Noticias

Boletim Matutino da VICE - 26/11/2019

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo hoje com curadoria da VICE.
26 Novembro 2019, 11:53am
edit_pr_01101924149
Valter Campanato / Agência Brasil

Brasil

Paulo Guedes insinua novo AI-5 caso brasileiros protestem contra o governo

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta segunda-feira (25) que não é possível se assustar com a ideia de alguém pedir o AI-5 diante de uma possível radicalização dos protestos de rua no Brasil. Durante entrevista coletiva em Washington, Guedes comentava a convulsão social e institucional em países da América Latina e disse que era preciso prestar atenção na sequência de acontecimentos nas nações vizinhas para ver se o Brasil não tem nenhum pretexto que estimule manifestações do mesmo tipo. "Sejam responsáveis, pratiquem a democracia. Ou democracia é só quando o seu lado ganha? Quando o outro lado ganha, com dez meses você já chama todo mundo para quebrar a rua? Que responsabilidade é essa? Não se assustem então se alguém pedir o AI-5." – Folha de S. Paulo

Campanha de Bolsonaro teve 11 milhões de santinhos sem declarar à Justiça Eleitoral

A análise de centenas de notas fiscais que integram a prestação de contas eleitorais dos 27 diretórios estaduais do PSL mostra que a campanha de Jair Bolsonaro em 2018 foi mais cara do que a declarada por ele à Justiça Eleitoral, além de ter sido financiada em parte por dinheiro público, o que ele sempre negou ter usado. Os documentos revelam que ao menos R$ 420 mil —parte dele, dinheiro público do fundo eleitoral— foram usados para a confecção de 10,8 milhões de santinhos, adesivos, panfletos e outros materiais para a campanha de Bolsonaro, isoladamente ou em conjunto com outros candidatos do PSL. O número pode ser maior, já que em algumas situações as notas fiscais listam o material eleitoral produzido sem especificar quais candidatos foram beneficiados. Esses R$ 420 mil equivalem a 17% de tudo o que Bolsonaro declarou à Justiça como gasto de sua campanha, R$ 2,46 milhões. – Folha de S. Paulo

Rio de Janeiro tem maior número de mortes por policiais desde início de monitoramento em 1998

O ano de 2019 no Rio já registra o maior número de mortos por policiais desde o início da série histórica, em 1998. Foram 1.546 até outubro. A contagem oficial do Instituto de Segurança Pública (ISP) sequer considera ainda os meses de novembro e dezembro. O número já é maior do que as 1.534 mortes dos doze meses do ano passado. Até então, 2018 era o ano com maior número de mortos por policiais. Um estudo do Ministério Público, divulgado no mês passado, afirma que o aumento do número de mortes em ações policiais não tem relação direta com a redução da criminalidade no estado. – G1

Secretário de Previdência é aplaudido por empresários ao dizer que 'domingo é dia de trabalho'

O secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, afirmou que considera pouco provável que o Congresso encontre uma fonte de recursos diferente da proposta pelo governo para viabilizar o projeto de lei que reduz impostos de empresas como estímulo à contratação de jovens. Em encontro com empresários de Minas Gerais, Marinho também afirmou nesta segunda-feira (25) que outra proposta, a que facilita o trabalho nos fins de semana e feriado, aumentará a competitividade das empresas do país. E foi aplaudido ao afirmar que o domingo “é dia de trabalho como qualquer outro”. – G1

PF faz operação contra fraude na compra de merenda em 27 cidades de SP

O Ministério Público Federal, em conjunto com a Polícia Federal (PF), faz uma operação nesta terça-feira (26) contra um esquema de fraude na compra de merenda escolar em prefeituras do estado de São Paulo. Cerca de 240 policiais cumprem 27 mandados de prisão e outros 55 de busca e apreensão. Entre os alvos de busca estão ex-prefeitos de Franca (SP), Cubatão (SP) e São Roque (SP), uma vereadora em Guarujá (SP) e os gabinetes das prefeituras de Taquaritinga (SP), Jandira (SP) e Cubatão (SP). Ainda em Guarujá, são cumpridos mandados de prisão contra cinco ex-secretários, dois secretários em exercício, um procurador de Justiça do município, quatro funcionários públicos, quatro lobistas e três empresários. – G1

