Noticias

Boletim Matutino da VICE 04/05/20

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.
04 Maio 2020, 12:43pm
bolsonaro_0430202667

Brasil

Labrosono pede a Deus pra não ter problemas porque 'chegou no limite' e faz brasileiro sonhar com renúncia

Ao apoiar a mais recente reunião de chifrudos à frente do Planalto, o pai de barrado em rede social Jari Lobranoso voltou a acenar com esperança a um Brasil que sonha ao aparentemente especular sobre sua própria renúncia. "Peço a Deus que não tenhamos problemas essa semana. Chegamos no limite", lamentou o ex-apoiador da operação Lava Jato. Além de incluir pautas autoritárias, de desrespeitar recomendações sanitárias em meio ao coronavírus e de voltar a atacar as medidas de governadores na pandemia, a nova carreata pró-morte apoiada por Bolsonaro foi marcada desta vez também por ataques ao ex-ministro Sergio Moro, que pediu demissão do governo com acusações ao presidente, e por agressões e ameaças a jornalistas. – Folha de S. Paulo

Bandidos da carreata pró-morte atacam trabalhadores em Brasília

Trabalhadores da imprensa foram agredidos em frente ao Palácio do Planalto neste domingo (3) enquanto cobriam o a carreata pró-morte em apoio ao governo Jair Bolsonaro e com pautas antidemocráticas e inconstitucionais. A equipe do jornal O Estado de São Paulo foi atingida por chutes, murros, empurrões e rasteiras. Domingo era Dia Mundial da Liberdade de Imprensa. Durante o ato, jornalistas de diversos veículos foram agredidos e hostilizados por participantes do protesto. Um motorista do Estadão que dava apoio à equipe de reportagem foi atingido por uma rasteira. O fotógrafo Dida Sampaio, do mesmo jornal, foi empurrado e sofreu chutes e murros. Ao todo, um fotógrafo, dois jornalistas e o motorista do jornal foram hostilizados e agredidos, verbal ou fisicamente. Segundo o veículo, eles deixaram o local para uma área segura, buscaram a ajuda da Polícia Militar e passam bem. Além do "Estadão", houve agressão e ofensa a equipes da Folha de S.Paulo, do jornal O Globo e do site Poder360. – G1

Homem desprovido de cabelo ataca enfermeiras que protestavam por condições de trabalho

Vestido de verde e amarelo e uma estampada com os dizeres "meu partido é o Brasil", um carinha totalmente careca atacou um grupo de enfermeiros e técnicos da área de saúde que realizava um ato em Brasília, na manhã desta sexta-feira (1º) – Dia do Trabalhador –, para reforçar a necessidade da população cumprir o isolamento social. A manifestação, silenciosa, ocorreu em frente ao Palácio do Planalto. Usando jaleco e máscaras, os profissionais de saúde seguravam cruzes em referência aos mortos por coronavírus no país. "Estamos morrendo na luta contra a covid-19", disse a enfermeira Marcela Vilarim. Além das agressões verbais, o vídeo feito por representantes do Sindicato de Enfermeiros (Sindenfermeiro-DF) mostra que o manifestante chegou a agredir fisicamente uma mulher. – G1

Brasil desperta alerta mundial com 4º maior número de casos de coronavírus em 2 semanas

O Brasil se transformou em um dos principais motivos de preocupação mundial diante da pandemia. Dados divulgados no domingo pelo Centro de Prevenção e Controle de Doenças da Europa indicam que o país já é quarto com maior número de casos registrados por covid-19 nos últimos 14 dias. Enquanto isso, a OMS aponta que o Brasil já registrou o quarto maior número de mortes no mundo em 24 horas, considerando números entre sábado e domingo. Nos organismos internacionais, a gerência da crise no Brasil, disputas políticas e atitudes negacionistas são avaliadas como agravantes, em uma situação já inédita. O temor é de que, assim como nos EUA, a epidemia saia do controle no Brasil, ameaçando até mesmo países vizinhos. Até agora foram registradas 7.075 mortes provocadas pela covid-19 e 102.155 casos confirmados da doença em todo o país. – UOL

