Noticias

Boletim Matutino da VICE 09/03/20

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.
09 Março 2020, 12:34pm
35088860613_1fc4338d2d_o

Brasil

Sob Bolsonaro, multas ambientais caem 34% para menor nível em 24 anos

O número de multas por infração ambiental aplicadas pelo Ibama no país recuou 34% em 2019, primeiro ano do governo Jair Bolsonaro (sem partido), na comparação com 2018. É a menor quantidade em 24 anos. Segundo dados coletados em 6 de março, foram registradas 9.745 autuações ambientais no ano passado, ante 14.699 em 2018. As infrações representaram, em 2019, um total de R$ 2,3 bilhões. Em 2018, foram R$ 4,09 bilhões, considerada a correção inflacionária. Em valores, a queda é de 43,3%. Os números encolhem justamente em um momento em que a devastação da Amazônia bate recorde na década e preocupa especialistas. É o menor número de multas aplicadas desde 1995, quando foram registradas 4.586 autuações. Naquele ano, o país teve o maior desmatamento da série histórica. – Folha de S. Paulo

Weintraub tem 15 dias para explicar “maconha em universidades”

O ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski abriu prazo de 15 dias para o ministro da Educação, Abraham Weintraub, se explicar sobre fala de supostas “plantações extensivas de maconha” dentro de universidades federais do País. A declaração de Weintraub sobre as supostas “plantações extensivas de maconha” foi proferida em novembro do ano passado quando o ministro foi entrevistado por um site com conteúdo bolsonarista. Na ação movida pela deputada Erika Kokay (PT) junto do Sindicato das Trabalhadoras e dos Trabalhadores Técnico-Administrativo em Educação das Universidades Federais no Distrito Federal (SINTFUB), o ministro é acusado de atentar contra a honra de docentes, servidores e alunos das universidades federais brasileiras. – Jornal de Brasília

Brasil tem 25 casos confirmados de coronavírus e paciente em estado grave no DF

Até a tarde deste domingo (8), o Brasil confirmou 25 casos do novo coronavírus (Sars-CoV-2). Três novos pacientes foram contabilizados pelos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Alagoas, de acordo com o Ministério da Saúde. São Paulo também apresentou mais três casos. A mulher de 52 anos que testou positivo para o novo coronavírus no Distrito Federal está em estado grave e respira com a ajuda de aparelhos. A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde do DF (SES-DF) em boletim divulgado no início da tarde deste sábado (7). De acordo com a secretaria de saúde do RJ, o terceiro caso confirmado é de uma mulher de 42 anos, que mora no Rio e acompanhou a paciente que teve a confirmação da doença no sábado (7) em viagem à Itália. Os primeiros sintomas apareceram um dia após o retorno ao Brasil, que aconteceu no dia 4 de março. – G1

Saída de recursos estrangeiros da bolsa este ano já supera recorde de 2019

Os investidores estrangeiros retiraram R$ 44,8 bilhões da bolsa brasileira este ano – valor maior que os R$ 44,5 bilhões que saíram em todo o ano passado, e que foram recorde para um ano fechado de toda a série histórica divulgada pela B3, iniciada em 2004. Os dados da B3 compreendem o movimento de investidores até o dia 4 de março – não incluem, portanto, a possível saída na última quinta-feira (5), quando a bolsa recuou 4,65%, e nesta sexta. Quando contabilizadas as emissões, tanto de empresas estreantes (IPOs) quanto de empresas já listadas (follow-ons), o valor é um pouco menos negativo no ano: US$ 33,47 bilhões, porque os investidores estrangeiros compraram R$ 11,32 bilhões em ações nesses lançamentos. – G1

Sem dar detalhes, Bolsonaro diz que passará por nova cirurgia

Em entrevista ao programa Domingo Espetacular, da TV Record, exibida neste domingo (8), Jair Bolsonaro afirmou que terá que passar por nova cirurgia. O presidente já passou por quatro procedimentos cirúrgicos desde que foi vítima de uma facada, durante a campanha eleitoral de 2018. "Vai ter mais uma cirurgia final agora. Deve ser a última", disse Bolsonaro, sem dar detalhes sobre quando seria o procedimento ou por que razão seria necessário. Em setembro, o mandatário passou pela sua quarta cirurgia. O procedimento foi necessário para corrigir uma hérnia que surgiu na região onde foram feitas três operações desde o atentado. A hérnia ocorreu porque, em virtude do enfraquecimento da parede muscular do abdômen, uma parte do intestino passou por uma cavidade desse tecido. – Folha de S. Paulo

Senado quer proibir banco de cobrar tarifa de cliente por serviço não usado

Um projeto de lei que pode ser votado na CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado na próxima terça-feira (10) quer proibir bancos e financeiras de cobrarem dos clientes tarifas pela simples oferta de um serviço. Pelo texto, a instituição financeira só poderá receber o valor se o serviço for efetivamente usado. Se aprovado na comissão, o projeto de lei complementar nº 2 de 2020 segue para o plenário do Senado e depois para a Câmara dos Deputados. Caso receba o aval de senadores e deputados, a proposta proibirá os bancos de cobrar dos clientes uma tarifa para o uso do cheque especial. A partir de junho, as instituições financeiras poderão cobrar também dos clientes antigos uma tarifa caso tenham o limite maior do que R$ 500 no cheque especial. A taxa pode ser de até 0,25% sobre o que passar desse valor, e poderá ser cobrada mesmo de quem não entrar no cheque especial. – UOL

