Noticias

Boletim Matutino 20/02/20

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.
20 Fevereiro 2020, 12:48pm
49199068506_926ab892dc_o

Brasil
Encapuzados armados aterrorizam cidade e tentam matar senador no Ceará
Um grupo de homens encapuzados armados, que seriam policiais militares em "campanha" (de terror) por aumento salarial, passou a tarde desta quarta-feira (19) aterrorizando a cidade de Sobral, no Ceará. Os supostos militares amotinados – que a Secretaria da Segurança investiga se são policiais – invadiram batalhões da Polícia Militar, retiraram veículos oficiais e particulares e esvaziaram pneus nas ruas. O governador do Ceará, Camilo Santana, solicitou que policiais civis fossem às ruas fazer o serviço de patrulha. Em Sobral, homens encapuzados ordenaram que comerciantes baixassem os portões. Após um ultimato de cinco minutos, o senador Cid Gomes (PDT-CE) tentou entrar em um batalhão da PM usando uma retroescavadeira. Ele foi baleado com dois tiros – veja o vídeo. – G1
Estado de saúde de Cid Gomes é estável, e senador deve ser transferido para Fortaleza
No início da madrugada desta quinta-feira (20) o secretário da Saúde do Ceará, Dr. Cabeto deu detalhes sobre o estado de saúde do senador Cid Gomes (PDT). Conforme o médico, Cid deverá ser transferido para o hospital Monte Klinikum, em Fortaleza, na manhã desta quinta. As primeiras horas após Cid ser baleado foram de observação sobre possíveis sangramentos, hidratação intensa e reposição de oxigênio. O governador Camilo Santana (PT) deverá visitar Cid Gomes nas primeiras horas da manhã desta quinta. "Clinicamente, acho que vai ter condição de transferência, porque o quadro clínico é estável. Não tem sinal de sangramento e nenhum órgão foi acometido", explica Dr Cabeto. Um dos dois projéteis que atingiram Cid perfurou o pulmão, mas não houve sangramento. Nenhum vaso sanguíneo importante e nenhuma área do coração foram afetados. – JC Online
Assembleia Legislativa do Ceará quer CPI para investigar associações de militares milionárias
O pedido de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as verbas milionárias recebidas pelas associações de policiais e bombeiros militares do Ceará começou a tramitar nesta quarta-feira (19), na Assembleia Legislativa do Estado (AL-CE). A movimentação pela CPI acontece em meio a uma crise na segurança pública no Ceará. Parte dos policiais e bombeiros militares têm organizado, desde o início de fevereiro, atos reivindicando melhoria salarial. Uma decisão do Supremo Tribunal Federal de 2017 determinou que é inconstitucional o direito de greve de servidores públicos de órgãos de segurança e proibiu qualquer forma de paralisação nas carreiras policiais. A CPI deve investigar os mais de R$ 120 milhões recebidos por 12 associações de policiais e bombeiros nos últimos seis anos, segundo dados da Secretaria Estadual do Planejamento. – G1
Após senador ser baleado, Moro autoriza envio da Força Nacional ao Ceará
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, autorizou nesta quarta-feira (19) envio da Força Nacional de Segurança Pública ao Ceará. Moro atendeu ao pedido de reforço na segurança feito pelo governador do estado, Camilo Santana (PT), que enfrenta um motim de parte da Polícia Militar. Desde a noite de terça-feira (18), PMs cearenses protestam contra a proposta de reestruturação salarial feita pelo governo. Nesta quarta, o senador Cid Gomes (PDT) foi baleado após tentar invadir um quartel ocupados por policiais. Em ofício, Moro afirmou que recebeu informações de Camilo "sobre movimento paredista da polícia do estado" e solicitação do "envio da Força Nacional de Segurança Pública para colaborar com as forças de seguranças estaduais na garantia da lei e da ordem". – Folha de S. Paulo
Viaturas da Polícia Militar têm pneus furados durante bloco de carnaval, em João Pessoa
