Entretenimento

Já tava ruim, mas o vídeo das famosas cantando piorou tudo

Por favor, parem de passar vergonha.
24 Março 2020, 8:46pm
famosas catando trem bala
A cantora Anitta (à esquerda) e a atriz e cantora Larissa Manoela. Imagem: divulgação/vídeo

Jair Bolsonaro demonstra diariamente sua falta de competência em administrar o país, as secretarias estaduais de Saúde contabilizam 2.100 pessoas infectadas pelo coronavírus e 34 mortes foram registradas. A gente pensa que não há nada que não possa piorar a situação do Brasil em frangalhos. Até que, na noite de segunda (23), foi publicado nas redes sociais um vídeo em que várias mulheres famosas, entre elas atrizes, cantoras e influenciadoras digitais como Anitta, Larissa Manoela, Grazi Massafera, Bruna Marquezine e Vic Ceridono cantam o pop hit "Trem Bala", da cantora e compositora Ana Vilela.

O objetivo tem lá seu valor: arrecadar dinheiro para as UTI's de hospitais públicos do Brasil. Quem encabeça a campanha é a Comunitas, que se descreve como uma "think and do tank dedicada à integração de uma agenda Brasil". Mas o fato de um monte de mulher rica, no conforto de suas mansões, segurando seus cachorrinhos caríssimos no colo, cheias de cirurgia plástica na cara tentando salvar o Brasil do coronavírus acabou virando piada nas redes sociais. Diante da distopia que temos vivido nas últimas semanas, esse era o único resultado possível.

A inspiração deve ter surgido com o vídeo publicado pela atriz Gal Gadot na gringa, onde vários famosos cantam "Imagine", do John Lennon. Porque passação de vergonha não é exclusividade de brasileiro.

Nada contra doações. O ato de doar é lindo. Mas, nesse momento do país, quem devia botar a mão no bolso são os bancos e os grandes empresários que lucram o ano inteiro em cima das classes menos abastadas. Num Brasil com quase 12 milhões de desempregados e trabalhadores formais correndo o risco de ficarem quatro meses sem salários e sem nenhum perdão de contas mensais ou dívidas – sem nem mencionar os trabalhadores informais – , é bem vergonhoso esse tipo de ação marketeira/solidária. Uma coisa é doação de grandes empresas, de gente rica, que, inclusive, devia fazer isso bem silenciosamente, sem querer ganhar biscoito dos outros. Outra coisa é tentar convencer fã de influenciadora – que abocanha cerca de R$ 20 mil só com um publipost na timeline do Instagram – a doar dinheiro, sendo que estamos sempre lá no alto no ranking de países com a maior carga tributária do mundo.

A meta da Vakinha criada é levantar R$ 3 milhões de reais. Até agora, um pouco mais de R$ 200 mil foram arrecadados. Enquanto isso, a chuva de memes internet afora não para, é claro.

Siga a VICE Brasil no Facebook , Twitter , Instagram e YouTube .