Munchies

O Look do Fogão é comida bonita, caseira e sem afetação

A jornalista Simone Giuza conta como o seu perfil de 'food porn' das comidas caseiras a ajudou a superar a depressão pós-parto.

por Bruno Costa
02 Agosto 2018, 10:00am

Foto via Instagram do Look do Fogão.

A gente sabe o Instagram é o império das aparências. Todo mundo que frequenta de forma mais assídua a rede social aceita até meio cinicamente que quase tudo o que se vê por lá é milimetricamente arquitetado e produzido para criar aquele quentinho no coração que é um misto de inveja e o mais puro e selvagem deleite estético. É meio que pornografia, mas em estado bruto, sem a sacanagem +18. E quando o assunto é comida e alimentação, iti malia, quase ninguém se salva escondendo a carteirinha de palestrante na feira das vaidades. Quase ninguém por que graças à Deusa existe o Look do Fogão.

As páginas criadas pela jornalista Simone Fiuza, 33, no Instagram e YouTube têm bombado nas redes muito por conta da absoluta transparente honestidade. São fotos e vídeos dos preparos, receitas e comidas que guardam uma absurda semelhança com os pratos mais cotidianos possíveis, aqueles que você literalmente cresceu comendo. Porém se fosse só o rangão da labuta diária, jantona cansada pós-expediente, a chance do resultado ficar pelas bandas do famigerado Comidas Feia seria grande. E absolutamente não é o caso da Simone.

Ficar em frente às câmeras era um sonho antigo de Simone, que quando pequena, brincava de apresentar programas com suas irmãs. "Fiz faculdade de jornalismo sonhando em um dia ser apresentadora, mas na época nenhum professor permitia eu ser a apresentadora por ser gorda", conta.

Simone superou o trauma acadêmico trabalhando como modelo plus-size, e assim foi por 13 anos. Porém, diz que ficou de fora do mercado por eventualmente passar a usar manequim 52. “[Isso] me deixou mais triste ainda."

Casada e mãe de dois filhos, Simone revela que sofreu de depressão pós-parto na sua segunda gravidez. "Em meio aquela dor na alma que sentia e ao meu tratamento, comecei a encontrar calma e prazer na cozinha. Quando começava a cozinhar me encontrava, a tristeza passava e me acalmava."

"Passei a compartilhar as fotos do meu fogão sem pretensão alguma no meu perfil pessoal e um amigo me disse: 'Amo o seu look do dia, mas o look do seu fogão é maravilhoso'", relata. "Na mesma hora criei o Look do Fogão e passei a compartilhar minhas experiências. Faz um ano e meio. Estou muito feliz com todo esse retorno e hoje curada da depressão”, conta Simone.

A paulistana comenta que muitas pessoas pedem por comida fit e que ela tenta algo com um prato sem carne ou um arroz integral, entretanto, decreta: "Fit mesmo não é meu foco, deixo para os outros perfis do Instagram. Não gosto de gastar minhas calorias comendo comida ruim."

Simone não esconde sua relação passional com a cozinha. "Eu faço minha comida com tanta calma e amor, que deve ser por isso que dá certo e fica bonito. Já fui para cozinha mal humorada, triste e a comida ficou horrível, cozinhar é verdadeiramente um ato de amor. Quando termino, coloco a minha salsinha picada ali nas panelas e me dá uma sensação de gratidão pelo alimento que tenho, que de certa forma posso inspirar pessoas a cozinharem para a família, para as pessoas que amam e até pra elas", finaliza.

E o amor da Simone com a comida transparece a cada post no Instagram. Delicie-se com mais maravilhas caseiras do Look do Fogão:

Siga o Bruno Costa no Twitter.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.