Pelo menos seis viaturas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros tiveram os pneus furados na noite desta quarta-feira (19), antes do desfile do bloco Muriçocas do Miramar, em João Pessoa. Ainda não há uma confirmação de quem teria danificado os veículos, mas a suspeita é que tenham sido policiais que participavam de uma paralisação de 12h. Um PM contou que cerca de vinte policiais encapuzados o abordaram e furaram os pneus. A paralisação foi encerrada ainda por volta das 23h da quarta-feira, de acordo com Steferson Nogueira, presidente da Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia da Paraiba (Adepdel), uma das representações do Fórum. Cerca de 300 policiais não puderam trabalhar na segurança do bloco das "Muriçocas", que teve como principal atração o cantor Alceu Valença. Conforme a assessoria da PM informou à TV Cabo Branco, mais de 500 policiais teriam participado do esquema de segurança, quando a previsão era de mais de 800. – G1
Advogado da família Bolsonaro nega que miliciano morto fosse miliciano
O advogado de Flávio Bolsonaro e Jair Bolsonaro, Frederick Wassef, diz que a morte do ex-PM Adriano da Nóbrega foi uma "execução", com a participação do governo da Bahia. Em entrevista à Folha nesta terça (18), ele afirma que o ex-capitão do Bope “não é miliciano, nunca foi miliciano, não participava de nenhuma milícia”. Acusado de comandar a mais antiga milícia do Rio, o Escritório do Crime, Adriano era investigado por participação em diversos homicídios no Rio, suspeito de integrar um grupo de assassinos profissionais do estado e ser sócio no jogo de máquinas caça-níqueis. "O que tem é um brasileiro, a quem chamaram de miliciano, de chefe do escritório do crime, de envolvido na morte de Marielle [Franco, vereadora do PSOL assassinada em 2018] e de ser ligado à família Bolsonaro. Eu lhe afirmo e desafio a qualquer um no Brasil: todas as afirmações são falsas, mentirosas e levianas”, afirma. – Folha de S. Paulo
PF diz que Lula não será enquadrado na Lei de Segurança Nacional
A Polícia Federal informou hoje ter concluído que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não cometeu crime previsto na Lei de Segurança Nacional (instrumenot da época da ditadura) na investigação a respeito de declarações públicas em que o petista chama o presidente Jair Bolsonaro de "miliciano". A PF disse já ter encaminhado um relatório da investigação à Justiça. "Resta demonstrado a inexistência de qualquer conduta praticada, por parte do investigado, que configure crime previsto na Lei de Segurança Nacional", diz a nota oficial do departamento. O órgão subordinado ao ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, afirma que o ministro não "orientou ou determinou" que Lula fosse enquadrado na LSN, uma lei sancionada em 1983, durante a ditadura militar. "A solicitação, recebida pela PF, se restringia ao pedido de apuração de declarações que poderiam caracterizar, em tese, crime contra a honra do atual senhor presidente da República", afirmou a PF. – UOL
Bretas solta namorada do doleiro Messer após ela sugerir delação
O juiz federal Marcelo Bretas determinou hoje a soltura Myra Athayde, namorada do doleiro Dario Messer, e de Alcione Athayde, mãe de Myra. A decisão de Bretas leva em conta artigos do pacote anticrime sancionados pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O pacote anticrime prevê que prisões preventivas devem ser avaliadas pela Justiça a cada 90 dias. Nessa avaliação, a ordem de prisão só pode ser mantida caso haja fatos novos que justifiquem a medida. Myra Athayde recebeu uma mensagem do namorado Dario Messer em agosto de 2018 na qual ele fala que pagou propina ao procurado da Lava Jato, Januário Paludo, e negociava uma delação premiada com a Polícia Federal. A mensagem foi obtida pela Polícia Federal em investigação sobre Messer.A citação de Paludo levantou suspeitas de que Messer poderia ter sido protegido por investigadores. Paludo nega relação ou proteção a Messer. – UOL
Imagens de CPI indicam disparo ilegal de mensagens pelo WhatsApp na eleição
Imagens enviadas pelo ex-funcionário da Yacows Hans River do Rio Nascimento e exibidas nesta quarta-feira (19) na CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) das Fake News indicam que a empresa realizava disparos ilegais de mensagens pelo WhatsApp. As fotos foram anexadas às investigações da comissão que apura a disseminação de notícias falsas nas eleições de 2018. Durante a sessão desta quarta, os parlamentares ouviram o depoimento de Lindolfo Alves Neto, o principal sócio da Yacows, empresa investigada na CPMI pelo disparo em massa na última disputa eleitoral. As imagens mostram caixas contendo chips de celulares em cima de mesas da empresa, vários aparelhos conectados a um computador e com o WhatsApp Web aberto, além de fotos de monitores com registros de sistemas internos da companhia. Em uma das imagens, é possível ler o início da frase “Urgente: Marcelo Odebrecht delata Fernando Haddad”. – Folha de S. Paulo
