Noticias

Boletim Matutino da VICE 22/01/20

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.
22 Janeiro 2020, 1:12pm
glenn greenwald processo

Brasil

Glenn Greenwald é denunciado pelo MPF por fazer jornalismo

Nesta terça (21), o Ministério Público Federal denunciou o jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil, sob acusação de associação criminosa, interceptação de comunicações e invasão de dispositivo informático. Glenn não era investigado nem foi indiciado pela Polícia Federal, que não encontrou evidências de que ele tivesse cometido crimes. O MPF, contudo, afirma que o jornalista orientou o grupo acusado de hackear autoridades e capturar conversas de procuradores da Lava Jato e do ex-juiz Sergio Moro no aplicativo Telegram. Outras seis pessoas também foram alvo de denúncia da Procuradoria. Glenn nega qualquer envolvimento com atividades criminosas e vê na atuação do procurador Wellington Oliveira uma tentativa de ameaçar o jornalismo e cercear a liberdade de imprensa. – Folha de S. Paulo

Justiça para investigação contra sócio de Flavinho Bolsonaro sobre rachadinha

A Justiça do Rio de Janeiro determinou a paralisação da investigação sobre Alexandre Ferreira Dias Santini, sócio do senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), em uma loja de chocolates na Barra da Tijuca, na zona oeste carioca, por suspeita de participação em suposto esquema de "rachadinha" no gabinete do então deputado da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro). A informação foi confirmada pela advogada de Santini, Marta Leão Barbosa. Em 18 de dezembro, a franquia da Kopenhagen do Shopping Via Parque —cuja razão social é Bolsotini Chocolates e Café Ltda— foi alvo de mandados de busca e apreensão em ação coordenada pelo MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro). Na ocasião, 24 mandados foram cumpridos em endereços ligados a Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio, e a parentes de Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido). – UOL

MPF recebe queixas em série contra nota do Enem, e governo teme processos

A ameaça de uma onda de ações judiciais com questionamentos ao Enem 2019 preocupa a alta cúpula do MEC (Ministério da Educação). O motivo é a insatisfação de estudantes com a correção das provas. O governo Jair Bolsonaro até correu para dar respostas aos erros encontrados nas notas na avaliação deste ano. O problema, diz a gestão, está solucionado. Procuradorias federais, porém, têm recebido uma enxurrada de representações de participantes. Eles contestam a solução dada pelo governo e pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais). Essa movimentação dos estudantes coloca o ministério comandado por Abraham Weintraub e o órgão responsável pela aplicação do Enem em alerta. – Folha de S. Paulo

Após erros no Enem, especialistas recomendam auditoria e interrupção do Sisu

A notícia da divulgação de erros em notas de pelo menos 5.974 pessoas abalou a credibilidade do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O prazo de análise dos equívocos foi insuficiente e as explicações do ministro da Educação, Abraham Weintraub, e do presidente do Inep, Alexandre Lopes, deixaram dúvidas no ar. Diante desse cenário, a melhor opção para preservar a credibilidade do exame seria uma auditoria no resultado. Até lá, a recomendação é interromper o Sisu, o Sistema de Seleção Unificada que dá acesso às universidades federais. – UOL

Comissão de Ética da Presidência diminui ritmo de trabalho e pune só 1 em 2019

A Comissão de Ética Pública da Presidência da República arquivou ou rejeitou 71 processos em 2019. Apenas uma ação resultou em sanção ética, segundo levantamento do UOL com base em atas de reuniões do ano passado. A reportagem desconsiderou a análise de quarentenas e consultas de possíveis conflitos de interesse. A ata da reunião de dezembro ainda não foi divulgada. A única sanção aplicada foi uma advertência em julho contra a então presidente do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) Kátia Bogéa, exonerada em dezembro após o ex-secretário da Cultura Roberto Alvim, exonerado na semana passada, assumir o posto e promover substituições em cargos do setor. – UOL

Brumadinho estava em lista sigilosa da Vale de barragens em 'situação inaceitável', diz MP

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) afirmou em entrevista coletiva nesta terça-feira (21) que a Vale e a empresa de consultoria TÜV SÜD emitiam falsas declarações de condição de estabilidade (DCE) de pelo menos dez barragens, chamadas de "top 10". A B1, que se rompeu em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, no dia 25 de janeiro de 2019, matando 270 pessoas, está entre elas. "Era uma lista mantida sigilosamente, internamente, pela Vale. Uma lista de barragens em 'situação inaceitável de segurança'. Era assim que eram reconhecidas ao menos essas dez barragens geridas pela Vale", disse coordenador do núcleo criminal da força-tarefa do Ministério Público, William Garcia Pinto Coelho. O MP denunciou nesta terça-feira Fabio Schvartsman, ex-presidente da Vale, e mais 15 pessoas pelo crime de homicídio doloso. – G1

PMs são presos acusados roubar dinheiro e cocaína de suspeitos de tráfico em SC

Quatro policiais militares estão presos desde o dia 7 de janeiro acusados em um caso de apropriação de dinheiro e cocaína de dois suspeitos de tráfico de drogas em São José, na Grande Florianópolis. De acordo com o processo, dentro de 10 dias deve ser marcada audiência para ouvir testemunhas de acusação. No total, seis policiais foram denunciados pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). Todos os réus são soldados. Segundo o inquérito policial militar sobre o caso, os policiais cometeram os crimes na madrugada de 20 de março de 2019. Nessa ação, os policiais prenderam dois suspeitos de tráfico de drogas com cerca de quatro quilos de cocaína. Em seguida, os agentes de segurança foram até a residência de um dos suspeitos e apreenderam mais drogas e uma arma. Porém, segundo o inquérito, durante a abordagem os policiais também pegaram uma mochila com R$ 130 mil em dinheiro e um quilo de cocaína, que não foram entregues na delegacia. – G1