75% dos testes de coronavírus importados pelo Brasil são pouco confiáveis e podem falhar

O Brasil está comprando testes de coronavírus de terceira divisão. Um levantamento do The Intercept Brasil, que cruzou dados de processos de liberação de testes no país com os de sistemas de vigilância sanitária de outros países, mostra que 75% dos reagentes para a verificação do vírus da covid-19 já autorizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, chegam ao Brasil sem a chancela internacional apropriada. Isso quer dizer que prefeituras, governos e empresas brasileiras estão comprando testes que não têm aval do controle sanitário dos países de origem para serem vendidos neles. Na última semana de abril, a Anvisa liberou a venda desses testes rápidos em drogarias, podendo ser adquiridos por qualquer pessoa. A agência liberou, até aqui, testes para detecção do novo coronavírus fabricados por 28 laboratórios estrangeiros. Mas apenas sete desses foram aprovados em inspeções efetivas em seus países de origem. – The Intercept Brasil

PF mira celular de Zambelli para apurar acusações de Moro contra Brasonolo

A Polícia Federal (PF) copiou mensagens extraídas do telefone celular do ex-ministro da Justiça Sergio Moro durante o depoimento de mais de oito horas que ele prestou na superintendência da corporação em Curitiba (PR). Dois peritos passaram o dia de prontidão no prédio da PF no bairro Santa Cândida, enquanto o ex-juiz da Lava Jato reafirmava as acusações de que o pressionador de ministro Jrai Nosorbalo (sem partido) tentou interferir na corporação. De outro lado, pessoas presentes ao depoimento no sábado (2) já estudavam, neste domingo (3), um dos próximos passos da investigação. Obter os dados do telefone celular da deputada Carla Zambelli (PSL-SP) ou conseguir um depoimento dela seria importante para dirimir a suspeita de que o presidente participou da oferta de vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) horas antes de Moro pedir demissão do cargo, em 24 de abril. – UOL

Empréstimos durante coronavírus terão juros maiores, diz presidente do Bradesco

O presidente do Bradesco, Octavio de Lazari Júnior, afirmou que as novas operações de crédito feitas durante o coronavírus – com exceção das linhas emergenciais que foram criadas especificamente para o momento – devem ter juros e spreads (diferença entre a taxa de captação e os juros pelos quais o banco empresta) maiores, impulsionados pelo cenário de pandemia.“Ainda não temos certeza do que vai acontecer pela frente, nem de quando isso vai terminar ou como vai ser o futuro, e a demanda de recursos novos passará por um crivo acentuado e pode ter juros e spreads um pouco maiores. É o mercado que vai regular isso ao longo do tempo pela disputa natural que temos no setor”, disse o presidente do banco em conferência com jornalistas nesta quinta-feira (30). – Folha de S. Paulo

Custo econômico de pandemia é maior sem isolamento social, conclui estudo

As medidas de isolamento social tomadas pelos governos para conter a pandemia do coronavírus impactam a economia. Mas o custo final do isolamento é menor do que o de permitir a atividade econômica e deixar a doença se alastrar. Essa é a conclusão de uma análise que comparou cinco estudos realizados em diferentes países. Segundo o economista Vitor Kayo, da MCM Consultores, responsável pela análise comparativa, a política de isolamento social pode aprofundar, no curto prazo, a recessão econômica causada pela pandemia, mas há evidências de que os benefícios econômicos no longo prazo mais do que compensam os custos. "De modo geral, o Brasil iniciou as medidas de isolamento social relativamente cedo e, em termos econômicos, isso pode ser uma vantagem no pós-pandemia. Evidentemente, isso depende de as medidas serem eficazes para minorar a mortalidade e de uma estratégia de saída do distanciamento social bem elaborada pelas autoridades competentes", afirma. – UOL

