esportes

Flipando o sistema desde junho de 2013: fotos de skate nos protestos

Hoje é dia de maldade. Dia de pegar o skate, sair andando no meio da manifestação, pular barricada de ollie, dar kickflip na frente da polícia, emendar wallride na parede do banco...

por Equipe VICE; texto: Eduardo Ribeiro
30 Junho 2016, 10:00am

Foto: Guilherme Santana/ VICE

Skate na brasa. Manifestação do Movimento Passe Livre. São Paulo, 2014. Foto: Felipe Larozza/ VICE

É certo que o skate já foi absorvido pela cultura de massa e boa parte de seu viés contracultural se converteu em simbologia publiça. Mas ainda assim, como dizia meu falecido avô, "quem nasceu pra concreto, jamais será capim-gordura". O ponto é que, mesmo que o skate vire esporte olímpico e tudo mais, é das ruas que ele veio e é pras ruas que ele sempre volta. É nas ruas que suas raízes estão fincadas. No Rio de Janeiro e em São Paulo, não tem sido difícil encontrar skatistas preferindo explorar imaginativamente a selva de concreto em vez das pistas públicas e particulares.

Frontside ollie over the lixeira on fire. Manifestação do Passe Livre. São Paulo, 2013. Foto: Drago

Em meio a eventos urbanos gratuitos ou manifestações, a vibe é igual: sempre vai ter uns manos ali no meio com um skate. Com a onda de protestos que vem rolando desde as Jornadas de Junho, a galera dos boards aproveita a deixa para desbravar o asfalto. "Se eu não posso mandar um kickflip pulando barricadas em chamas, esta não é a minha revolução", diria a anarquista Emma Goldman, nessas horas, caso fosse adepta da modalidade.

Pensando nisso, compilamos, a seguir, alguns momentos emblemáticos que testemunhamos da rapeize legalizando uma session em diferentes manifestações de 2013 pra cá. Dá um flagra:

Tiozão só na remada de chinelo Samoa (pra poucos). Não Vai Ter Copa. Rio de Janeiro, 2014.
Foto: Fábio Teixeira

Pop shove-it in front of the gambés. Manifestação do Passe Livre. São Paulo, 2016.
Foto: Guilherme Santana/ VICE

Misfits é compromisso. Campanha dos secundaristas contra o desvio de verba da merenda escolar. São Paulo, 2016.
Foto: Rogério Padula

"Sk8 para o alto, R$ 3,80 é um assalto". Manifestação do Passe Livre. São Paulo, 2016.
Foto: Felipe Larozza/ VICE

"A" na bola, skate no chão. Manifestação dos skatistas contra a repressão policial sofrida na Praça Roosevelt. São Paulo, 2015.
Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A Foto Coletivo

Butt slide no capô do carro. Campanha dos secundaristas contra o desvio de verba da merenda escolar. São Paulo, 2016.
Foto: Rogério Padula

"Skate Não É Crime". Outra da manifestação dos skatistas pela liberação da Roosevelt. São Paulo, 2015.
Foto: Rodrigo Zaim/ R.U.A Foto Coletivo

A avenida fechou, nóis dropou. Downhill sob o tunel de acesso à 23 de Maio. Manifestação do Passe Livre. São Paulo, 2013.
Foto: André Porto

Não Vai Ter Copa, vai ter ollie monstrão. São Paulo, 2014.
Foto: André Porto

Tira o ollie do chão e bota a merenda na mesa. Campanha dos secundaristas contra o desvio de verba da merenda escolar. São Paulo, 2016.
Foto: Rogério Padula

Chernobyl style. Manifestação do Passe Livre. São Paulo, 2013.
Foto: André Porto

Drunk manual de braguilha aberta. Manifestação do Passe Livre. São Paulo, 2015
Foto: Pedro Chavedar

Um salve pros parça do snap. Manifestação do Passe Livre. São Paulo, 2016
Foto: Felipe Larozza/ VICE

Só dibre humilhante. Não Vai Ter Copa. São Paulo, 2014.
Foto: Pedro Chavedar

Foot bombing. Fim da session. Rio de Janeiro, 07 de setembro de 2013.
Foto: Matias Maxx