Music by VICE

O WuTremClan leva rap freestyle pros trilhos do metrô de São Paulo

Passando por várias linhas do metrô paulistano e da CPTM, MCs encontraram no coletivo um jeito de fazer grana e garantir o sustento em casa.

por Beatriz Moura; fotos por Felipe Larozza
09 Maio 2017, 8:21pm

Foto: Felipe Larozza

Imagina: você, morador da cidade de São Paulo, está indo pro trabalho, entra num vagão da Linha 9 Esmeralda da CPTM, para atravessar mais um dia a fatídica e fedida marginal Pinheiros até chegar à firma. Nesse meio tempo, você com certeza vai se deparar com a alegria (ou, dependendo do seu humor, a raiva) de ver pelo menos um tiozinho vendendo (ilegalmente) algum chocolate caro a dois reais no trem. Essa cena é trivial e corriqueira no seu cotidiano, certo?

Agora, imagina se o tiozinho vendedor de chocolate começa a rimar pra te convencer a comprar o doce dele? Foi assim que o MC carioca Du Trem meio que serviu de inspiração pro surgimento do WuTremClan, coletivo paulistano de rappers que fazem rimas nas linhas dos trens e metrôs da cidade de São Paulo pra tentar descolar uma grana. "Quando eu morava no Rio [de Janeiro], comecei a rimar nos trens de lá pra tentar vender meus doces", conta Du Trem Depois de um tempo, ele passou a fazer só as rimas pra tentar descolar uns trocados. Já em São Paulo, Du Trem comentou a ideia com o amigo paulistano Conspira, que tava desempregado e não pensou duas vezes: "Falei 'É isso! Vou começar a rimar improvisado no trem e ver quanto de dinheiro eu consigo'". Na sua primeira viagem, Conspira saiu da estação Autódromo, onde mora, sem nenhum tostão furado. Quando chegou na Pinheiros, 11 estações depois, ele já tinha conseguido 70 reais. "Agora, o trem é o sustento daqui de casa. Me ajuda a pagar as contas e a sustentar meu filho", disse o rapper de 24 anos.

Leia a matéria completa e veja o vídeo no novo endereço do Noisey.