O que é que a Bahia esconde

FYI.

This story is over 5 years old.

Fotos

O que é que a Bahia esconde

Pescadores, ébrios, travestis e a vida dentro das comunidades entre ruas e vielas de Salvador sob a ótica de Vinicius Ferreira.
05 Fevereiro 2014, 1:30pm

Foi em Salvador, na Bahia de Todos os Santos, que o documentarista porto-alegrense Vinicius Ferreira sacou sua câmera da mochila e fotografou pescadores, ébrios, travestis e a vida dentro das comunidades entre ruas e vielas de concreto. Entediado enquanto integrava uma bienal, ele percebeu que circular pela cidade que estanca seu povo entre o mar e o morro seria mais compensador do que o tal evento. “Salvador tem uma latinidade em tudo. Existe um ar atraente e ao mesmo tempo intimidador, pois a violência e a disparidade entre classes são gritantes.”

Convidado por amigos e locais, ele fotografou trabalhadores de rua e de praia acostumados com o sol a pino, adentrou as comunidades para retratar a simplicidade cotidiana de vizinhos que batem papo sentados no chão da rua e de uma janela que serve de varal para roupas de mulher. Perguntei se a foto do homem molhado, de sunga listrada e peixes no chão, tinha uma história. “Estava fotografando na casa de um morador, que também é um bar. E simplesmente chegaram dois caras que acabaram de pescar. Eles pediram uma cerveja e ficamos conversando.” O Vinicius também fotografou os artistas da Toda Deseo, um grupo mineiro que trabalha questões relacionadas ao universo trans e que estava na área. Curta o que é que a Bahia tem e esconde na galeria de fotos aí em cima.

Se quiser ver mais trabalhos do Vinicius Ferreira, cola no site dele.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter e Instagram.