Publicidade
Music by VICE

Rica Pancita analisa os lançamentos da sexta #131

Vamos ouvir músicas porque tá chegando o fim de agosto, mês do desgosto.

por Rica Pancita do Twitter
30 Agosto 2019, 5:53pm

Fala galerinha.

Finalizando mais um mês aqui, já tamo quase no final, muita força que a gente consegue chegar lá, apesar de não saber o que vamos encontrar “lá”. Mas enfim, vamo que um dia melhora.

A nível de lançamentos, que vem a ser o tema dessa coluna, foi uma semana bem fraquinha em quantidade & qualidade. Muito popzinho que tanto faz a existência, muito funk que legal, mas tem de monte igual, então nem tem muito o que destacar, enfim um grande volume de sons que semana que vem a galera vai esquecer que existiu. Complicado, mas faz parte também, num é toda semana que a galera tá altas performance.

Aí você pergunta “mas o que que teve então?” Teve foi isso aqui, resumidamente:

----AS TOPZERA DA SEMANA----

Lana Del Rey - Norman Fucking Rockwell!
É um bom ajuntadão de baladas folk muito lentinhas. O lado negativo é que você tem que tar na vibe da baladinha folk lentinha, senão algum momento vai ficar cansativo, já que é 1 hora de disco, e nóis que ouve disco somos exceção, já que a onda da galera é o playlist feito por algoritmo. Mas assim, todas as músicas estão muito bem produzidinhas, melodia show, o vocal dela cabe bonito nas músicas, mas no finalzinho eu num tava mais querendo ouvir baladinha. Queria dar um grauzinho, e a Lana não dá grauzinho. Não bota o dedinho pro alto, não faz o “iiihuuuuu”. É só lentinhas que fala ao coração. Enfim toda essa enrolação é pra falar que o disco é bom bem bom, porém recomenda-se ir preparado, que a viagem é longuinha.

Xande de Pilares - “Meu Pitel”
Samba top total. Com isso eu acho que já praticamente expliquei o que é a música. Animou demais, gostei bem. E pode ver aí no histórico que não é sempre que eu boto um samba entre as top.

----AS BOAS DA SEMANA AÍ----

Charli XCX - “Warm”
Vou dizer que é som maneiro. Segue a onda do pop-eletrônico bom que ela faz, mas também soa meio “tá, mas cê já fez isso aí”. É bom, mas no momento eu estou nesse conflito aí de ela já ter feito som bom assim que soa quase igual os outros sons bons. Tem que tar tomando cuidado com isso aí ela e o A.G. Cook.

!!! - Wallop
Há uns 15 anos essas onda discopunk, DFA Records e etc era muito modernão, muito descolex. Eu nem curtia muito o !!! à época, mas vá lá, eles tavam dentro. Hoje esses sons soam apenas algo de 15 anos atrás. Um bom albúm de 15 anos atrás, qualquer faixa desse disco taria tocando na pistinha do Milo Garage, mas que de fato é bem difícil reconhecer como algo atual de tão datado que ficou o discopunk. É bom? É bom. Mas tem isso aí que eu falei.

Four Tet - “Anna Painting”
Eu já até falei aí com uns dos meus #seguimores sobre a minha total incapacidade em escrever sobre música eletrônica, o que acaba até mesmo afetando a quantidade de lançamentos do gênero que vem parar nessa coluna. Então assim, baita som mas fiquei por vários e vários minutos empacado sem saber como descrever esse som de pistinha aí. Aí realmente o que eu posso falar é que é um baita som e aí vocês acreditam e isso basta. Se não bastar, aí ferrou.

Miranda Lambert - “Way Too Pretty for Prison”
Countryzinho muito do show. Animadinho tipo “Sheryl Crow só as melhores”, caipiraço de tudo, bem do legal. Gosto bem.

----AS MENOS BOAS DA SEMANA AÍ----

Pabllo Vittar - “Sente a Conexão”
A parte positiva é a produção, os timbres da batida e a melodia, que fica quase um PC Music brasileirinho. Mas a música em si é fraquinha de tudo, Deus do céu. Um duetinho que num vai pra lugar nenhum. E dava pra ir. Só não foi. Dessa vez não deu, mas o caminho é esse aí, galera.

Tarja - In The Raw
Estou bem surpreso que dei play nesse disco e não foi uma experiência desgraçante, por incrível que pareça PORÉM calma, que eu também não falei que é bom (meio que é, sim). Primeiramente isso aí é pop rock. Podia num ser antes, mas hoje metalzinho melódico com vocal “going under” (riiisoooss) é tão pop rock quanto o U2. Aí fica nessa já conhecida ondinha de feira medieval no parque com os cara brincando de lutinha de espada e beber hidromel no chifre, o que é meio cafona, mas até que divertido de ouvir. Em resumo, não foi ruim de ouvir. É só cafona só, mas de boa.

Siga a VICE Brasil no Facebook , Twitter, Instagram e YouTube.