Sexo

Beijo grego: o guia definitivo do cunete

Quando estiver cara a cara com o cu do seu amado, tenha certeza de que vocês dois saibam o que estão fazendo.
KC
ilustrado por Kim Cowie
MS
Traduzido por Marina Schnoor
14 Fevereiro 2020, 10:00am
Rimming beijo grego

A primeira vez que ouvi falar em cunete, minha amiga muito mais velha e engraçada estava contando como o namorado dela foi de chupar a boceta pra lamber o cu, e que ela ficou tão surpresa que peidou na boca aberta dele. Esse tipo de história parece a melhor piada do mundo quando você nunca experimentou beijo grego (fazendo ou recebendo), mas só rende uma risadinha quando você é um connoisseur de cu.

Chupa-cus do mundo, uni-vos

Essa é a primeira regra do cunete: espere o inesperado. Isso não quer dizer que você vai acabar com merda na cara, é que às vezes... dá merda mesmo. A menos, claro, que você já chegue preparado pro brunch de bumbum. E é por isso que estou escrevendo um guia pra distribuir beijo grego por aí – pra garantir que quando você estiver cara a cara com o cu da pessoa amada, vocês dois saibam o que estão fazendo.

TENHA CERTEZA QUE OS DOIS ESTEJAM LIMPOS

Como fazer a chuca é outra matéria. Por enquanto, recomendo assistir o episódio seis da segunda temporada de Sex Education. Ou, pra resumir o que o Rahim fala na série: agache, espirre, segure e solte. Se você vai receber um beijo grego e sabe com antecedência para se preparar, fazer a chuca é sempre a resposta. Se você não tem tempo de descarregar totalmente seu cu, vá pro banheiro se lavar e limpar o melhor possível. A menos que vocês curtam scat, ter qualquer trololô no túnel é o contrário do que vocês querem.

Isso não é só questão de preferência – não ter o bumbum limpo pode levar a problemas de saúde. A terapeuta sexual e cofundadora do aplicativo de encontros BARE Gillian Myhill alerta: “Vale apontar que há bactérias no ânus, além de coisas como E. coli e salmonela, que podem te deixar doente, então: SE LIMPE MUITO BEM. E se você está fazendo cunete na dona de uma boceta? Evite espalhar qualquer coisa no canal vaginal, já que isso pode causar infecção”.

TENHA CERTEZA QUE VOCÊS DOIS SÃO LIMPOS

Quando o beijo grego dá ruim

Além de considerar a limpeza física da bunda que você vai lamber ou sua própria estrela do mar de chocolate, saber sobre a saúde sexual de alguém é tão importante quanto pra qualquer outro tipo de penetração. “DSTs podem ser transmitidas através dessa atividade, o mesmo pra oral com pênis e vagina”, confirma Myhill. “Isso inclui herpes, verrugas, gonorreia, sífilis, hepatite A e B.” Fique seguro e não diga que não avisamos – perguntar pra alguém se a pessoa não tem qualquer uma das coisas acima é menos perigoso que contrair uma DST. Se você quer evitar perguntar por qualquer razão, vale apontar que aquelas barreiras dentais de látex são tão eficientes pra fazer beijo grego com segurança quanto são para fazer sexo oral numa vagina.

SE POSICIONE

Assim como papai-mamãe é a posição padrão para sexo pênis na vagina, de quatro é a posição padrão para o cunete. É confortável, você tem uma boa visão de onde está se metendo e tem bastante espaços para tocar o resto do corpo. Dito isso, Michael, um homem de Liverpool de 29 anos, recomenda usar um bom sofá. “Conforto é o mais importante”, ele confirma. “Minha posição favorita é a pessoa sentada no sofá, eu ajoelhado na frente dela e os pés/pernas da pessoa apoiados nos meus ombros, assim minha cara fica no lugar certo. Essa também é uma boa posição se quero fazer uma pausa e chupar o pau, tipo aqueles intervalos no cinema onde você pode sair pra comprar um sorvete no meio do filme.”

Todo mundo é diferente, e enquanto a posição favorita do Michael pra cunete pode não ser a melhor pra você, experimente virar o parceiro para qualquer lado antes de achar o melhor ponto pra lamber o cu. Lembra aquele episódio de Girls em que a Marnie recebe um cunete na cozinha e a internet foi à loucura? Isso vale pra mostrar que tem espaço pra cunete em qualquer lugar na sua casa e em qualquer posição do mundo.

VAI FUNDO

Quando está tendo intimidade com a porta dos fundos de alguém, você precisa deixar todas as reservas de lado. Um cunete meia-boca pode ser pior que cunete nenhum. “Gosto de ir fundo, até meu nariz provavelmente relar nas costelas da pessoa”, disse Michael.

Para quem não está tão entusiasmado com a ideia, Myhill diz que devagar e sempre é o que te faz ganhar a corrida. Só lembre de experimentar: “Há muitas técnicas, desde circular do lado de fora do ânus até enfiar a língua entre as nádegas, experimente de tudo e veja como vocês se sentem”.

RELAXE

Pra mim e a maioria das meninas que conheço, se sentir tensa não ajuda a atingir o orgasmo. Se você está se esforçando para manter o cu fechado ou estressando sobre soltar alguma coisa, você provavelmente não vai sentir os benefícios do beijo grego. Seja lá em qual ponta do túnel você esteja, tente ficar zen com seu cu na cara de alguém ou uma bunda na sua cara.

“Fale com o parceiro – vá devagar. Se isso simplesmente é algo novo pra vocês, então os dois provavelmente estão nervosos”, encoraja Myhill. “Se certifique que seu parceiro esteja se sentindo seguro, confiante e sexy.” Pra isso, recomendo falar algumas putarias pedindo consentimento. “Tá gostoso?”, é minha frase favorita.

De maneira similar, Michael recomenda abraçar a intimidade do ato com contato físico fora da língua circulando o buraco. “Dar as mãos é uma das coisas mais sensuais que consigo imaginar. Na primeira vez que fiz isso com um cara, isso abriu uma intimidade e proximidade que eu nunca tinha experimentado ou considerado antes.”

Parabéns! Agora você sabe que fazer beijo grego – é só enfiar sua cara na bunda da pessoa como se estivesse procurando ar pelo cu dela.

*O nome foi mudado a pedido do entrevistado.

@GINATONIC

Matéria originalmente publicada pela VICE Reino Unido.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.