Hackers atacam BuzzFeed e afirmam ter acesso ao banco de dados do site

Mais uma invasão de empresa de comunicação para lista.

|
05 Outubro 2016, 5:49pm

Nesta quarta-feira, alguém que se diz ligado ao grupo hacker OurMine invadiu uma parte do site do BuzzFeed dos Estados Unidos e alterou uma série de artigos. Ele também afirma ter uma cópia do banco de dados do site.

"HACKEADO POR OURMINE", diz a chamada de um dos artigos. "Não compartilhem notícias falsas sobre nós novamente, temos seu banco de dados. Da próxima vez ele irá a público. Não mexa com o OurMine de novo", continua o texto.


Print: Joseph Cox/Motherboard

De acordo com uma busca no Google em páginas salvas do BuzzFeed, pelo menos três artigos tiveram suas chamadas alteradas brevemente para "Hackeado por OurMine" ou algo do gênero. Na manhã de quarta, dois destes artigos apontavam para erros de página não encontrada, e o terceiro, escrito pela britânica Kimberley Dadds, parece ter sido revertido para a versão original.


Print: Joseph Cox/Motherboard

O OurMine chamou atenção depois de ter invadido as contas em redes sociais de vários CEOs de empresas e gente de alto calibre. Geralmente, o grupo publica no Twitter ou em algum outro meio público um link para o seu site a partir da conta invadida e afirma que sua motivação é promover melhorias na segurança do usuário. O grupo oferece serviços pagos nesse sentido.

No decorrer do último semestre, uma série de grandes invasões veio à tona. Houve muitos casos de hackeamento de e-mails e vazamento de senhas de milhões de pessoas, o que possibilitou que hackers usassem tais dados contra outros sites na esperança de que também funcionassem.

A reutilização de senhas é uma das principais maneiras pela qual o OurMine acessou contas de terceiros, mas o acesso por meio de aplicativos terceirizados também é um problema.

A conta do BuzzFeed News no Twitter postou uma breve nota para comentar que as invasões ocorreram após "artigo do BuzzFeed News ter relatado que um adolescente saudita é o provável culpado pela invasão a CEOs e celebridades". O mesmo artigo está fora do ar, provavelmente apagado pelos hackers, a julgar pelo comunicado.

"O BuzzFeed News está se esforçando para restaurar os artigos alterados, incluindo a matéria original sobre o grupo", disse a empresa.

O OurMine, por sua vez, publicou uma mensagem em seu site fazendo referência ao artigo do BuzzFeed News que supostamente identificava um de seus integrantes. "Hackeamos porque estão espalhando notícias falsas sobre nós", escreveram.

Empresas de comunicação tem um longo histórico como alvo de hackers. O hacker conhecido como w0rm invadiu veículos como Wall Street Journal, VICE, dentre outros em 2014. A rede Gawker Media também foi alvo de ataques em que hackers vazaram senhas da equipe e de usuários.

Tradução: Thiago "Índio" Silva