Publicidade
Notícias

Um cara resolveu 'sextar' tacando fogo em carros

O incendiário de Edmonton foi pego num Starbucks por um tio bigodudo de camisa havaiana e um cara com uma tábua.

por Mack Lamoureux; Traduzido por Marina Schnoor
26 Abril 2019, 10:00am

Um homem que incendiou mais de uma dezena de carros em Edmonton, Canadá, foi parado por um homem de camisa havaiana e um cara armado com uma tábua.

Por volta das 20h30 da sexta retrasada, um cara vestido de preto e armado com FOGO – sabe, uns coquetéis molotov, um galão de gasolina e um isqueiro – apareceu na Whyte Avenue, a principal rua de entretenimento de Edmonton. O cara andou pela avenida e começou a derramar gasolina nos carros e tacar fogo.

A polícia confirmou que “um homem a pé na área estava jogando combustível em veículos e os incendiando”, e que enquanto ninguém ficou ferido no ataque, 13 veículos foram queimados. Graças à onipresença dos celulares e câmeras de vigilância, temos uma série de vídeos que mostram a progressão do ataque. Um bagulho muito interessante de assistir, pra dizer o mínimo.

A cronologia dos vídeos ainda não está definida, mas o começo do ataque parece ter sido num beco, onde o homem faz e testa alguns coquetéis molotov. O próximo mostra o ataque propriamente dito, com um homem de casaco e boné preto colocando fogo nos pneus de um carro na frente do pátio de um restaurante. Ele rapidamente põe fogo em mais dois pneus. Um espectador resume a situação muito bem com um simples “Jesus fucking Christ”.

Outro vídeo mostra um carro já queimando no fundo, o homem atravessando a rua, dando um rodopio chegando do outro lado, e colocando fogo em mais um carro. O seguinte mostra o homem andando pela calçada jogando gasolina nos carros, enquanto outro homem com um extintor de incêndio corre atrás dele, provavelmente tentando apagar o fogo pelo caminho.

Um vídeo feito pelo usuário do Reddit Spincrisis e postado com o nome “Quem topa um pequeno incêndio criminoso nessa sexta na Whyte?”, mostra o que aconteceu perto do final do ataque. No vídeo, o cara de casaco preto faz sinais ameaçadores na direção de um café, depois dá meia volta e coloca fogo no capô de uma SUV vermelha no meio da rua dez segundos depois. O motorista estava dentro do veículo, mas rapidamente acelera até a esquina enquanto o fogo em seu carro apaga. Aí o cara anda pela Whyte Avenue e ergue os braços como se fosse o Judd Nelson no final de Clube dos Cinco, depois joga o galão, provavelmente vazio, pro alto.

Aí a cena vira um negócio saído de Magnum, com um cara de camisa havaiana e bigodão entrando correndo no enquadramento e perseguindo o incendiário para dentro de um café. Pra ficar ainda mais surreal, um homem segurando uma tábua entra na cena logo depois. Os dois homens – batizados de “Cara da Camisa Havaiana” e “Cara da Tábua” pelo pessoal criativo da internet – derrubam o incendiário no chão e dão voz de prisão por cidadão.

Cacete.

Depois da prisão pelos cidadãos, a polícia levou o suspeito sob custódia e anunciou que o homem chamado, sem brincadeira, Malice Sutton, receberia várias acusações. Depois que o vídeo dos nossos dois heróis viralizou, a mídia local encontrou os caras e eles foram super-humildes sobre suas ações. Falando com o Edmonton Journal, Jeff Halby, (Cara da Tábua) disse que não se sentia um herói e que muitas pessoas “tiveram o mesmo instinto”.

“Pensei 'bom, não posso ir até lá sem nada na mão'”, ele disse. “Achei uma tábua de 1,20 metro e pensei 'melhor que nada'. Atravessei a rua correndo para cortar o caminho dele, porque não queria que ele continuassem andando pela Whyte.”

“Eu estava pensando 'esse cara vai explodir um carro'”, ele acrescentou depois.

Deus que abençoe você e sua corajosa tábua, moço. E a internet também está elogiando o Cara da Camisa Havaiana.

Olha, sou de uma cidade pertinho de Edmonton. Passei muito tempo lá na adolescência e a chamei de lar por boa parte da minha vida adulta – então posso dizer que Edmonton é minha cidade natal, porque é mais fácil que explicar que Fort Saskatchewan realmente fica em Alberta. Quando você é de Edmonton, a metrópole mais ao norte da América do Norte, o frio e o isolamento acabam se infiltrando nos seus ossos; acredite, eu sei. Essa angústia, como naquelas conversinhas Star Wars, pode te levar para dois caminhos, o da luz ou da escuridão.

Siga o Mack Lamoureux no Twitter.

Matéria originalmente publicada na VICE Canadá.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.