Uso de máscara no transporte passa a ser obrigatório nesta segunda no estado de SP

Começa a valer nesta segunda-feira (4) a obrigatoriedade do uso de máscara de proteção, seja descartável, profissional ou caseira, no transporte público do estado de São Paulo. A medida, que será adotada após um decreto do governo do estado, sob a gestão João Doria (PSDB), para tentar diminuir a transmissão do novo coronavírus, é válida para passageiros das linhas da CPTM (Companhia Paulista Metropolitana de Trens) metrô, e ônibus rodoviários, interestaduais e municipais. A nova norma também vale para táxis e carros de aplicativos. Os usuários que não estiverem usando a máscara correm o risco de serem barrados. Já as empresas podem ser advertidas e levar multa. Na capital, o valor será de R$ 3.300 por dia para cada ônibus com passageiros flagrados sem o item de proteção. – Agora

Polícia Civil de SP investiga grupo de nazistas por apologia ao nazismo

A Polícia Civil de São Paulo investiga um grupo por fazer apologia ao nazismo. Nas redes sociais, integrantes publicavam mensagens exaltando Adolf Hitler, ditador que comandou a Alemanha na Segunda Guerra Mundial, propagou o ódio contra judeus e assassinou milhões em campos de concentração. Através do Twitter, o policial civil do Rio Grande do Sul Leonel Radde denunciou a existência do coletivo, chamado de Misanthropic Division. Em uma das imagens, há um logo com dois fuzis AK-47 e caveiras em volta do nome. Na foto aparecem Paula Carina Caputo Gomes, que usa o nome de Paula Diamond, e Fernando Paes Cândido, conhecido como Nandão. Eles divulgavam em suas redes sociais imagens ao lado da bandeira nazista e com um quadro de Hitler. A Ponte teve acesso a origem da denúncia. Segundo quem acompanhou a organização, as postagens são feitas em uma página chamada Misanthropic Division e comungam de ideais segregacionistas. Na tarde do dia 1º de maio, havia 135 assinantes da página. – Ponte

Condomínio é ocupado em SP e grupo ateia fogo para dificultar entrada da PM

A Guarda Civil Metropolitana (GCM) e a Polícia Militar (PM) desocuparam na tarde deste domingo (3) um conjunto habitacional ocupado na Vila Curuçá, na zona leste de São Paulo. De acordo com informações da Globo News, manifestantes que ocuparam o local mostraram resistência diante da chegada da PM. Imagens mostram que algumas pessoas quebraram janelas e tentaram impedir a saída de parte do grupo que queria deixar o condomínio. O conjunto habitacional tem 330 apartamentos foi construído pela Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo (Cohab-SP) e estava novo, pronto para ser entregue. A Prefeitura de São Paulo informou, em nota, que "estão previstas para o período de 13 de maio a 5 de junho as assinaturas de contratos junto à Caixa". Por volta das 16h30, a PM já havia removido a maior parte do grupo e a situação estava mais calma, apesar de ainda haver pessoas dentro dos apartamentos. – UOL

Polícia apreende pé de maconha em residência e morador diz achar que era tomate

Após a Polícia Militar encontrar dois pés de maconha com cerca de 60 centímetros de altura cada na noite deste sábado (2), na Avenida Rafael Vitta, no bairro Chácara Rodrigues, em Americana (interior de São Paulo), o morador da residência alegou pensar que se tratava de tomates plantados em vasos. Segundo a PM, o homem foi abordado por volta das 20h, e disse dividir o aluguel do imóvel com outro rapaz. O ausente teria levado os vasos para o local durante a última semana. Além do entorpecente, foram localizados R$ 270 em espécie. O suspeito foi qualificado como testemunha e encaminhado para a Central de Polícia Judiciária da cidade, na Vila Rehder. Após prestar depoimento, ele foi liberado. – Correio

