FYI.

This story is over 5 years old.

Entretenimento

Testemunhe a Transfobia Alimentar uma Multidão Violenta em Myrtle Beach, Carolina do Sul

O curta dirigido pela artista de Los Angeles Alli Coates e estrelado pela artista performática Signe Pierce é um duro golpe de realidade, refletindo como parte da sociedade age violentamente com as pessoas transgênero.
24 Abril 2015, 8:30pm

American Reflexxx é um curta poderoso dirigido pela artista de Los Angeles Alli Coates e estrelado pela artista performática Signe Pierce como um espelho da sociedade. Bom, pelo menos de certa parte da sociedade. No vídeo, Pierce cruza o calçadão turístico de Myrtle Beach, Carolina do Sul, sem falar, apenas posando sugestivamente e seguindo em frente. Imediatamente, membros da multidão crescente começam a fazer propostas sexuais ("Você vai transar comigo depois?) e vociferar acusações sobre seu gênero ("É um travesti!"). Eles ficam enraivecidos com o silêncio dela. "Deus vai rir da sua calamidade", diz um pregador.

O filme prova que a realidade pode ser muito mais estranha que a ficção. Sem contar o final, posso dizer que isso chega até o clímax chocante em que a artista é realmente atacada por membros da multidão. É incrível ver o que adultos podem fazer quando estão de férias. Vi essa obra pela primeira vez dois anos atrás na Art Basel, em Miami Beach, e escrevi na época: "O vídeo é aterrorizante, surreal – e verdadeiro". Nesta semana, o curta foi lançado no site americanreflexx.com e já provocou centenas de comentários, a maioria expressões de desespero sobre a imagem da sociedade apresentada por Pierce e Coates. "Vejo humanos mas nenhuma humanidade", frisa um comentarista.

Assista ao vídeo acima e veja abaixo os GIFs feitos pelas artistas com exclusividade para a VICE. Saiba mais sobre a Alli Coates no site dela e veja mais da realidade de Signe Pierce no Tumblr.

Tradução: Marina Schnoor

Publicidade