Rockstar Games pede para publisher deixar os mods de 'GTA V' em paz

Empresa bota panos quentes na disputa, mas ainda não sabe como impedir que os mods acarretem em cheats na versão online do game.

|
23 Junho 2017, 8:25pm

Na semana passada, a Take-Two Interactive, publisher de Grand Theft Auto, emputeceu um monte de jogadores ao enviar uma carta que pedia ao desenvolvedor Yuriy "Good-NDS" Krivoruchko que desistisse da sua popular ferramenta de modding para o game, a OpenIV.

Muitos jogadores encararam a ação como ataque ao conceito de modding, em especial porque o OpenIV serviu como ferramenta de desenvolvimento das versões para PC de games da série GTA por quase uma década.

A reação da comunidade foi rápida e nada discreta. Muitos lotaram a página do Steam do título com avaliações negativas, organizaram quase 80.000 assinaturas em petição no Change.org e fizeram centenas de postagens P I S T O L A em vários fóruns de games.

Agora, a desenvolvedora de GTA V, Rockstar Games, interferiu na treta e afirma ter entrado em contato com Krivoruchko para resolver todo o quiproquó.

"A Rockstar Games acredita na criatividade dos fãs e, em especial, quer que criadores mostrem sua paixão por nossos títulos", afirmou a empresa em comunicado publicado em seu site.

"Após conversas com a Take-Two, a publisher concordou não tomar ação legal contra projetos de terceiros envolvendo títulos da Rockstar para PC que sejam de um único jogador, não-comerciais e respeitem a o direito de propriedade intelectual de outros. Isso não se aplica a serviços multiplayer ou online; ferramentas, arquivos, bibliotecas ou funções que possam ser usadas de forma a afetar serviços multiplayer ou online; ou que usem outras propriedades intelectuais (inclusive da própria Rockstar) no projeto."

A coisa complica mesmo no segundo item: o motivo pelo qual o OpenIV é tão popular entre modders é que permite a edição do formato de arquivos proprietário do jogo. É exatamente isso que possibilita os mods para um jogador. O problema é que alguns usaram a funcionalidade para mexer no GTA Online, estragando a experiência de outros jogadores com cheats e truques.

Nesta semana, Krivoruchko disse ao Motherboard que não criou o OpenIV com isso em mente. Comentou também que nem se interessa pelo GTA Online, apesar de admitir que alguns modders possam ter usado seu software de forma que afetassem para o mal a experiência online do game. (A pedido de Krivoruchko, não daremos detalhes dos métodos mencionados por ele justamente para evitar mai s problemas no GTA Online.)

Como consta no comunicado da Rockstar, a Take-Two deve ir atrás daqueles mods que afetam GTA Online, mas ainda não está claro como o OpenIV continuará possibilitando que usuários modifiquem a experiência de um jogador do game sem facilitar o uso de cheats.

A Rockstar afirma estar conversando com Krivoruchko para definir isso. A julgar pelo comunicado, a prioridade da Take-Two será mesmo ir atrás de mods problemáticos ligados ao GTA Online.