Fachada lateral do prédio da loja de tecidos A Gaivota
Todas as fotos por Marcos Fantini / VICE Brasil
Noticias

O incêndio d’A Gaivota

O incidente não interrompeu as compras de Natal na região.
12 Dezembro 2018, 6:48pm

Na manhã de quarta-feira, próximo às 9h, o corpo de bombeiros do primeiro batalhão de SP foi acionado para conter um incêndio de grande porte na região da rua 25 de Março. Três andares de um prédio comercial, onde funcionava uma lanchonete e uma loja de tecidos com quase 47 anos de história, foram atingidos.

As equipes de bombeiros e defesa civil informaram que, até o momento, não há feridos nem fatalidades no local.

O prédio, localizado na rua Cavalheiro Basílio Jafet, não tinha o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) e abrigava a loja de tecidos A Gaivota, onde o incêndio teria começado. Segundo o corpo de bombeiros, poucos minutos após o início, as chamas atingiram as estruturas e o telhado do prédio, criando risco de desabamento. As causas do que ocasionou o fogo continuam desconhecidas pela perícia.

Foto: Marcos Fantini / VICE Brasil

Fundada por filhos de imigrantes italianos, a loja foi aberta em 1959 e abrigava no local também a fábrica de tecidos, que tem como seu principal negócio a exportação e distribuição de marcas como Lunne Import e Importex Global.

O prédio com mais de 40 funcionários foi evacuado e todas as lojas do quarteirão foram fechadas, formando um agrupamento de pessoas que acompanharam a ação do corpo de bombeiros por trás de uma faixa de isolamento. Apesar da aglomeração e do próprio incêndio, uma loja de decoração e utensílios domésticos localizada do outro lado da rua, permaneceu aberta até aproximadamente o meio dia, quando foi fechada por ordem dos bombeiros por estar na região conhecida como "área quente" – entorno de um local em chamas com risco de alastramento do fogo.

Foto: Marcos Fantini / VICE Brasil

A atuação dos bombeiros foi feita em diversas frentes de ataque às chamas, que incluíram o uso de uma mangueira de cima de um prédio ao lado. O fogo foi contido e não houveram vítimas.

Foto: Marcos Fantini / VICE Brasil

Foto: Marcos Fantini / VICE Brasil

Em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, o subprefeito da Sé, Eduardo Odloak afirmou que ao menos a parte inferior do prédio estava regular. "Pelo visual de trincas, provavelmente esse imóvel será demolido."

O incidente não interrompeu as compras de Natal na região.

Foto: Marcos Fantini / VICE Brasil

Foto: Marcos Fantini / VICE Brasil

Foto: Marcos Fantini / VICE Brasil

Foto: Marcos Fantini / VICE Brasil

Foto: Marcos Fantini / VICE Brasil

Foto: Marcos Fantini / VICE Brasil

Foto: Marcos Fantini / VICE Brasil

Foto: Marcos Fantini / VICE Brasil

Foto: Marcos Fantini / VICE Brasil

Siga a VICE Brasil no Facebook , Twitter , Instagram e YouTube .