Publicidade
Tonic

Homem com prisão de ventre tem 13 quilos de fezes removidos cirurgicamente

Os médicos disseram que ele parecia estar grávido de 9 meses.

por Amber Brenza
19 Junho 2017, 11:00am

Esta matéria foi originalmente publicada no Tonic.

Pense na última vez que você teve uma prisão de ventre – o inchaço, a dor abdominal, a sensação de que você precisa cagar, mas não consegue. Agora imagine sentir isso por 22 anos.

Essa era a realidade de um homem chinês até os médicos removerem mais de 76 centímetros de seu intestino inchado, pesando 13 quilos e cheio de fezes que vinham se acumulando desde que ele nasceu.

A Inverse relatou que o homem foi diagnosticado com doença de Hirschsprung, uma condição congênita causada pela perda de células nevosas no intestino, o que resulta em, bom, problemas de movimentação. Num trato digestivo saudável, alimentos e resíduos se movem pelos intestinos por movimentos peristálticos, ou contrações involuntárias dos músculos. Mas em algumas pessoas com a doença de Hirschsprung, os movimentos peristálticos param em partes afetadas do intestino grosso, ou cólon. Os resíduos acabam ficando ali, fazendo o órgão inchar, e se ficarem por muito tempo, isso pode se tornar uma condição apropriadamente batizada de "megacólon". Se o cólon fosse perfurado, ou rasgasse, a liberação de bactérias poderia levar a um choque ou septicemia mortal. Então a cirurgia pode ter salvado a vida do cara.

A doença de Hirschsprung geralmente é vista em recém-nascidos e diagnosticada quando eles não mostram movimentos intestinais em 48 horas depois do nascimento. É uma condição rara – que acontece com um em cada 5 mil recém-nascidos – e pode ser tratada com a remoção cirúrgica da parte do cólon que não possui as células nervosas. Mais incomum é crianças mais velhas serem diagnosticadas depois de mostrarem sintomas como barriga inchada, prisão de ventre crônica e desnutrição. (A doença de Hirschsprung é mais comum em homens e crianças com síndrome de Down e outras condições congênitas.)

Mas esse pobre homem estava bem crescidinho e foi internado em condição grave no hospital: ele estava fraco, mal conseguia andar, estava gemendo de dor e tinha problemas para respirar. Segundo os médicos, seu abdômen estava tão distendido que ele parecia grávido de nove meses.

O homem disse aos médicos que sofreu de prisão de ventre a vida inteira, achando um pequeno alívio em laxantes. (Qualquer tipo de laxante – formadores de volume, solução salina, hiperosmóticos – não vão funcionar direito se seu intestino também não estiver funcionando.) Ainda assim, os pais dele nunca acharam que a situação era séria o suficiente para procurar ajuda médica.

"Parecia que ele ia explodir a qualquer momento", disse Yin Lu do Décimo Hospital Popular de Xangai, onde a cirurgia aconteceu. A operação levou três horas; e no final, os médicos conseguiram remover com sucesso a parte afetado do cólon – junto com a matéria fecal. Ele deve se recuperar totalmente.

Agora vai comer umas fibras e agradeça seu sistema digestivo pelos movimentos peristálticos normais. E se seu filho tem prisão de ventre regularmente, procure um médico, pelamor.

Tradução: Marina Schnoor

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.