9 clipes com nudez que são melhores que o da Clarice Falcão

O vídeo da cantora pra "Eu Escolhi Você" conta com três minutos ininterruptos de... nada que já não tenha sido feito antes.

|
21 Dezembro 2016, 8:30pm

Eis que, em plena reta final de 2016, a atriz/cantora/comediante Clarice Falcão resolve lançar um clipe para a faixa "Eu Escolhi Você" e aparentemente "quebrar a internet" com a quantidade de nudez explícita no vídeo: são quase três minutos ininterruptos de paus e pepecas embalados por uma melodiazinha fofinha e letras românticas num som de supermercado que aparentemente serve de metáfora para o uso de um vibrador. 

Como sempre, a internet reagiu exageradamente a um clipe que, além de ser uma cópia descarada do vídeo de "You Can Dance", do Chilly Gonzales, foi claramente feito apenas pra causar justamente essa reação exagerada — "Eu Escolhi Você" teve pelo menos 150 mil visualizações durante as seis horas em que ficou no ar no YouTube, e, até o momento da publicação dessa matéria, conta com 312 mil no Vimeo.

Como sempre, também, a internet se desespera pelo simples uso da nudez em um clipe – algo que já foi (e é) feito exaustivamente não só no mundão afora, mas no Brasil. Pra exemplificar esse nosso ponto, o Noisey fez uma lista dos 9 clipes nacionais com nudez melhores que "Eu Escolhi Você". Lá vai:

Skank - Garota Nacional

Clássico! Lançado em 1996, o clipe do Skank pra "Garota Nacional" têm provavelmente a maior quantidade de nudez que a música popular brasileira tinha experienciado até então, e com vááááárias atrizes globais da época.

Dorgas - Hortência

Um dos muitos hipsterzinhos que curtem colocar nudez nos seus vídeos, o Dorgas faz bom uso do clichê indie nesse indecifrável clipe pra "Hortência", lançado em 2013.

Titãs - Pelados em Santos

Carlos Moreno, bonecas infláveis, Bárbara Paz e Cheila Ferlin de topless, tudo embalado por um cover do Mamonas. Acho que não precisa de muita explicação.

Don L e Flora Matos - Sangue é Champanhe

O Don L fez da sua parceria com a Flora Matos, "Sangue é Champanhe", o provável clipe mais sensual (e menos forçado) do rap nacional.

Ava Rocha - Auto das Bacantes

Levando em conta sua ascendência indígena e relação humana com a tecnologia, meio ambiente e com seu próprio corpo, a Ava Rocha conseguiu fazer um clipe apresentando sua nudez como algo totalmente não-erotizado e natural pra "Auto dos Bacantes".

Holger - Great Strings

Outros indies-hipsters-naturalistas que fizeram bom uso do clichê: o clipe do Holger para "Great Strings" e os cabeludos hippies peladões dançando pela floresta. 

Luziluzia - Primavera

No clipe novo do Luziluzia, "Primavera", a nudez era regra: não só os atores, como todos os participantes da (pequena) equipe de gravação do vídeo estavam como vieram ao mundo. Sente a liberdade no ar. 

Bárbara Eugênia - Jusqu'a la mort

Bárbara Eugênia torna a nudez poética, doída e afetuosa no clipe de "Jusqu'a la mort", de 2013.

Caetano Veloso - A Bossa Nova É Foda

Não tem nada de nudez explícita aqui, mas quem não aprecia um clipe com Caetano e cia. peladão?