dieta de jesus
Fotos por CAMILLA LUCIA REBECCA DALLA BONA. 
Entretenimento

Comi 'como Jesus' por uma semana

Peixe, pão e sem talheres: segui a Bíblia para comer como um Deus.
29 Janeiro 2020, 10:00am

Sou um cara comum, o que significa que como muita porcaria. Recentemente, uma colega do trabalho apontou que eu podia aprender muito com Jesus – especialmente sua “dieta saudável, sem alimentos processados” – então decidi tentar comer como o filho de Deus por uma semana. Para garantir que não ia ofender ninguém, perguntei pra amigos católicos o que eles achavam do meu experimento. Eles disseram que poderia ser bom pra mim.

Como muitos italianos, nasci numa família católica. Minha mãe é professora de escola dominical, meu pai canta no coral. Na escola dominical, aprendi muitas histórias da Bíblia, sobre escravidão, fratricídio, poligamia e tudo mais. Também aprendi que Jesus era um revolucionário, especialmente na mesa de jantar.

O Evangelho fala muito sobre a relação de Jesus com a comida. Por exemplo, o livro de Marcos diz que Jesus “declarou todos os alimentos 'puros'”. Ele basicamente disse que era de boa comer coisas proibidas no Antigo Testamento, como porco, ostras e lebre. Também sabemos pelo Novo Testamento que Jesus era um rebelde que curtia almoçar com cobradores de impostos, pecadores e trabalhadoras sexuais. E parece também que ele alimentou milhares de pessoas só com dois peixes e cinco pães, o que é impressionante pacas.

Dieta gesù

Para me preparar para o desafio, escolhi um livro de receitas cheio de pratos “descritos em detalhes” ou simplesmente “mencionados” na Bíblia. Quando comprei os ingredientes, percebi que essa foi a compra mais saudável que fiz na vida.

mangiare-come-gesù

As compras de Jesus.

Para minha semana na Dieta de Jesus, comi o mesmo café da manhã todo dia e sobras do almoço toda noite. E no caso de você ter ficado imaginando, eu – como Jesus – não usei talheres.

Primeiro Dia

Café da manhã: leite ou iogurte, figo ou uva secos, suco de romã e mel.

mangiare come gesù

No primeiro dia, tomei o café da manhã na minha varanda, curtindo a luz do Pai. Parecia que minha refeição estava sendo abençoada do céu.

mangiare-come-gesù
mangiare come gesù

Imagine você, quanto mais tempo fiquei sentado lá olhando minhas frutas secas, mais me senti como um discípulo do bem-estar. Tomei um gole do meu suco de romã, descrito nas escrituras como um “símbolo de fertilidade e abundância”. Pra mim, tinha gosto de felicidade sem açúcar.

Almoço: Peixe grelhado (de preferência de um lago).

Jesus gostava muito de multiplicar coisas, incluindo peixe. Depois da ressurreição, ele pediu aos discípulos algo pra comer. Eles ficaram com medo porque acharam que ele era um fantasma, mas “deram a ele um pedaço de peixe cozinho, que ele comeu na presença deles”.

Gosto muito de peixe fresco, mas geralmente é caro e deixa a casa inteira fedendo se você mora num cubículo, como eu. Geralmente como atum em lata, mas por Jesus, foi além:

pesce grigliato dieta gesù

Mesmo não cozinhando muito, colocar umas rodelas de limão num robalo já limpo, temperar e colocar na grill não apresentou muito desafio. A espinha, no entanto, era um risco para meu corpo mortal.

Lisca pesce

Segundo Dia

Cozido de vitela com vinho, alho-poró, abóbora e pão sírio.

Segundo o livro The Food and Feasts of Jesus, o “pão de cada dia” era uma parte fundamental da dieta do Oriente Médio no século 1 – e em muitos lugares ainda é. Para os cristãos, pão se tornou uma metáfora para nutrição espiritual – e pra mim, um substituto para os talheres.