Mortalidade de corais cresce 10 vezes na BA após vazamento de óleo, diz estudo

Um estudo realizado pelo Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA) constatou que, em outubro, após o derramamento de óleo que atingiu a costa brasileira, a mortalidade de corais no litoral norte baiano aumentou dez vezes. A pesquisa foi conduzida pelo professor Francisco Kelmo, diretor do instituto, e comparou dados coletados em outubro com o mês de abril deste ano. De acordo com os biólogos da UFBA, a chamada taxa de "branqueamento" dos corais, que normalmente atinge entre 5% e 6% dos organismos por ano, está em 52% nos recifes das regiões da Praia do Forte, Itacimirim, Guarajuba e Abaí. – UOL

Médico é condenado a 9 anos de prisão por abuso de pacientes em Alagoas

O clínico-geral Adriano Antônio da Silva Pedrosa, que trabalhava como médico da saúde da família no posto de saúde do povoado de Marceneiro, no município de Passo do Camaragibe, litoral norte de Alagoas, foi condenado a nove anos, dez meses e 40 dias de prisão em regime fechado pelo crime de violação sexual mediante fraude contra três pacientes. Dois julgamentos ocorreram na semana passada. Segundo o Ministério Público Estadual, o médico fingia exames ginecológicos para abusar das pacientes. Os casos denunciados teriam ocorrido nos anos de 2015, 2018 e 2019. As denúncias foram feitas pela promotoria de Justiça de Passo de Camaragibe. Pedrosa está preso desde o dia 29 de março em uma unidade do sistema prisional em Maceió. – UOL

Pedidos de autorização para importação de canabidiol sobem 490% em quatro anos

Enquanto a demanda por autorizações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária para importação de medicamentos à base de cannabis se multiplica, o número de funcionários na instituição vem caindo nos últimos anos. Desde 2015, quando começaram a ser expedidas as autorizações, o número de pedidos que chega à instituição aumentou 490%,enquanto o quadro de servidores da Anvisa caiu quase 17% no mesmo período. Em 2015, a agência recebeu 902 solicitações de pacientes interessados em importar produtos à base de maconha. Apenas quatro anos depois, até o terceiro trimestre de 2019 já são 5.321. Ao mesmo tempo em que os pedidos se amontoam no balcão da Anvisa, a agência passou de 2.018 funcionários em 2015 para 1.684 servidores neste ano. – O Globo

Mundo

Terremoto deixa mais de 10 mortos e centenas de feridos na Albânia

Mais de 10 pessoas morreram e mais de 300 ficaram feridas no terremoto de 6,4 de magnitude que atingiu a Albânia nesta terça-feira (26), de acordo com a Associated Press. Muitos edifícios desabaram, deixando pessoas soterradas. O tremor é o mais forte a atingir o país europeu da Península dos Balcãs em décadas. O abalo foi sentido na capital, Tirana, onde moradores em pânico correram para as ruas. O balanço de mortos ainda é impreciso. A agência France Presse, citando o Ministério da Defesa, afirma que 13 pessoas morreram. A Associated Press afirma que 14 pessoas morreram e mais de 600 ficaram feridas (alguns em estado grave). – G1

Emissão de gases precisa cair mais de 7% ao ano para evitar aquecimento, diz ONU

A emissão de gases causadores do efeito estufa precisa diminuir mais de 7% ao ano no período entre 2020 e 2030 para que o aumento na temperatura média global seja de apenas 1,5°C em relação aos níveis pré-industriais. Caso as emissões não sejam reduzidas nesse ritmo, o mundo caminha para um aumento de temperatura de 3,2ºC. A conclusão do novo relatório lançado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) nesta terça-feira (26) é que os acordos atuais para a redução das emissões não são suficientes para evitar as mudanças climáticas. O Relatório sobre a Lacuna de Emissões afirma que, mesmo que todas as metas do Acordo de Paris sejam implementadas, as temperaturas deverão subir 3,2°C. – G1

