A Tokimonsta Está Surfando a Nova Onda Beat de Los Angeles

A DJ e produtora de LA Jennifer Lee voltou com disco novo e conta como toda essa onda começou.

|
set 17 2014, 6:00pm

Recentemente, Tokimonsta anunciou seu retorno com um show no Ace Hotel no centro de Los Angles como parte da série da Red Bull - This City Belongs to Me. Nas salas centenárias da United Artists Theater, lotadas de vigas arqueadas até o teto, Toki estreou as faixas de seu próximo álbum Desiderium, lançado pelo seu próprio Young Art.

Depois de lançar seu disco de estreia no Brainfeeder, selo do Flying Lotus, ela saltou para Ultra, onde lançou o Midnight Menu. "Eles têm recursos diferentes", compara ela. "O Brainfeeder não tem o tipo de recurso que a Ultra tem, mas o Brainfeeder tem um tipo de cultura capital. O Brainfeeder é sempre um lugar para o qual eu posso voltar, mas a Ultra é algo que eu queria experimentar. A experiência com a Ultra foi muito boa, mas seguiu seu curso. Fiquei muito orgulhosa desse álbum. Se fosse lançado pelo Brainfeeder, teria sido exatamente o mesmo trabalho. Particularmente sobre esse lançamento, eu queria sair um pouco fora de toda essa coisa de selo. Bom, tecnicamente ainda é um selo, mas é meu próprio selo".

Jennifer Lee, verdadeiro nome de Toki, ganhou destaque como parte da geração de inebriantes produtores de cena beat em Lincoln Heights [um antigo bairro de LA]. Você já deve ter ouvido falar do: Low End Theory. O movimento surgiu  por lá, em parte graças à comunidade muito unida que frequentam semanalmente o The Airliner em Lincoln Heights. Hoje em dia, não rola mais a mesma vibe. "O Low End é uma loucura agora," Toki lamenta. "Eu não posso lidar com isso. Fico claustrofóbica. Quando [a balada] começou, era um lugar realmente mágico. Havia apenas um punhado de gente que frequentava o lugar e a maioria das que tocavam lá eram pessoas que conhecíamos de alguma forma. Era até meio limitado. Foi quando todos nós nos se conhecemos, inclusive o Flying Lotus".

O sucesso de Low End Theory deu lugar a uma nova geração de produtores de beat music em Los Angeles. Há uma tendência entre aqueles que surgiram dentro de um grupo influente com seus  sapatos curmudgeon ao falar sobre as gerações seguintes. Mas não a Tokimonsta: "Eu realmente estou nessa. Gosto muito da galera. O Supreme Team, Soulection, eles estão fazendo coisas legais, estão trazendo de volta a alma para a música e... sua música não é complicada. É muito acessível, mas sempre tem muita técnica envolvida. Minha música sempre foi assim. Eu sempre fiz a música mais acessível de todos na Brainfeeder, mas ainda é muito estranho para o público em geral".

No entanto, um pouco misandria é uma necessidade apenas para manter uma cena verdadeira. Não paraTokimonsta: "Eu definitivamente não sou uma pessoa cínica sobre a nova geração. Alguns dos caras da vanguarda do hip hop podem ser assim "nah, isso não é vinil!". Ainda que precisemos de referências assim. Cada geração precisa ter alguém para manter o prestígio de sua geração. Dam Funk é um bom rapaz que é exatamente assim. O produtor de Detrit, House Shoes, talvez".

Tokimonsta tem sido parte da família Red Bull desde que ela era um membro da classe do RBMA em 2010. Eu, essa repórter, sempre fui curiosa para saber o que realmente rolava nas sessões. "É muito divertido", ela explica. "É quase como um acampamento de verão, apesar de estar congelando em Londres na primavera. Temos aulas duas vezes por dia e tudo que você quiser, eles fazem por você. Em algum momento, alguém pediu um Glockenspiel (um instrumento musical) e eles conseguiram. Quer um baixo vertical? Tivemos três deles, e um monte de sintetizadores bem obscuros. Lunice estava na minha classe. As vezes eu saia com a Katy B, Kid Kneivel e Illumsphere. Eu ainda mantenho contato com ele. Katy B estourou depois de dois meses com aquele remix do Benga, "Katy B on a Mission". E eu ficava tipo, 'Puta merda! Devia ter gravado mais músicas com ela!'".

Por essas e por outras, é bom ficar ligado nos próximos lançamentos da Young Art. "Estamos conversando com algumas pessoas sobre contratação. A maioria das pessoas que querem ser contratadas são pessoas com quem já trabalhei. Tenho todas essas músicas com esses vocalistas incríveis - gosto de encontrar cantores que ninguém conhece, mas eles têm uma plataforma para lançar seus próprios projetos. Eu só quero servir de trampolim para as pessoas. Eu não quero ser uma espécie de magnata", arremata.

Desiderium será lançado em 23 de Setembro pela Young Art.

Toki nas redes:
soundcloud.com/tokimonsta
tokimonstamusic.tumblr.com
facebook.com/tokimonsta
twitter.com/tokimonsta

Jemayel nem consegue mais curtir o Low End... - @JemayelK

Tradução: Jules Sposito

Mais VICE
Canais VICE