Publicidade
Notícias

Boletim Matutino da VICE

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.

por Equipe VICE Brasil
27 Julho 2018, 11:39am

Reprodução / Facebook

Brasil

Prefeito de Japeri, na Baixada Fluminense, é preso por suspeita de envolvimento com tráfico

O prefeito de Japeri, cidade na Baixada Fluminense, Carlos Moraes (PP), foi preso na manhã desta sexta-feira (27) na Operação Sênones, por suspeita de associação com o tráfico de drogas. Investigação conjunta do Ministério Público do Rio de Janeiro e da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense descobriu que uma das maiores facções criminosas do estado se instalou na Prefeitura de Japeri. O objetivo é cumprir outros 38 mandados de prisão. No grupo visado estão ainda o presidente da Câmara, Wesley George de Oliveira, o Miga; o vereador Cláudio José da Silva, o Cacau; e 35 suspeitos de tráfico. – G1

Economista Roberto Gianetti deixa campanha de Doria após ser alvo da Zelotes

O economista Roberto Gianetti da Fonseca foi afastado nesta quinta-feira (26) da campanha do pré-candidato João Doria (PSDB) ao governo de São Paulo nas eleições de 2018. O afastamento foi anunciado após Gianetti ser alvo da Operação Zelotes da Polícia Federal. Gianetti era coordenador-geral do programa de governo de Doria. Ele teve endereços revistados por policiais federais nesta quinta-feira. Segundo a Polícia Federal, a empresa Paranapanema repassou R$ 8 milhões à empresa de consultoria de Gianetti, a Kaduna. – G1

Justiça torna 14 PMs da Rota réus por execução de dois suspeitos em 2015 em SP

Quatorze policiais das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar, tropa de elite da Polícia Militar de São Paulo, se tornaram réus no processo no qual são acusados de executar a tiros dois suspeitos em 6 de agosto de 2015, em Pirituba, Zona Norte da capital. A decisão foi do Tribunal de Justiça de São Paulo, que reverteu entendimento anterior da Justiça, que havia rejeitado a denúncia feita pelo Ministério Público contra os 14 PMs. Em decisão unânime, os desembargadores do TJ Reinaldo Cintra, Alberto Anderson Filho e Fernando Simão votaram e determinaram que a Justiça de primeira instância aceite a denúncia da promotoria pelos crimes de homicídio, fraude processual e porte ilegal de arma de fogo. – G1

Mundo

Três mulheres são esfaqueadas em marcha pela descriminalização do aborto no Chile

O governo do Chile pediu nesta quinta-feira (26) a abertura de processo para investigar o esfaqueamento de três mulheres que participavam de uma manifestação pela legalização do aborto em Santiago na quarta-feira (25). As vítimas foram atingidas por homens encapuzados que, no fim do ato na avenida Libertador Bernardo O’Higgins, a principal do centro da cidade, entraram em confronto com os carabineiros (policiais militares). Um agente ficou ferido. Os organizadores do ato atribuíram a ação a grupos neonazistas, contrários à liberação da interrupção da gravidez de qualquer forma. – Folha de S. Paulo

Grécia diz que há indícios de que incêndio que matou mais de 80 foi proposital

Autoridades gregas afirmaram nesta quinta-feira (26) que há "sérios indícios" de que os incêndios na região próxima a Atenas foram criminosos. De acordo com o ministro?de Ordem Pública da Grécia, Nikos Toskas, imagens de satélite, solicitadas à Nasa, ao Programa de Observação Espacial da União Europeia e outras entidades internacionais, e inspeções na área mostram que o fogo se espalhou em diversos lugares em um curto período de tempo, provavelmente devido a uma ação proposital. As imagens mostraram como não só o incêndio de Mati, mas também o de Kineta, em uma área florestal ao oeste de Atenas, foram provavelmente provocados. Lá, em menos de meia hora, foram noticiados 13 focos diferentes, todos alinhados paralelamente à estrada, segundo as fotos e vídeos dos satélites. – UOL

Reino Unido anuncia liberação do uso medicinal da maconha

O governo britânico anunciou nesta quinta-feira (26) a legalização da maconha para fins medicinais no país e a expectativa é que, a partir do fim de setembro, os médicos já possam receitar remédios baseados na substância. Caberá agora à agência reguladora do Departamento de Saúde definir quais medicamentos e usos serão autorizados e o que continuará proibido no país. Assim, não está definido ainda se os pacientes poderão usar a droga ou apenas remédios baseados em cânabis. O governo da primeira-ministra, Theresa May, é contrário à legalização das drogas, mas decidiu, em maio, autorizar um estudo que corroborasse a autorização do uso medicinal da maconha. – Valor

E mais

Barcelona põe time masculino na classe executiva e feminino na econômica

A primeira turnê conjunta entre as equipes masculina e feminina do Barcelona gerou polêmica após a divulgação de que a equipe masculina voou na classe executiva enquanto a feminina foi na econômica. As críticas começaram depois que as jogadoras postaram as fotos da viagem aos Estados Unidos em redes sociais. Torcedores sugeriram que, se não houvesse espaço para todos, os jogadores mais experientes de ambas as equipes deviam ter recebido assentos na classe executiva. – Folha de S. Paulo