Publicidade
Noisey

Marielle ganha homenagens em shows nacionais e internacionais no fim de semana

Katy Perry, Emicida e outros prestaram tributo à vereadora.

por Amanda Cavalcanti
19 Março 2018, 5:17pm

Foto via Twitter

A morte da vereadora Marielle Franco, na última quarta-feira (14) no Rio de Janeiro, deixou um país todo em estado de choque e tristeza — vide as milhares de pessoas que foram para as ruas protestar o assassinato nos últimos dias. Além das manifestações populares, um punhado de artistas nacionais e internacionais homenagearam Marielle em seus shows durante o fim de semana.

Já na quinta-feira, no dia seguinte do crime, Seun Kuti, filho do Fela Kuti, se emocionou no palco do Sesc Pompeia ao falar que Marielle foi assassinada durante sua apresentação no Rio de Janeiro. Seun fez uma série de homenagens à vereadora e mais tarde, no Instagram, frisou que "todo revolucionário vive para morrer, para que possa haver um amanhã."

Na sexta-feira (16), o Don L, que se apresentou no Auditório Ibirapuera, fez uma homenagem a Marielle com as frases "o covarde morre mil vezes antes de morrer, já o herói morre apenas uma e vive pra sempre" e "Marielle Presente". Acompanhado de Nego Gallo, Lay e Terra Preta, Don dedicou o show à ela, discursou e se apresentou à frente de um painel que vídeos com as frases e uma foto da vereadora.

Emicida, em show no sábado (17) na Praça Tiradentes, no Rio, dedicou "Essa é Pra Você Primo" pra vereadora. O rapper apresentou a faixa, que fala sobre perda, luto e luta, dizendo "essa é pra você, Marielle".

Segundo o UOL, em show supresa na tarde de domingo (18), no Campo Limpo, Mano Brown e Liniker pediram um momento de silêncio em memória à vereadora. A cantora disse, também, que repetirá a homenagem em sua apresentação no Lollapalooza.

Pra fechar a série de homenagens, também no domingo a Katy Perry iluminou todo o Parque da Apoteose com a imagem de Marielle, além de chamar sua irmã e filha para subirem no palco. Depois de falas das duas (e muitos gritos de "Marielle presente"), a cantora também solicitou por um minuto de silêncio do público.

Enquanto isso, depois de ser cobrada por fãs nas redes sociais, Anitta fez um post no Instagram metendo um "all lives matter" sobre a morte da vereadora. "Se ela não fosse feminista como eu, também teria meus sentimentos, se não fosse favelada como eu, também teria meus sentimentos. De esquerda, direita, hétero, gay, pecador, religioso, o que for... Ninguém merece morrer.", comentou a cantora, meses depois do lançamento de "Vai Malandra", clipe com o qual, segundo ela, Anitta queria empoderar a favela. Leia o post completo abaixo.

Atualização - 19/3 às 15:06

Anitta apagou o texto sobre Marielle, substituindo a legenda da foto por um emoji. Você pode ler o texto que ela havia escrito antes aqui.

Assista ao nosso vídeo sobre o assassinato de Marielle:

Leia mais no Noisey, o canal de música da VICE.
Siga o Noisey no Facebook e Twitter.
Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.