Um Culto Muito Louco: igreja evangélica no AL distribuía maconha para os fiéis

Pastores de Maceió, que são pai e filho, disseram ter recebido uma "revelação divina" que justificava o ato.

|
out 2 2018, 9:55pm

César Barbosa comendo a iguaria "feijão com maconha", que preparava com a erva que ganhava do pastor. Crédito: Reprodução/AL TV

Fogo na Babilônia: nessa terça (2), o telejornal AL TV, da Globo, veiculou uma matéria em que investigava uma igreja que fornecia maconha aos fiéis no bairro de Benedito Bentes, em Maceió. Sim, é isso mesmo que você leu.

A partir da denúncia anônima de um vacilão, a Polícia Militar do estado chegou ao local e apreendeu 15 quilos de maconha da plantação dos pastores Manoel Batista da Silva, de 47 anos, e Lucas Batista da Silva, de 23, que são pai e filho. A reportagem alega que, no depoimento dado à PM, a dupla afirma que a partir de uma "revelação divina", começaram a cultivar maconha e distribuir aos fiéis as sementes e folhas, a fim de que fizessem chá com a erva.

Mas calma, que a história fica muito melhor. Depois de resumir o caso, a reportagem visitou os arredores da "Igreja dos Humildes", como é chamado o local de culto, e conheceu alguns dos frequentadores que utilizavam da cannabis distribuída pelos pastores. Rodrigo Lima, primeiro entrevistado, ouve do repórter a pergunta "tinha maconha no culto?" e responde na lata: "Tem que ter! Não é o lugar dela?". E detalha o uso da droga na igreja: "A gente fumava depois da oração, antes também..."

Mas nada se compara à iguaria preparada por Cícero Barbosa, segundo fiel entrevistado pelo AL TV: o feijão com maconha. "A gente toma chá, consome no feijão, no arroz, fuma também. Mas graças a deus nunca senti nada não, nem uma dor de cabeça eu tenho."

Era de se esperar que o culto fosse interrompido um dia, mas dá pra dizer que a Igreja dos Humildes foi boa enquanto durou.



Siga a VICE Brasil no Facebook , Twitter, Instagram e YouTube.

Mais VICE
Canais VICE