Canadá tem acúmulo de 400 toneladas de maconha após excesso de produção

Os armazéns no Canadá estão repletos de maconha não vendida depois que os produtores superestimaram a demanda pela droga, que foi legalizada há um ano.
Em todo o país, os estoques de cannabis totalizaram quase 400 toneladas no final de agosto, o suficiente para atender dois anos e meio de demanda, de acordo com os últimos dados do governo. Enquanto isso, o preço da erva caiu à medida que os distribuidores de cannabis legais e ilegais brigam por participação de mercado. O estoque sugere que um ano após o Canadá se tornar a primeira grande economia a permitir o uso recreativo de cannabis em território nacional, a indústria superestimou o quanto os fumantes de maconha do país podem consumir e subestimou a capacidade do mercado ilegal de responder à concorrência. O excesso de produção e a batalha com o mercado ilícito geraram impacto nos preços. O Cronos Group, outro produtor com ações negociadas em Toronto, passou a vender cannabis seca por US$ 3,58 o grama em setembro, uma queda de mais de um terço desde o início do ano. – Folha de S. Paulo

Ladrões roubam joias avaliadas em 1 bilhão de euros de museu na Alemanha

Dois ladrões roubaram joias com diamantes, rubis e esmeraldas com valor estimado em 1 bilhão de euros (R$ 4,63 bilhões) de um museu de Dresden, no leste da Alemanha, pouco antes do amanhecer desta segunda (25), informou a diretora da instituição, Marion Ackermann. Os invasores teriam cortado o fornecimento de eletricidade no Museu Grünes Gewölbe (Cofre Verde) —que abriga uma das maiores coleções de joias barrocas da Europa e fica localizado dentro de um castelo, o Palácio Real— antes de roubarem três peças do século 18, fugindo logo em seguida. Eles entraram por uma janela e quebraram três vitrines para pegar as peças, de acordo com imagens de câmeras de segurança. As joias não tinham seguro. – Folha de S. Paulo

Polícia espanhola apreende submarino carregado com 3 mil quilos de cocaína

Na Espanha, mais de 3.000 quilos de cocaína foram apreendidos de um submarino semi-submersível de 2 metros no domingo (24). É o primeiro “narcosubmarino” capturado na Europa, de acordo com o jornal El País. Eles já foram usados para levar droga para os Estados Unidos. A operação de apreensão foi feita por uma força-tarefa que incluiu três órgãos espanhóis diferentes. Acredita-se que a droga é da Colômbia, mas as autoridades ainda estão investigando o submarino. O navio era tripulado por três pessoas - dois equatorianos foram presos, e um terceiro tripulante ainda é procurado pelos canas. – G1

Sessão de Frozen 2 acaba com briga de facão e 5 presos na Inglaterra

Uma sessão de Frozen 2 na cidade de Birmingham, na Inglaterra, foi interrompida por uma briga generalizada envolvendo cerca de 100 adolescentes, alguns deles armados de facões. De acordo com a polícia, o motivo para a desordem ainda está sendo investigado, mas ao que tudo indica parece se tratar de um confronto de grupos rivais. A polícia foi enviada para o cinema para controlar a situação na tarde do último sábado (23) e evacuou o local. Porém, relatos revelam que o encontro não foi tranquilo e famílias deixaram a sessão assustadas, com crianças chorando. – Omelete

E mais

Presidente racista do Brescia diz que Balotelli 'está trabalhando para clarear'

O futebol italiano teve mais um episódio nojento sobre racismo nesta segunda-feira (25). O presidente do Brescia, clube que Balotelli defende atualmente, falou com tom pejorativo sobre a cor de pele do atacante, vítima de preconceito recentemente durante jogo da equipe. Massimo Cellino, que também é dono do Brescia, disse as seguintes palavras ao ser perguntado sobre Balotelli: "É negro, está trabalhando para clarear, mas está com dificuldade". A frase foi dita para a imprensa presente antes de início de entrevista coletiva. Cellino ainda acrescentou que o atacante não é "bode expiatório" para a difícil situação da equipe italiana. – Globo Esporte