Governo não atualiza tabela do IR, e você vai pagar mais imposto em 2020
As regras do Imposto de Renda 2020, divulgadas hoje pela Receita Federal, confirmam que a tabela não sofreu correção pelo índice de inflação em 2019. Na prática, ao não corrigir a tabela, o governo realiza um aumento de impostos. A tabela do IR não sofre correção desde 2015. Pelo anúncio de hoje, a faixa de isenção permanece em R$ 1.903,98 por mês, a mesma do ano passado. Durante a campanha eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro havia prometido subir a faixa de isenção para cinco salários mínimos, o que equivalia a R$ 4.770 na época. No ano passado, o presidente voltou a falar em subir a faixa de isenção, mas menos, para R$ 3.000. Considerando a inflação do ano passado, de 4,31%, a defasagem da tabela do imposto atinge 103,87%, segundo estudo elaborado pelo sindicato dos fiscais da Receita Federal, o Sindifisco Nacional. – UOL

Ativista toma dura gratuita, vai parar na delegacia e perde próprio aniversário no Rio

O ativista Raull Santiago, morador do Complexo do Alemão, favela da zona norte do Rio, acreditava que passaria a noite desta quarta-feira (19) em casa, comemorando o aniversário com a família. Ao sair de uma reunião no Complexo da Maré, no entanto, foi abordado pela polícia, teve o celular apreendido e acabou parando na delegacia. Pouco antes das 20h, ele começou a gravar o ao vivo no Twitter, alertando: "SOS, policiais do Choque altamente violentos nos pararam no meio da avenida Brasil. Estão sufocando o Tiaguinho e Ricardo, apontaram fuzil para nós, mandaram esperar à frente". O ativista havia participado de uma reunião na Maré, comunidade que nesta semana foi novamente palco de duradoura operação policial com mortes. Raull e amigos deixaram o local em três motos –a primeira foi interceptada pela polícia. Segundo o grupo, os policiais xingaram, foram abusivos e queriam investigar os celulares sem ordem judicial. A gravação ao vivo no Twitter de Raull é cortada quando um policial tira o celular de sua mão. "Não, não pode pegar o meu celular não", diz o ativista, antes do fim do vídeo. Conforme posteriormente Raull contou à imprensa, um dos policiais teria dito que o levaria à delegacia por desobediência e resistência, se ele continuasse falando. O ativista, então, teria decidido, ele próprio, que gostaria de ir à delegacia. – Folha de S. Paulo
Após furtos, arrastão e baleados, blocos exigem mais segurança no Carnaval de SP
Após inúmeros casos de roubo, furto e até mesmo arrastão, registrados no último fim de semana, fundadores de blocos de rua, em São Paulo, expressaram hoje preocupação com a violência e pediram mais segurança por meio de carta aberta. A mensagem, assinada por 153 representantes de blocos, é encaminhada à Polícia Militar, ao prefeito de São Paulo, Bruno Covas, ao secretário municipal de Cultura, Alexandre Youssef, entre outras autoridades. "É fundamental que exista segurança pública proporcional ao tamanho do carnaval ou as pessoas deixarão de frequentá-lo, por medo", diz trecho da carta. "É de extrema importância que os órgãos responsáveis se comprometam a reavaliar suas estratégias e redobrar seus esforços para garantir o bem-estar dos foliões", completa. – UOL
Sargento da Marinha é preso após ejacular no braço de uma mulher no ônibus no Rio
O Terceiro Sargento da Marinha José Carlos Vidal Ferreira, 34, foi preso em flagrante na manhã de hoje após ejacular no braço de uma mulher dentro de um ônibus, no Rio de Janeiro. A vítima, Priscila Trindade Rodrigues, 32, expôs o caso em seu perfil no Facebook. "Esse nojento, filho de chocadeira, ejaculou no meu braço dentro do ônibus, na BR 101! Às 7h10, a caminho do trabalho, quantas mais mulheres passam por isso e são desacreditadas e desassistidas? [...] Meu corpo não é objeto sexual!", escreveu Priscila. O caso aconteceu na linha 409, que percorre a Rodovia Niterói-Manilha, em São Gonçalo (Região Metropolitana do Rio). Ao jornal Extra, a vítima contou que, quando percebeu o que tinha acontecido, gritou para os demais passageiros e recebeu apoio. Na altura da Ilha das Flores, onde há sempre uma patrulha, ela fez sinal para a viatura, que obrigaram o motorista a parar. – UOL
