Publicidade
Documentário

O filme de skate mais bonito do ano em uma praia congelada na Noruega

Conversamos com o diretor Jørn Nyseth Ranum sobre o maravilhoso documentário 'Northbound'.

por Catherine Chapman
14 Junho 2016, 7:48pm

Skatistas noruegueses enfrentaram temperaturas abaixo de zero em Northbound. Imagem: Lukasz Zamaro.

A tecnologia digital ampliou as possibilidades criativas no cinema, e filmes de skate não ficaram de fora. Mas, apesar de recursos de computação gráfica e de animação, quando se trata desse tipo de filme, o que importa mesmo, além das manobras, é o local. Apesar de alguns lugares inventivos já terem sido levados às telas, como em Red Bull Perspective – A Skateboard Film, no qual skatistas deslizam por um parque aquático, a maioria das filmagens é feita em simples áreas de concreto, e não nas areias congeladas de praias remotas na Noruega.

Também representando o gênero, o filme Northbound (Mot Nord em norueguês) recebeu recentemente Menção Especial do Júri no Tribeca Film Festival deste ano. O curta de 10 minutos é estrelado por quatro dos melhores skatistas da Noruega — Karstein KleppanHenrik LundHermann SteneDidrick Galasso — no que parece ser o local mais frio onde já foi feito algum filme de skate, durante a semana mais fria do ano. Filmado em diferentes pontos das Ilhas Lofoten, Northbound não é apenas um filme sobre manobras impressionantes, mas sobre a descoberta do fato de que, quando se tem vontade, encontra-se uma maneira de andar de skate no duro inverno do Ártico.

The Creators Project conversou com Jørn Nyseth Ranum, diretor e skatista nas horas vagas, e cujo trabalho Northbound chamou nossa atenção.

Teaser de Mot Nord (Northbound), de Łukasz Zamaro, no Vimeo.

The Creators Project: Como foi ter seu filme exibido em um dos principais festivais de cinema do mundo?

Jørn Nyseth Ranum: Nós não acreditamos quando soubemos! Foi muito legal.

Você tem apenas 27 anos, mas esse é seu segundo filme, uma ideia que surgiu de seu primeiro trabalho, North of the Sun, uma história sobre quando você passou 9 meses surfando na costa norte da Noruega. De onde veio a ideia de Northbound?

Estávamos surfando em um dos dias mais frios do inverno. Cheguei até a costa e senti que a areia era sólida como rocha. Parecia concreto. Foi então que tive a ideia de tentar andar de skate na praia. Tentei algumas vezes sozinho, fiz algumas rampas pequenas e funcionou, então fiz este projeto maior.

E você conseguiu atrair alguns dos maiores skatistas da Noruega — foi fácil?

Quando falei com os skatistas, a maioria deles foi bastante solícita. Claro, alguns não acreditavam que fosse dar certo, era uma ideia totalmente nova. Mas acho que a maioria dos skatistas está acostumada a sair de sua zona de conforto e tentar coisas novas. Eles gostaram da ideia de fazer algo que ninguém havia feito antes e também da ideia de combinar o skate das cidades com a natureza.

Northbound_Łukasz Zamaro_1.jpg

As areias da praia congelada se tornam uma perfeita pista de skate. Northbound. Imagem: Lukasz Zamaro.

Então este não é um vídeo de skate típico…

Assisti a muitos filmes de skate antes de começar e já havia visto muitos deles ao longo da vida, mas meu objetivo nunca foi fazer um filme de skate. Eu só assisti como inspiração. Filmes de skate tentam inovar viajando para lugares estranhos ou colocando cenários descolados, mas é raro ver algo realmente novo relacionado ao próprio skate. Esses filmes geralmente focam no registro de novas manobras, mas este não é o objetivo de Northbound. Northbound é sobre um novo jeito de andar de skate, no qual paisagem e natureza desempenham um papel muito importante. Acho que é uma mistura de curta-metragem, documentário e filme de skate.

Northbound_Łukasz Zamaro_5.jpg

Com paisagens pitorescas, Northbound combina natureza e o skate das cidades. Imagem: Lukasz Zamaro.

Quais foram os desafios que encontrou na produção do filme?

Ficamos muito estressados em relação a quando partir para as filmagens, porque precisava estar frio o bastante para conseguirmos andar de skate, e isso não acontece com tanta frequência na costa. Os skatistas e a equipe ficaram de sobreaviso durante todo o inverno, e tivemos que arriscar quando a previsão parecia favorável. Mas nós tivemos sorte, vimos depois que escolhemos a semana mais fria do ano. Nosso projeto não seria possível em nenhum outro momento.

Northbound_Łukasz Zamaro_8.jpg

Frio, Frio, Frio! Northbound. Imagem: Lukasz Zamaro.

Qual era a temperatura?

Fez -10°C na maior parte do tempo, mas -10°C é muito frio quando você está na costa, com toda a umidade e o vento. Às vezes a temperatura chegava a -15°C próximo ao mar.

São condições bem duras. Alguém se machucou?

Ninguém sofreu ferimentos graves, apenas alguns machucados leves durante as filmagens. Um dos skatistas acabou pousando com o pé com muita força e ficou com o pé muito inchado, mas, segundo ele, estava tão frio que quase não doeu.

Northbound_Łukasz Zamaro_2.jpg

Os skatistas tiveram que realizar manobras diversas vezes para a câmera que teimava em reiniciar. Northbound. Imagem: Lukasz Zamaro.

POSTER.jpg

Veja um novo tipo de filme de skate com Northbound. Imagem: Lukasz Zamaro.

Leia mais sobre Northbound aqui.

Tradução: Flavio Taam