A Brasileirinhas quer alavancar a Lava Jato – e o mercado pornográfico – com 'Operação Leva Jato'

O filme, que será lançado nesta quinta (12), mescla cenas entre "investigadas" e "corruptos". Com direito a dólar na cueca e dildo como propina.

|
12 Maio 2016, 6:00pm

Enquanto desabotoa o paletó vagarosamente, o sujeito pergunta a uma "investigada" se ela quer ver o dinheiro que ele carrega escondido dentro da cueca. Deitada num sofá coberto por um manto vermelho, a moça responde com a típica voz de quem sabe despertar os instintos mais punheteiros dos machos consumidores de pornografia audiovisual: "Eu quero. Vamos gastar". Eis uma das cenas de Operação Leva Jato, o novo filme da principal produtora pornográfica do país, a Brasileirinhas. O lançamento irá ao ar nesta quinta (12), no site da produtora, com acesso restrito aos assinantes.

Inspirado na atual e caótica situação em que se encontra o Brasil, o filme faz alusão à Lava Jato, operação que investiga o maior esquema de corrupção e lavagem de dinheiro já existentes em terras tupiniquins (que tomamos conhecimento). "Já que o país tá uma putaria, vamos fazer um filme apelando pra esse título", foi a ideia do diretor Gil Bendazon, o "ninja do pornô".

A atriz Pâmela Pantera no filme 'Operação Leva Jato'. Crédito: divulgação

"Propina, dinheiro na cueca e jato de porra pra todo lado", define a capa do filme, que mescla cenas de sexo entre atores como Britney Bitch, Big Macky, Aline Rios, Isabella Martins e Pâmela Pantera.

"Já que o país tá uma putaria, vamos fazer um filme apelando pra esse título", foi a ideia do diretor Gil Bendazon, o "ninja do pornô".

Em cena, as mulheres são as "investigadas" que aceitam propinas. Já os homens são os "corruptos" que transportam o dinheiro. "Mas eu queria outro pagamento", diz uma das atrizes, que não se contenta com cédulas falsas de reais arremessadas contra seu corpo. Em outro momento, duas atrizes abrem um saco de lixo. "Uhhhh!", vibra uma delas enquanto dildos e mais dildos caem no sofá.

Crédito: divulgação

A novidade é que Operação Leva Jato é a primeira produção da Brasileirinhas em 4K, uma resolução superior a Full HD. O título apelativo, que embarca na onda das manchetes jornalísticas um tanto esquecidas nos últimos tempos, é uma tentativa de içar o mercado pornográfico, que, assim como a Lava Jato, anda mal das pernas. "Fizemos o filme pra dar uma alavancada em tudo", justifica o diretor.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.