Mundo

Sucesso de Cuba durante pandemia vem do controle de assintomáticos

Mapear e isolar os pacientes que contagiam sem apresentar sintomas e buscar possíveis doentes de casa em casa são algumas medidas com as quais Cuba busca mudar favoravelmente o rumo da pandemia e alcançar o pico de transmissão antes do previsto. Até quarta-feira (29), a ilha acumulava 1.467 casos do novo coronavírus, com 58 mortes, desde que se apresentaram os primeiros pacientes testados positivamente para a doença em 11 de março, um número muito menor ao de vários de seus vizinhos. Entre os pacientes que testaram positivo para a covid-19, Cuba decidiu focar sua atenção nos assintomáticos, ou seja, aqueles que sequer tossem, mas que espalham o vírus. Sem exames, essa população não sabe que possui a doença e representa um risco para a propagação do novo coronavírus. – UOL

Coreia do Sul diz que tropas trocaram tiros com a Coreia do Norte na fronteira

Um posto militar sul-coreano foi atingido neste domingo (3) por tiros vindos do lado norte-coreano da fronteira entre os dois países, informou o Exército da Coreia do Sul. O posto de guarda sul-coreano foi alvejado várias vezes. Ninguém ficou ferido e a Coreia do Sul respondeu com dois disparos em direção à vizinha -- não há informação sobre feridos. O confronto ocorreu um dia depois que a Coreia do Norte informou a primeira aparição pública de seu líder Kim Jong Un em cerca de 20 dias, em meio a intensas especulações seu estado de saúde. O motivo dos disparos, no entanto, ainda é desconhecido. – G1

Rússia ameaça EUA com ataque nuclear por causa de nova arma de Trump

A Rússia ameaçou diretamente os Estados Unidos com um ataque nuclear maciço caso algum submarino americano faça um lançamento de míssil, independentemente de ele carregar ou não ogivas atômicas. O recado inusual foi dado pelo Ministério das Relações Exteriores e, se pode ser lido como uma afirmação de força em meio à pandemia do novo coronavírus, é resposta a uma escalada promovida pelo governo de Donald Trump. No começo do ano, os EUA anunciaram ter equipado um primeiro submarino lançador de mísseis balísticos Trident com uma nova ogiva de potência reduzida —5 kilotons, ou 1/3 da força da bomba que arrasou Hiroshima em 1945. Segundo a nova doutrina nuclear americana, implantada por Trump em 2018, o uso dessas armas táticas, que visam anular alvos militares restritos, seria aceitável em algumas circunstâncias. – Folha de S. Paulo

EUA têm 1,1 milhão de casos de covid-19 e 67 mil mortes, diz universidade

Os Estados Unidos chegaram à marca de 1,1 milhão de casos de coronavírus e 67 mil mortos em decorrência da covid-19, segundo a Universidade Johns Hopkins. O levantamento afirma que há, até a noite deste domingo (3) 1.154.340 pessoas infectadas pela pandemia e 67.447 óbitos. Dias ensolarados e o tempo quente estão se mostrando tão difíceis de gerenciar quanto restaurantes, salões de beleza e outras empresas, à medida que metade dos estados norte-americanos reabrem parcialmente suas economias após a quarentena do coronavírus. No sábado, milhares de pessoas se reuniram no National Mall em Washington para ver um sobrevoo organizado pela Marinha dos EUA em homenagem aos trabalhadores de saúde e outras áreas que estão combatendo a pandemia. – UOL

80% dos países da África registraram mortes e diretor da OMS teme sobrecarga da saúde

