O tardígrado será o último ser vivo na Terra

Físicos afirmam que esses microanimais serão os verdadeiros herdeiros do planeta.

|
17 Julho 2017, 3:52pm

Crédito: Shutterstock

Odeio ter que dar essa notícia, mas a verdade é que nós, humanos, seremos extintos em breve – algo entre 100 e 5 bilhões de anos, dependendo de que laboratório consultamos. Você deve desconfiar que a extinção humana nunca aconteceu antes e por isso é bem difícil prever com precisão. Mas, de acordo com uma nova pesquisa realizada por físicos de Harvard e Oxford, nos EUA e na Inglaterra, respectivamente, uma coisa é quase certa: muito depois da extinção dos humanos, os tardígrados ainda estarão vivos.

Também conhecido como urso-d'água, este bichinho é um extremófilo de 8 patas famoso por sobreviver onde outros organismos vivos complexos não conseguem. Com até 1,2 milímetros, ele é capaz de viver por até 60 anos, de sobreviver por 30 sem água ou alimento, de resistir a temperaturas de até 150°C e de sobreviver à exposição do vácuo do espaço.

Com essas credenciais, não é de surpreender que os físicos tenham previsto esse bicho como herdeiro da Terra – até, porque, o único jeito de se livrar dele é fervendo todos os oceanos do planeta.

"Os tardígrados são praticamente indestrutíveis aqui na Terra", afirma Rafael Alves Batista, físico de Oxford. "Sem nossa tecnologia para nos proteger, os humanos são uma espécie bastante delicada. Mudanças sutis em nosso ambiente nos impactam significativamente. A vida neste planeta poderá continuar muito depois da extinção dos seres humanos."

Leia o resto da matéria em Motherboard.