Polícia confirma terceiro envolvido no massacre em Suzano

O delegado geral da Polícia Civil, Ruy Ferraz Fontes, disse que o terceiro elemento é menor de idade e vizinho de um dos responsáveis pelo atentado na escola.

|
14 março 2019, 8:45pm

Foto: Agência Brasil.

Na coletiva de imprensa realizada hoje (14) às 17 horas na Sede da Delegacia Geral da Polícia Civil do Estado de São Paulo, secretário executivo da Segurança Pública Youssef Abou Chahin e o delegado geral da Polícia Civil, Ruy Ferraz Fontes, deram mais detalhes do andamento das investigações sobre o massacre cometido em Suzano nesta quarta-feira (13), deixando 10 mortos.

O delegado confirmou que um terceiro envolvido na coordenação do atentado foi identificado na investigação. Segundo Fontes, o suspeito é um adolescente de 17 anos e vizinho próximo a um dos atiradores. Ele também era ex-aluno do colégio Raul Brasil e colega de Guilherme Taucci de 17 anos.

"A apreensão dele já foi sugerida ao juízo da Infância e da Juventude e o material relacionando com a participação dele já na arrecadado pela equipe do Doutor Alexandre, que é o responsável pelo inquérito," disse. "Temos outros dados que fazem crer que esse indivíduo participou na fase de planejamento."

O delegado se recusou a comentar sobre a possibilidade de envolvimento dos jovens responsáveis pelo atentado com a deep web. Os computadores dos jovens foram apreendidos pela polícia e estão sendo analisados.

Fontes confirmou que a motivação do grupo era ganhar destaque na mídia e foi amplamente inspirado no massacre de Columbine de 1999. O líder, segundo o delegado, era Guilherme. "Eles queriam demonstrar que poderiam agir como aconteceu na escola em Columbine nos EUA com crueldade e com caráter trágico pra que eles fossem mais reconhecidos do que eles. O bullying só foi citado em uma parte e não é significativo", disse.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.


Mais VICE
Canais VICE