando aquela vida, sentindo uma inveja branca, não só de querer ter os bens materiais do casal, mas o lifestyle também", diz ele. "E o final é surpreendente, porque você descobre a identidade de quem estava realmente observando."

Segundo o artista, a opção por não seguir a receita básica dos vídeos de música eletrônica, que geralmente descrevem situações de festa e hedonismo, era uma meta desde o princípio. "As sequências têm umas cores bem fortes, um lado sensual, mas sem ser óbvio, sem aquela coisa de 'uma mina na balada'. Então buscamos criar uma história fora da letra", argumenta. Mais pra frente, o Elekfantz vai disponibilizar um novo corte do mesmo videoclipe, porém com a versão original de "Blush". "Essa é a jogada que a gente acha que vai agradar os fãs. Porque muita gente conheceu a música com o Vintage Culture, entendeu?", declarou Leo Piovezani.

Na versão do Vintage, a faixa, que originalmente tem uma pegada indie-dance/nu-disco, recebeu um tratamento mais downtempo, com aqueles baixos tortos característicos de suas criações e uma aura 80's. Sente só: