Boletim Matutino da VICE - 20/5/2019

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.

|
20 Maio 2019, 1:28pm

Brasil

Janaina Paschoal se diz contra manifestação de apoio a Bolsonaro: ‘drama’

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP), conhecida por ter sido uma das autoras do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, publicou uma série de mensagens no Twitter na qual afirma ser contra as manifestações que estão sendo convocadas para apoiar o presidente Jair Bolsonaro no dia 26 de maio. Para ela, se as ruas estiverem vazias, Bolsonaro perceberá que terá de parar de "fazer drama" para trabalhar. "Pelo amor de Deus, parem as convocações! Essas pessoas precisam de um choque de realidade. Não tem sentido quem está com o poder convocar manifestações! Raciocinem! Eu só peço o básico! Reflitam!", escreveu. – UOL

11 pessoas são mortas em chacina em Belém do Pará

A Polícia Civil do Pará investiga uma suposta relação entre a chacina em que 11 pessoas foram mortas dentro de um bar no bairro do Guamá, em Belém, no último domingo (19), com o tráfico de drogas. Segundo testemunhas, sete homens chegaram ao local atirando. O Instituto Médico Legal (IML) já identificou 9 das 11 vítimas. Uma pessoa ficou ferida e está sob proteção policial. O crime aconteceu por volta das 16h. De acordo com as investigações, uma festa ocorria no local quando sete homens encapuzados chegaram em uma moto e três carros e dispararam contra as vítimas. Quase todas foram baleadas na cabeça. Dos 11 mortos, 6 são mulheres e 5 são homens. – G1

Vídeo mostra PM dando voadoras em moradores da Brasilândia, em SP

Imagens feitas com celular mostram um policial militar agredindo com voadoras dois moradores da Brasilândia (zona norte de SP), por volta das 11h de sábado (18). Um Inquérito Policial Militar foi instaurado para investigar o caso. A reportagem apurou que a PM foi acionada ao local por conta do som alto, dentro de uma residência na rua Pedro Alba. Quando a polícia chegou ao local, o responsável pela casa desligou a música e foi conversar com os PMS na rua. Uma testemunha, que pediu anonimato, afirmou que o homem não autorizou a entrada da polícia na casa dele, alegando que o problema já estava resolvido. Ele também teria negado entregar o documento de identificação. Por conta disso, ainda segundo a testemunha, ele foi imobilizado e agredido por alguns policiais. – Agora

Homem é preso após atropelar e arrastar namorada por 50 metros no interior de SP

Um homem de 36 anos foi preso em flagrante após atropelar e arrastar a namorada com o carro por 50 metros até bater o veículo contra um portão por volta das 22h30 de sábado (18), em Vargem Grande do Sul (SP). Ele responderá por tentativa de feminicídio. A vítima foi internada em estado grave no hospital da cidade com ferimentos na cabeça e fratura no fêmur. De acordo com o delegado Jorge Mazzi, o casal estava em um Fusion preto na Avenida Walter Tatoni, em frente ao hospital da cidade. Quando a mulher, de 47 anos, saiu do veículo, o homem jogou o carro contra a namorada, segundo a polícia. A mulher ficou presa no carro e foi arrastada até colidir com um poste na calçada. – G1

Casal de militares é preso com mais de mil munições de fuzil em SP

O Comando do 28º Batalhão de Infantaria Leve em Campinas (SP) determinou a abertura de um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar o furto de 1.397 munições de fuzil da unidade. Um casal de militares - capitão e tenente - vinculado ao batalhão foi preso em flagrante no sábado (18) em Atibaia (SP) com os materiais. De acordo com o tenente-coronel Eduardo José Lopes Gonçalo, oficial de Comunicação Social da 11ª Brigada de Infantaria Leve, localizada na metrópole, será apurada a informação de que os militares estavam voltando do Rio de Janeiro pela Rodovia Dom Pedro I (SP-065) quando foram abordados pela Polícia Rodoviária. O destino era Campinas. – G1

Marcha da Maconha no Recife defende descriminalização da erva

A 12ª Marcha da Maconha no Recife reuniu ativistas, neste sábado (18), em prol da descriminalização do uso da maconha para fins medicinais e recreativos e também pelo respeito às pessoas. A concentração ocorreu em frente ao monumento Tortura Nunca Mais, na Rua da Aurora, no bairro de Santo Amaro, no Centro da capital. “Hoje pedimos muito mais pela vida dos negros e pobres”, diz a organizadora da marcha há nove anos, Ingrid Farias. Com o tema “Sejamos livres. Libertem nosso povo”, o ato contou com 2 mil participantes, de acordo com a organização da marcha. – G1

Motos são proibidas de trafegar na Marginal Pinheiros a partir desta segunda em SP

Começou a valer na manhã desta segunda-feira (20) a proibição da circulação de motos na pista expressa da Marginal Pinheiros, em São Paulo. A nova regra foi anunciada pela Prefeitura de São Paulo no mês de abril. A circulação de motos fica proibida na pista expressa da Marginal Pinheiros, no sentido Castello Branco (Cebolão). Nos primeiros 30 dias, ninguém será multado. A medida faz parte do Plano de Segurança Viária. Após o período, quem não seguir a regra vai cometer uma infração média e será multado em R$ 130,16, além de perder quatro pontos na carteira de motorista. – G1

Lula está apaixonado e vai se casar, afirma ex-ministro

O ex-ministro Luiz Carlos Bresser Pereira afirmou neste sábado (18), em uma postagem em uma rede social, que o ex-presidente Lula está apaixonado e vai se casar assim que sair da prisão. A previsão dos advogados do petista é que ele deixe o regime fechado ainda neste ano, após ter a sua pena no caso do tríplex de Guarujá reduzida em abril pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça). Bresser visitou Lula na última quinta-feira, na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba (PR), onde o ex-presidente está preso desde abril do ano passado. Bresser tratou sobre a vida pessoal do ex-presidente. “Está apaixonado e seu primeiro projeto ao sair da prisão é se casar”, disse. A namorada de Lula é a socióloga Rosângela da Silva, que visita o petista com frequência na cela da PF e tem por volta de 40 anos. – Folha de S. Paulo

Eduardo Bolsonaro diz "Lula" como dica para palavra "livre" no "Mega Senha"

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) participou na noite deste sábado (18) do programa "Mega Senha", apresentado por Marcelo de Carvalho, na RedeTV!. Em uma das rodadas, quando a palavra escondida era "livre", Eduardo deu a dica: "preso", recebendo 'solto', como chute da competidora. A segunda dica do político foi "quase", e a participante arriscou "cadeia''. Em seguida, Eduardo disparou: "Lula", na tentativa que a participante associasse o nome do ex-presidente, atualmente preso, com a senha secreta. – UOL

Fernandinho Beira-Mar planeja site para vender produtos com a sua marca

Capturado há quase duas décadas nos arredores de um acampamento das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) na selva amazônica, o traficante Luiz Fernando da Costa foi retratado à época pelos jornais colombianos como o "Pablo Escobar brasileiro". Passados 18 anos de sua prisão por militares do país vizinho, ele planeja usar a internet para abastecer a cidade com outros tipos de produtos: canecas, camisas, bonés e capas para telefone celular. Tudo com a marca FBM, incluindo dois livros de sua autoria. Uma das obras fala sobre Jesus Cristo, monografia escrita para conclusão do curso de Teologia, que fez à distância. O segundo texto é uma biografia, onde ele retrata a sua trajetória à margem da lei. – UOL

Marx está presente em apenas 4% de disciplinas de pesquisa em filosofia

Os programas de pós-graduação em filosofia no Brasil não têm forte presença de disciplinas sobre Karl Marx. Somente 4% de todas as matérias dos programas de mestrado e doutorado nessa área têm o pensador alemão como tema ou referência. A produção acadêmica sobre o autor também é baixa nessa área. O levantamento feito pela Anpof (Associação Nacional de Pós-graduação em Filosofia) mostra que, de 46 programas de pesquisa na área, 12 têm disciplinas que abordam Marx diretamente, ou 4% do total de 338 disciplinas. – Folha de S. Paulo

Mundo

Vice-chanceler de extrema-direita da Áustria renuncia após suspeitas de corrupção

A sombra da corrupção explodiu a carreira política do líder ultradireitista e vice-chanceler austríaco, Heinz-Christian Strache. A publicação na sexta-feira de um vídeo de 2017 em que ele supostamente oferece a possibilidade de conseguir contratos públicos para uma oligarca russa em troca de apoio eleitoral, levou Strache a apresentar sua renúncia do cargo e da direção do partido, e abriu uma grave crise no Governo apenas um ano e meio após a formação da coalizão entre os conservadores do chanceler, Sebastian Kurz, e a extrema direita do FPÖ. – El País

Multidão vai às ruas do Chile por descriminalização do cultivo de maconha

Unidas sob o slogan “Cultive seus direitos”, milhares de pessoas inundaram o centro de Santiago de verde, neste sábado (18), com uma imensa e pacífica marcha para exigir do governo de Sebastián Piñera a descriminalização do cultivo de maconha no Chile. Realizada também em outros países, a mobilização reuniu cerca de 80 mil pessoas em sua XV edição, relatou a Fundación Daya, uma das organizações apoiadoras da iniciativa. Em um comunicado, a Daya pede que o Chile adote “uma nova regulação sobre a maconha que seja justa, democrática”. Os chilenos querem que a opção de fumar maconha “seja uma decisão (sua), e não que passe pelo governo”, disse à AFP Valerie Peñaloza, durante a passeata. – Istoé