Publicidade
Motherboard

"Pergunta pros Caras do Outro Lado do Mundo", Diz Criador do Site Pudim

Agora a porra ficou séria.

por Leo Martins
10 Abril 2015, 12:07am

​Crédito: Reprodução

Por algumas horas durante a última quinta-feira (9), um pequeno abalo sísmico atrapalhou a internet brasileira. Uma das mais antigas piadas da web, o site ​Pudim.com.br foi aparentemente hackeado por hackers associados ao ​Estado Islâmico.

O site, que completou 15 anos de existência, mantém a imagem estática de um simpático e suculento pudim, e foi criado por Alberto Henry Riff. Na noite da mesma quinta-feira, mesmo com o site de volta ao ar, Riff disse ao Motherboard, por telefone, que não sabe como a invasão ocorreu. "Repudio qualquer tipo de manifestação desse tipo que surgiu em meu site."

Enquanto o site esteve tomado, a imagem de um membro do Estado Islâmico estava acompanhada de duas assinaturas: Moroccanwolf e Abdellah Elmaghribi. Os dois hackers têm um histórico parrudo de ataques a sites brasileiros. Elmaghribi também teria atacado, no início do ano, um ​site de um time amador da Inglaterra, acreditando ser a página de um dos clubes da primeira divisão. Os hackers afirmam ser do Marrocos e espalham informações do Estado Islâmico em dezenas de sites hackeados.

Recentemente, um grupo autointitulado Divisão Hacker do Estado Islâmico (ISHD) ​divulgou uma série de emails, dados e informações militares do Pentágono. No entanto, as informações já estavam disponíveis na internet. Assim como o ISHD, tudo indica que o os hackers que atacaram um marco da internet brasileira estavam apenas em busca de brechas fáceis. 

Questionado sobre detalhes do ataque, Riff disse que o correto é "perguntar pros caras do outro lado do mundo", referindo-se ao Estado Islâmico, a crescente organização jihadista do Oriente Médio. Felizmente, o pudim voltou. 

Letícia Naísa colaborou com a reportagem.