Aqui estou eu, partindo o pão como Jesus.

Spezzare il pane gesù

O cozido de vitela, preparado com perfeição pela minha colega Camilla, nos traz para uma questão mais delicada. Alguns dizem que Jesus era vegetariano e achava que matar animais era repulsivo. “Jesus vivia num contexto cultural onde o vegetarianismo não existia, mas no Reino de Deus, todo mundo vai seguir uma dieta vegetariana”, escreveu o especialista no Antigo Testamento Gianfranco Nicore num artigo para o Instituto Italiano de Bioética da Universidade de Gênova.

A única certeza no momento é que o cozido da Camilla estava uma delícia.

Spezzatino di agnello

Terceiro Dia

Ervas amargas.

O terceiro dia me deixou preocupado. Era hora das ervas amargas, um prato consumido durante a Última Ceia e na Páscoa. O livro de receitas dizia para acrescentar alcaparra, azeitona e pistache na chicória refogada. O resultado ficou visualmente atraente – quase instagramável:

Erbe amare dieta gesù

O problema foi que esse experimento sem talheres estava lentamente voltando meus colegas contra mim. Tive que almoçar sozinho.

mangiare-come-gesu pausa pranzo

Foto por Roberta Abate.

Quarto Dia

Ricota de queijo de cabra e cebolas assadas.

Pra essa receita, voltamos para o Antigo Testamento, um tempo quando os judeus estavam caminhando pelo deserto depois de escapar do Egito. Uma jornada que, sem dúvida, devia deixar o pessoal com muita fome.

Comecei a chorar contando as cebolas, não por causa da reação física ou porque simpatizava com o sofrimento deles – só fiquei triste de ter que comer isso.

1576960620230-DSC_3160-copia

Foto do autor.

Quinto Dia

Salada de Bulgur.

O livro de receitas que usei chama esse prato de uma reinterpretação do “trigo torrado”, uma “pipoca antiga obtida cozinhando os grãos em pedras quentes”. Minha versão levava bulgur cozido com azeitona, amêndoa torrada e queijo.

Bulgur dieta gesù

Salada de bulgur.

Eu queria dizer que não comi tudo sozinho, mas foi minha primeira refeição decente em dias e o dia seguinte seria um desafio. Então sim, comi tudo sozinho mesmo.

dieta di gesu vino

Sexto Dia

Jejum.

Se Jesus jejuou por 40 dias e 40 noites, achei que eu poderia jejuar por um. Mas trabalho numa redação com um monte de jornalistas de comida, e a tentação era grande. Prestes a desistir, decidi ligar para minha professora dominical favorita: minha mãe.

Ela fez um monólogo sobre como o Diabo tentou convencer Jesus a transformar pedras em pão para que ele fracassasse em seu detóx espiritual. Fiquei me sentido angustiado e encorajado.

Sétimo Dia

Sopa de lentilha.

De onde eu venho, “trocar alguma coisa por um prato de lentilha” significa que você foi enganado. A história vem do Antigo Testamento, como o livro de receitas apontava, quando Jacó engambelou o irmão Esaú o convencendo a trocar sua herança de primogênito por um prato quente de lentilha. Aí Jacó teve que fugir porque o irmão queria acabar com a raça dele.

Resumindo, eu não queria comer essas lentilhas.

lenticchie dieta gesù

Selfie pelo autor.

Os resultados do meu experimento: Perdi 2,6 quilos em uma semana, rezei muito (perguntado pra Deus se essa foi uma boa ideia mesmo) e acidentalmente acabei bêbado sozinho duas ou três vezes porque tomei muito vinho. Eu também tinha mais energia e menos gases.

Obrigado, Jesus. Agora eu sei porque você aparece com barriga de tanquinho naquelas pinturas.

Matéria originalmente publicada pela VICE Itália .

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tradução do inglês por Marina Schnoor.