Mundo
Morrem dois passageiros com coronavírus do navio em quarentena no Japão
Dois idosos diagnosticados com o novo coronavírus que estavam a bordo do navio de cruzeiro "Diamond Princess", que ficou em quarentena no Japão, morreram, informou nesta quinta-feira (20) a imprensa do país citando fontes do governo. As vítimas são um homem e uma mulher que teriam cerca de 80 anos, de acordo com a emissora de TV NHK e outros veículos. Até o momento, porém, não há comunicado oficial do Ministério da Saúde japonês. Os dois idosos estavam doentes antes de contrair o novo coronavírus e foram retirados da embarcação nos dias 11 e 12 de fevereiro, informou a NHK. O Japão anunciou na noite de quarta (19) que 79 novos diagnósticos do coronavírus foram detectados a bordo, elevando o número total de casos registrados na "Diamond Princess" para 621. – G1
Suspeito de massacre em dois bares na Alemanha é encontrado morto, diz polícia
Um homem considerado pela polícia suspeito assassinar oito pessoas na cidade de Hanau, na Alemanha, a leste de Frankfurt, foi encontrado morto em sua casa ao lado de outro cadáver. Segundo a polícia local, o homem é “supostamente o responsável pelo massacre”. “Não há indicações de que outros suspeitos estejam envolvidos”, afirmou a polícia no Twitter. A polícia não revelou a identidade dos dois homens achados mortos. Os ataques ocorreram em dois bares de shisha - estabelecimento onde frequentadores se reúnem para fumar narguilé. Os assassinos fugiram em um carro preto. Não há ainda informações sobre outras pessoas baleadas nesses bares. – G1
Feministas voltam às ruas pela legalização do aborto na Argentina
Dez dias antes de o presidente Alberto Fernández apresentar um projeto de lei que regulariza o aborto na Argentina, apenas pela vontade da mulher, até a 14ª semana de gestação, a praça diante do Congresso Nacional, em Buenos Aires, foi tomada pelos "lenços verdes" nesta quarta-feira (19). Símbolo das feministas a favor da legislação, o lenço é inspirado nas Mães e Avós da Praça de Maio, que usavam em seus protestos um lenço branco na cabeça, com os nomes de seus filhos ou netos desaparecidos. A proposta de mudança na legislação foi uma das promessas de campanha do presidente —e a razão pela qual vários movimentos feministas e de direitos humanos deram apoio à sua candidatura. O ato teve início às 17h em Buenos Aires e em mais de cem cidades argentinas. – Folha de S. Paulo
E mais
Morre José Mojica Marins, o Zé do Caixão, aos 83 anos; velório será aberto ao público em SP
O velório do ator, diretor e roteirista José Mojica Marins, conhecido pelo personagem Zé do Caixão, será realizado nesta quinta-feira (20) no Museu da Imagem e do Som. A cerimônia será aberta ao público. Ele morreu aos 83 anos, vítima de uma broncopneumonia, nesta quarta-feira (19). O corpo será sepultado no Cemitério São Paulo, às 12h desta sexta-feira (21). A morte foi confirmada pela filha de Mojica, a atriz Liz Marins, nesta quarta-feira (19). Ele morreu às 15h46, no hospital Sancta Maggiore, em São Paulo. O cineasta estava internado desde o dia 28 de janeiro para tratar de uma broncopneumonia. Filho dos artistas circenses Antonio André e Carmen Marins, José Mojica Marins nasceu no dia 13 de março de 1936, em São Paulo. Mojica dirigiu 40 produções e atuou em mais de 50 filmes. Seu interesse pelo cinema de terror escatológico começou nos anos 1950, mas foi em 1964, com o filme "À meia-noite levarei sua alma", que ganhou o apelido de Zé do Caixão. – G1
São Paulo é a cidade que mais ouve Iron Maiden no mundo segundo Spotify
O Iron Maiden é uma das bandas mais importantes e bem sucedidas da história do heavy metal. Com quatro décadas de história, mais de 100 milhões de álbuns vendidos e uma legião de fãs espalhados ao redor do mundo, sobretudo no Brasil e especialmente na cidade de São Paulo. No Spotify, maior plataforma de streaming de músicas do mundo, a capital paulista figura no topo de uma lista como a cidade que mais ouve Iron Maiden no planeta. Em números, apenas no Spotify, o Iron Maiden possui mais de 200 mil ouvintes mensais na capital paulista. – Iron 666 Maiden