Um youtuber resolveu contar como estuprou sua ex

E o resultado disso é o vídeo do mineiro Everson Zoio com seus amigos rindo do ocorrido.

|
27 Julho 2018, 6:43pm

Imagem: Reprodução.

Matéria atualizada às 18h06.

Everson Henrique de Oliveira, também conhecido como Everson Zoio, é um youtuber de Extrema, Minas Gerais, que está presente na plataforma de vídeos no canal Família Everson Zoio. Num vídeo de 7 de março de 2017, Everson resolveu contar como foi o dia que dormiu na fazenda com sua ex-namorada. O texto abaixo obviamente contém gatilhos.

O relato conta como resolveu transar com sua namorada sem seu consentimento, mesmo ela falando duas vezes que não ia rolar. Zoio aproveita de seu sono para baixar sua calcinha e tentar penetrá-la. Ah, nisso, seus quatros amigos homens se acabam de rir de tudo o que ele conta. Estes são alguns trechos de seu relato no vídeo:

"Nesse dia, eu queria dar umas 'galadas' nela, dar umas furadas. Só que daí, ela estava cansada e falou: 'não vai rolar'."

Eu pensei que estava com sangue na xota, e não era. Coloquei a mão na calcinha e está suave hoje, está tranquilo. E se estivesse menstruada a gente ia pelo caminho de terra. [Novamente] Ela falou que não ia rolar, que estava cansada. Eu falei beleza, não vou te forçar porque não sou estuprador, mas mesmo assim suave. Ela estava de pijaminha bem fino, fui abaixando, devagarzinho, sem querer acordar ela e consegui tirar.

Coloquei pro lado, foi entrando, mano. Primeiro, eu coloquei só a cabecinha e fiquei amortecendo. O grandão já bateu na porta e ficou lá. Vamos ver se ela acorda ou não. Foi só um teste. Só que eu fui empurrando, empurrando e ela não acordava. Fiquei dando umas cutucadas e ela acordou e falou: o que que é isso? Eu fiquei sem graça e depois resolvi dormir. Era só pra ser uma brincadeirinha, sem ela ver."

Pronto. Nada mais precisa ser dito. Aqui chegamos no ápice em que o homem hétero, de uma sociedade cheia de privilégios, puramente machista e patriarcal, precisa mostrar mais uma vez que seu prazer tem que ser aliviado. Não importa como e com quem. Consentimento ou não.

Everson ainda diz que não é estuprador e que não queria forçar, mesmo ouvindo repetidamente que sua ex não estava a fim. Nessa altura, sexta, 27 de julho de 2018, o vídeo estava com mais de 276 mil visualizações e, claro, foi excluído assim que veio à tona, levando junto o nome de Everson aos trendings topics.

Imagem via YouTube

E, vejam só, este não foi o único vídeo em que Zoio disse ter se aproveitado do sono de uma garota para fazer sexo. A internet ligeira ressuscitou o vídeo abaixo, assim que o assunto se espalhou na rede:

E o desenrolar do caso começou: o Curitiba Social Mix, evento de cultura digital, comunicou que o youtuber não participará do evento no dia 28 de julho, e que o festival repudia qualquer forma de violência às mulheres.

Para quem não entendeu, mais uma vez vai lá: SEM CONSENTIMENTO É ESTUPRO. A internet mais uma vez está aí debulhando em teclas para dizer que: estupradores, machistas e racistas não passarão.

Siga o Bruno Costa no Twitter.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.