Publicidade
Noisey

Water Rats vai do barulho à energia melódica em novo álbum

Fidelidade ao punk e aos anos 90 não impede a banda de misturar suas diversas outras influências rockers ao conteúdo do segundo trampo, 'Year 3000'.

por Eduardo Ribeiro
07 Novembro 2017, 4:00pm

Foto: Dennis Carrion/Divulgação

Poucos minutos de audição bastam para notar como o Water Rats consegue transitar com total liberdade pelas mais diferentes inclinações do punk-garage em seu segundo álbum. Year 3000 detona logo de cara, na faixa-título que abre o disco, uma sucessão de berros, cordas pesadas e doses de agressividade; então, surge "Animal", um pouco mais melódica, e "Another Piece of Heartache", um pouco mais balada.

Ao longo das 16 faixas, o punk frequentemente acelerado se equilibra com referências diretas a AC/DC, Beastie Boys, Sonic Youth e Nirvana ("Feels All Fools Right"), Black Flag, ska e afins. A fidelidade a estas variantes, especialmente ao rock barulhento dos anos 90, são qualidades positivas diante da notável evolução instrumental atingida desde 2014, quando a banda estreou com Ugly By Nature.

"Na época em que gravamos o primeiro álbum a banda era só um projeto de amigos", diz Alexandre Capilé (voz, guitarra). "Hoje já podemos nos considerar uma banda de verdade. Buscamos deixar nossa música mais interessante e não repetir fórmulas. Nossa força está na espontaneidade e na liberdade."

A experiência da turnê do álbum anterior e seus mais de 150 shows rodando por três continentes e 10 países, de fato, se refletem na pegada segura com que Capilé, Pedro Grips (voz, guitarra), Bi Free (baixo) e Renê Bernuncia (bateria) cumprem seus papéis na gravação.

Dá o play:

Year 3000 está disponível em CD, vinil, k7 e streaming via Forever Vacation Records, Läjä Records e Hearts Bleed Blue.