Publicidade
Esta história tem mais de 5 anos de idade.
Outros

Relaxa no Mortal Kombat

No Vila Anime, evento mensal de anime e cosplay que comemorou seu primeiro aniversário no dia 19 de novembro. Na programação do dia ainda rolou um desfile de cosplay com prêmios para a melhor caracterização, e a apresentação mais foda de todas: Mortal...

por Matias Maxx
02 Dezembro 2011, 2:00am

Nos anos 90 o cartunista Kado integrava a Sociedade HQ, responsável por publicar as duas edições do "Hemp Family Comix" do qual eu tive a honra de participar da segunda edição. Como ninguém depois do Crumb conseguiu ganhar dinheiro com HQs undergrounds, o cara complementava a renda produzindo shows e ficando na bilheteria do extinto Garage, lendária casa de show localizada na Zona Norte do Rio de Janeiro, a alguns poucos metros da não menos lendária Vila Mimosa. Em ocasião do lançamento da Tarja Preta #7 reencontrei o Hermano, que me convidou para o seu novo empreendimento – o Vila Anime, evento mensal de anime e cosplay que comemorou seu primeiro aniversário no dia 19 de novembro.

Realizado sempre na Vila da Penha, dessa vez o evento foi na Casa de Viseu, de fácil localização para quem vem da Linha Amarela, salvo aqueles que, como eu, começavam a digerir um space brownie e, distraídos com os teleféricos do Complexo do Alemão, perdem saídas e vão parar em outro bairro. A quadra do clube estava ocupada por um palco, um pula-pula, barraquinhas com vários produtos e duas "arenas" delimitadas por cordas e cadeiras. Em uma arena, uma galera fantasiada numa pegada "RPG" se digladiava com espadas de isopor, papelão e silvertape.


Que porra é essa, milorde?

Na outra, uma molecada conduzia aos urros uma guerra de travesseiros.


Talvez um cosplay do que cosplayers acham ser uma "Sexta-feira, Amigas em casa, Acabou O Filme De Terror Mas o Brigadeiro de Panela Ainda Não Ficou Pronto".

Quando cheguei estava rolando um stand-up, ao mesmo tempo em que rolava um som, e uma projeção no mezanino, além da gritaria dos gladiadores. Na programação do dia ainda rolou um desfile de cosplay com prêmios para a melhor caracterização, e a apresentação mais foda de todas: Scorpion, Johnny Cage, Kitana, Shang Tsung, Jax, Reptile, Kano e Sub-Zero foram interpretados por sete figuras que travaram lutas em 2D, enquanto rolava trilha e efeitos sonoros do fliperama original!


Test your might!


Test your might!


Test your might!


MORTAAAL KOMBAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAT!!!

Eu já estava curtindo os golpes ensaiados quando chegou a hora do esperado Fatality — e o Jax arranca a cabeça do Kano, num truque de ilusionismo pra deixar muito animador de festa com inveja, o Scorpion entra em cena e cobre a cabeça de verdade do cara com um capuz preto e deixa rolar uma cabeça ligada a uma espinha dorsal fake.

Gênios! Outros fatalities mostraram o Shang Tsung roubando a alma do Scorpion e o melhor de todos quando o boyzão do Johnny Cage arrancou os ovos do Reptile.

No final da história, o Johnny Cage ganha o campeonato, bebe um redbull e é desclassificado por doping ou algo parecido. Sei lá, a essa altura o Space Brownie já tava dando sono, e principalmente larica.


Friendship. Flawles victory.

TEXTO E FOTOS POR MATIAS MAXX

Tagged:
Anime
rio de janeiro
mortal kombat
cosplay
Vice Blog
Complexo do Alemão
Vila da Penha