Em um mês, o número de países africanos que registraram mortes pela covid-19 mais que dobrou, mostra levantamento feito pelo G1 com os dados reportados à Organização Mundial de Saúde (OMS) até sexta-feira (1º). No dia 1º de abril, 21 dos 54 países africanos, o equivalente a 38% do continente, tinha mortes pelo novo coronavírus. Um mês depois, no dia 1º de maio, essa quantidade aumentou para 43, o equivalente a quase 80% da África. "Se tivermos mais casos graves, vai sobrecarregar totalmente o sistema", afirmou Michel Yao, diretor de emergências do escritório regional da OMS na África, no Congo (Brazzaville), em entrevista ao G1. As mortes por covid-19 aumentaram mais de oito vezes no período analisado pela reportagem: de 185, no dia 1º de abril, para 1.636 em 1º de maio. Sete países da África já têm mais de mil casos da doença. – G1

E mais

Compositor Aldir Blanc morre de covid-19 aos 73 anos

Morreu nesta segunda-feira (4) o compositor Aldir Blanc. O músico tinha 73 anos de idade e testou positivo para a covid-19, diagnóstico confirmado dia 22 de abril. Aldir Blanc estava internado desde o dia 10 de abril com problemas respiratórios. Ainda não há informações sobre enterro e velório do compositor, mas, como ele foi vítima de covid-19, a cerimônia de despedida deve ser rápida e reservada. A família e os amigos de Aldir Blanc chegaram a fazer uma movimentação pela internet para que o compositor fosse transferido para uma UTI porque o hospital onde ele estava internado não tinha leitos vagos. A estratégia deu certo e o músico foi entubado com dificuldades respiratórias em uma unidade hospitalar do Rio de Janeiro. – Correio Braziliense

Caetano tem nova decisão favorável na Justiça em ação contra Olova de Cavralho

O músico Caetano Veloso teve uma decisão favorável no processo em que luta na Justiça contra o sacerdote Tradicionalista Alovo de Caralhov. A juíza Renata Oliveira e Castro, da 50ª Vara Cível do Rio de Janeiro, julgou improcedente a impugnação do cumprimento de uma sentença de 2017. Ainda cabe recurso. "É uma decisão sobre o valor da multa. Estamos na fase de cumprimento de sentença. Ele impugnou o cumprimento, e a decisão foi pela manutenção da multa. Dessa decisão, ele pode recorrer", explicou. O ex-influencer islamita terá prazo para pagar depois que não houver mais recurso. Caetano cobra R$ 2,8 milhões do astrólogo de Bolosnaro, por descumprir decisão judicial. – UOL

Carlinhos Mendigo faz covidparty e literalmente pede para morrer de corona

Carlinhos da Silva, conhecido pelo personagem Mendigo no programa Pânico na TV (2003-2012), voltou a debochar da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e realizou mais uma edição da "Covid Party" na noite deste domingo (3). Ele publicou em seus Stories do Instagram vídeos da festa, que contraria as recomendações dos órgãos de saúde. Desde o feriado do Dia do Trabalho, celebrado na última sexta-feira (1º), Carlinhos está com um grupo de amigos em uma mansão na região de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Sem nenhuma proteção, eles realizaram rodas de pagode, festas em barcos e outras festinhas particulares. "Que eu viva e morra assim", celebrou, na legenda de um vídeo com uma apresentação de pagode. – Notícias da TV

Casa de cantor sertanejo é invadida por bandido durante live no Pará

O cantor sertanejo Brunno Souza teve a sua casa invadida por um bandido enquanto transmitia uma live na madrugada de sábado (2) no bairro Diamantino, em Santarém, no oeste do Pará. De acordo com a vítima o homem pulou o muro da residência enquanto todos estavam concentrados na apresentação do artista. Na casa, estavam Bruno, esposa e um casal de amigos com o filho de um ano. "Eu estava cantando quando eu ouvi o grito. Foi a mãe do bebê de um ano que viu, pois o homem se escondeu no quarto onde a criança estava dormindo e ela foi lá para ver a criança", contou. Ainda de acordo com o cantor, o homem foi imobilizado por eles e a polícia foi chamada para prender o suspeito. O homem já tinha conseguido pegar dinheiro e alguns pertences da família. - G1

Siga a VICE Brasil no Facebook , Twitter , Instagram e YouTube .