Vídeo mostra PMs agredindo homem em abordagem na Zona Sul de SP

Um vídeo que circula nas redes sociais, desde segunda-feira (20), mostra cinco policiais militares da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motos (Rocam) durante uma abordagem a um homem na região do Capão Redondo, na Zona Sul de São Paulo. Ele está cercado pelos policiais, sendo que três deles dão vários socos e joelhadas. Nas imagens é possível ver que o autor do vídeo corre para se aproximar da cena e um dos policiais, ao perceber que a agressão está sendo filmada, saca a arma e parte em direção a ele. Neste momento, a gravação é interrompida. Ao menos dois dos PMs que participam da ação estão com câmeras em seus capacetes. Não é possível afirmar o local exato da ocorrência e nem a data do caso. – G1

Justiça decide que filha pode se recusar a cuidar do pai que a abandonou e a agrediu na infância

A 2ª Vara da Família e Sucessões decidiu que uma mulher de São Carlos (SP) pode se recusar a cuidar do seu pai que a abandonou e a agrediu quando ela era criança. A decisão cabe recurso. De acordo com o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), o homem é interditado e dependente de auxílio permanente. As duas irmãs dele são suas curadoras, mas uma delas entrou com uma ação para se desencarregar da obrigação pois vai viajar para o exterior. Ela então indicou a permanência da sua irmã como cocuradora ou a inclusão da filha dele, que se recusou a assumir o encargo. – G1

Mundo

China tem 9ª morte provocada pelo coronavírus; já são mais de 400 casos

Subiu para 9 o número de mortos devido ao coronavírus, que já infectou 440 pessoas na China, segundo as autoridades de saúde do país asiático informaram na noite desta terça-feira (21). A doença, que teve os primeiros casos registrados em Wuhan, uma megalópole de 11 milhões de pessoas na região central do país. O vírus, que provoca um tipo de pneumonia, chegou a Macau, na costa sul chinesa, e a vários países. Os EUA registraram o 1º caso na terça-feira (21), e Japão, Tailândia, Taiwan e Coreia do Sul também já foram afetados, como mostra o vídeo abaixo. Na Austrália, há um caso suspeito de um homem que viajou a Wuhan e está passando por exames, em local isolado. – G1

Príncipe saudita hackeou celular de Jeff Bezos com vídeo enviado pelo WhatsApp

O homem mais rico do mundo, Jeff Bezos, fundador e presidente da Amazon, teve seu celular hackeado em 2018 depois de receber uma mensagem no WhatsApp, enviada por Mohammed bin Salman, príncipe e herdeiro do trono da Arábia Saudita. A informação foi dada nesta terça-feira (21) pelo jornal britânico "The Guardian", que teve acesso a uma investigação sobre o caso. A embaixada da Arábia Saudita nos Estados Unidos não comentou a reportagem, e um advogado de Bezos afirmou que não iria dar declarações, mas que o executivo estava cooperando com investigações". De acordo com o "Guardian", uma análise mostrou que "é altamente provável" que a invasão teria acontecido quando Salman enviou um vídeo infectado ao executivo. – G1

Parlamentar do Irã oferece US$ 3 milhões para quem matar Trump

Um parlamentar iraniano ofereceu uma recompensa de US$ 3 milhões para quem matasse o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e disse que o Irã poderia evitar ameaças se tivesse armas nucleares, informou hoje a agência de notícias Isna, em meio ao mais recente impasse de Teerã com Washington. O embaixador de desarmamento dos EUA, Robert Wood, classificou a recompensa de "ridícula", dizendo a repórteres em Genebra que mostrava os "fundamentos terroristas" do establishment iraniano. As tensões têm aumentado desde que Trump retirou Washington do acordo nuclear de Teerã com as potências mundiais em 2018 e restabeleceu as sanções dos EUA ao país. . O impasse explodiu em ataques militares retaliatórios este mês. – UOL

Parlamento da Grécia elege uma mulher como presidente pela primeira vez

O Parlamento da Grécia elegeu, nesta quarta-feira (22), Ekaterini Sakellaropoulou, uma magistrada de 63 anos especialista em direito ambiental, para se tornar a primeira mulher a presidir a República grega. Sakellaropoulou, atual presidente do Conselho de Estado, recebeu 261 votos a favor de um total de 300 deputados. Ela vai assumir o seu gabinete no dia 13 de março. Sakellaropoulou é filha de um ministro da Suprema Corte do país, e ela fez pós-graduação em Sorbonne, em Paris. Na Grécia, o posto de presidente é mais protocolar –quem de fato gerencia o governo é o primeiro-ministro. – G1

Terry Jones, do 'Monty Python', morre aos 77 anos

Terry Jones, fundador do grupo de comédia britânica Monty Python, morreu nesta terça-feira (21), aos 77 anos. Família confirmou a morte do artista através um comunicado. “Estamos profundamente tristes em anunciar a morte de nosso amado marido e pai, Terry Jones”. “Terry morreu na tarde desta terça-feira (21) aos 77 anos com sua mulher, Anna Soderstrom ao seu lado, após uma batalha extremamente corajosa, mas sempre bem-humorada, contra uma forma rara de demência”. Em 2016, Jones revelou ter sido diagnosticado com demência frontotemporal um ano antes, se tornando um representante público da doença. Em 2017, ele esteve na cerimônia do Bafta e falou sobre o assunto. - G1

Siga a VICE Brasil no Facebook , Twitter , Instagram e YouTube .