Educação Ocupada

Estudantes se enfrentam, e o RJ tem sua primeira desocupação escolar

E os responsáveis são estudantes contrários às ocupações. De acordo com relatos, os policiais apenas observaram enquanto os alunos se enfrentavam.

por Maurício Fidalgo
10 Maio 2016, 10:25pm

Todas as fotos por Maurício Fidalgo.

Na manhã desta terça-feira (10), o movimento Ocupa Tudo sofreu um ataque dos movimentos de desocupação no Rio de Janeiro. Pelo menos cinco escolas sofreram investidas de outros estudantes que são contrários às ocupações. Na Escola Mendes de Moraes, a primeira instituição a ser ocupada no estado, o movimento, conhecido como Desocupa, obteve sucesso.

Cerca de 20 estudantes pularam os muros e quebraram os cadeados colocados pelo movimento de ocupação. Pelo menos dois estudantes ficaram feridos no decorrer da ação. O aluno J. A., 16 anos, foi machucado enquanto tentava conter a desocupação: fecharam uma porta no braço dele, que foi arranhado. Ele ainda relatou que, apesar de terem chamado a polícia e uma viatura estar presente no momento do acontecido, os policiais apenas observaram enquanto os estudantes se enfrentavam. Mais tarde dois jovens foram encaminhados à delegacia, mas já foram liberados.

Agora pelo menos 30 estudantes do movimento de desocupação estão dentro da escola Mendes, e oito carros da Polícia Militar do Rio de Janeiro protegem as entradas e saídas da instituição, permitindo o acesso apenas aos estudantes do Desocupa, que livremente entram e saem da escola.

Não é a primeira vez

Na ultima sexta (6), o colégio Mendes também sofreu um ataque por conta dos estudantes que querem a liberação da instituição. R. G., 17, afirma que o movimento de desocupação quer a volta às aulas e que a greve dos professores atinge apenas um pequeno número de turmas. Afirmou ainda que o próximo passo do movimento é entregar as chaves para que o diretor da escola retorne às atividades.

Vale ressaltar que a polícia responde ao governador do Rio de Janeiro, assim como os diretores e secretários de educação do Estado. Oficiais da Vara da Infância e Juventude se encontram no local e colhem depoimentos dos estudantes. O clima é de tensão com trocas de acusações e ameaças entre os estudantes de ambas as partes.

Veja mais fotos abaixo.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.

Foto: Maurício Fidalgo

Foto: Maurício Fidalgo

Foto: Maurício Fidalgo

Foto: Maurício Fidalgo

Foto: Maurício Fidalgo

Foto: Maurício Fidalgo

Foto: Maurício Fidalgo

Foto: Maurício Fidalgo

Foto: Maurício Fidalgo

Foto: Maurício Fidalgo

Foto: Maurício Fidalgo

Foto: Maurício Fidalgo

Foto: Maurício Fidalgo

Foto: Maurício Fidalgo