Publicidade
Identidade

Narcisistas e psicopatas adoram continuar amigos de ex

Um estudo descobriu que muitas pessoas que continuam amigos de ex-amantes são narcisistas e psicopatas. Falamos com um especialista para entender porque aquele seu ex-namorado problemático fica te mandando DMs.

por Diana Tourjée ; Traduzido por Marina Schnoor
05 Setembro 2019, 10:00am

Foto por BONNINSTUDIO via Stocksy.

Quem já se perguntou que tipo de psicopata continua amigo dos ex, um estudo analisou por que pessoas com “traços de personalidades sombrios” (como narcisismo, duplicidade e até psicopatia) mantêm relacionamentos depois do fim do namoro. Para muita gente, ficar amigo do ex é algo impensável. Até o Psychology Today incentivou o público a não ficar amigo de uma chama extinta: “ex dão menos apoio emocional, ajudam menos, não são tão confiáveis e estão menos preocupados com a felicidade da outra pessoa”.

Em "Staying friends with an ex: Sex and dark personality traits predict motivations for post-relationship friendship”, os pesquisadores da Universidade de Oakland Justin Mogilski e Lisa Welling pediram a 860 participantes para listar suas motivações para seu envolvimento com um ex. Segundo o Daily Mail, os pesquisadores também analisaram os participantes para determinar quem tinha traços de personalidade sombrios. “Estudos anteriores mostraram que pessoas que marcam alto nesses traços têm mais chances de escolher amigos por razões estratégicas, e preferem relacionamentos de curto prazo”, segundo o Daily Mail. Os pesquisadores queriam saber se isso também era verdade para ex-amantes.

Para determinar isso, os participantes listaram suas razões para manter um relacionamento com os ex por importância. A classificação de maior importância era dada para aqueles que sentiam que seus ex-relacionamentos eram “confiáveis e de valor sentimental”. Mas os pesquisadores também descobriram que os participantes que apresentavam “medidas sombrias de personalidade” tinham mais chance de manter relacionamentos com os ex por “razões práticas e sexuais”.

Numa entrevista para a Broadly, o especialista em narcisismo Dr. Tony Ferretti explicou por que pessoas com personalidades sombrias – particularmente narcisistas – querem dormir de conchinha com o cadáver de um relacionamento morto. “Narcisistas odeiam perder, então eles fazem o que podem para manter alguma conexão se não escolheram terminar”, disse Ferretti. “Eles podem ter seu narcisismo ferido quando são rejeitados por um parceiro e têm dificuldades de se desapegar ou se curar disso.”

Relacionamentos românticos são importantes para a saúde psicológica, explicou Ferretti, acrescentando que laços íntimos têm vários benefícios: “Pessoas que têm relacionamentos próximos e saudáveis tipicamente são mais ativas fisicamente, mais conectadas socialmente, vivem mais, e são mais saudáveis”, ele disse, acrescentando que indivíduos com parceiros até têm menos chance de fumar. “Pessoas em relacionamentos profundos, próximos, saudáveis e íntimos tendem a ser mais felizes.” Como uma lista tão grande de benefícios, não é surpresa que alguém possa querer manter um ex-parceiro por perto ou tentar reivindicar o que eles compartilharam antes.

Mas para narcisistas, há outros benefícios em relacionamentos, explicou Ferretti, e outras motivações para se apegar ao que acabou. Por exemplo, um narcisista pode sentir que seu status ou posição social é amplificado por causa do parceiro. É por isso que egomaníacos têm “esposas-troféu”, disse Ferretti, acrescentando que na mente do narcisista, uma esposa-troféu é uma melhora para seu valor próprio e confiança. “Narcisistas têm quantidades tremendas de orgulho e não aceitam outros ficarem com seus ex.”

Ferretti concorda com as descobertas do estudo de Mogilski e Welling, dizendo que tipos sombrios de personalidade estão mais interessados em como relacionamentos podem ser úteis para eles e que tais pessoas “podem continuar conectadas com seus ex para ter acesso a recursos valiosos. Eles também têm informações internas sobre as vulnerabilidades e fraquezas de seus ex, que podem explorar e manipular para ter um senso de poder e controle”.

Matéria originalmente publicada no Broadly EUA.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Tagged:
Broadly
sexo
exes
relacionamentos
transas
narcisismo
psicopatia