PM de São Paulo matou mais do que deixou feridos em 2019

A Polícia Militar de São Paulo mais matou do que feriu, em 2019, nas ações em que reagiu a uma suposta agressão, o chamado excludente de ilicitude. Incluindo também ações de policiais em folga, foram 845 mortes, quase o dobro das 484 pessoas que sofreram lesões corporais decorrentes de intervenção policial. Os números do centro de inteligência da PM mostram que a distância entre mortos e feridos se ampliou em relação a 2018, quando foram 816 e 605, respectivamente. O número de pessoas mortas por PMs no ano passado subiu 3,6% em São Paulo e manteve a tendência de alta em 2020 --84 em janeiro, 25% a mais do que no mesmo mês de 2019. A Secretaria de Segurança Pública afirma que "o confronto não é uma opção dos agentes de segurança, que atuam para prender e levar à Justiça àqueles que estão em desacordo com a lei". – Folha de S. Paulo

Testemunhas de Jeová são investigadas sob suspeita de ocultar crimes sexuais em SP

O Ministério Público de São Paulo investiga a associação religiosa Testemunhas de Jeová por suspeita de ter acobertado casos de abuso sexual, inclusive de crianças e de adolescentes, em suas congregações. De acordo com a apuração da Promotoria, a organização teria constrangido vítimas a não denunciar os crimes. Por conta disso, afirma, muitos dos delitos já estariam prescritos. Iniciado em setembro de 2019, o inquérito, que corre sob segredo judicial, tem como base o relato de seis pessoas que afirmam terem sofrido diversos abusos de natureza sexual e psicológica. Além do relato das vítimas, o Ministério Público colheu o depoimento de nove testemunhas, entre as quais alguns ex-anciões. Segundo essas testemunhas, a igreja registra todos os relatos de abuso e os arquiva nas congregações. Posteriormente, esses dados seriam repassados à sede da entidade, nos Estados Unidos. Em razão de uma série de casos de abusos investigados no exterior, o comando mundial da organização teria ordenado, de acordo com o relato feito à Justiça, a destruição de todos os registros confidenciais de crimes. – Folha de S. Paulo

Mulher é presa em flagrante após xingar negra de "macaca" em shopping do RJ

Uma mulher identificada como Luciene Braga, 33, foi presa ontem no Rio de Janeiro após xingar de "macaca sem educação" uma mulher negra na saída do NorteShopping. A cena foi filmada pela estudante Nathália Hybner, 21, e publicada no Twitter. Segundo ela, Luciene "chamou a vítima de macaca diversas vezes". "Como testemunha, fui atrás da criminosa e entrei em contato com os seguranças para conduzi-la até a polícia", disse Nathália. Nas imagens, Luciene é acompanhada por dois seguranças para fora do estabelecimento comercial. Nathália acompanha a movimentação por trás. "Tira a mão de mim. Tá com raiva? Tá com raiva porque tu é negro? Tu tá com raiva porque tu é negro?", questiona a detida. "Tira a mão de mim", repete ela enquanto é levada. – UOL

Motorista destrói ponto de ônibus e sai de carro de calcinha no ES

Uma motorista de um carro Palio Attractive em alta velocidade perdeu o controle do veículo, subiu na calçada de um comércio e ainda destruiu um ponto de ônibus. A colisão aconteceu na madrugada de hoje em Vitória. Após a batida, testemunhas disseram ter avistado a condutora saindo do automóvel desorientada, vestindo apenas blusa e calcinha. Com o impacto da batida, o carro, além de destruir o ponto de ônibus, também atingiu a grade de um bar e danificou a porta de ferro. Depois da colisão, a condutora trancou o veículo e foi embora em outro carro, conduzido por uma outra pessoa. Segundo a Polícia Militar, o acidente aconteceu por volta das 4h. Quando os militares chegaram ao local, o carro ainda estava parado em cima da calçada. A mulher que teria causado o acidente já tinha ido embora. – UOL

Motorista é flagrado dirigindo embriagado e transportando bezerros em carro em GO

Um trabalhador rural de 43 anos foi preso na tarde de ontem após ser flagrado dirigindo embriagado e na contramão na rodovia BR-060, em Rio Verde (GO), região sudoeste do estado. O homem também transportava dois bezerros irregularmente no porta-malas do carro. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o homem, que não teve a identidade revelada, havia saído de um sítio e seguia para a cidade de Cachoeira Alta, a cerca de 130 km de distância, quando bateu o veículo que dirigia, um Gol, na traseira de um ônibus. Para fugir do acidente, ele passou a dirigir na contramão da rodovia. "Nós fomos comunicados da ocorrência e, como era próximo à base, conseguimos fazer a abordagem rapidamente. Ele percorreu uns 400 m na contramão. O motorista estava visivelmente embriagado", afirmou Fernando Prado, chefe da 4ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal de Goiás. – UOL

Mundo

Petróleo abre em queda de mais de 30%, maior tombo desde a Guerra do Golfo

O petróleo do tipo Brent abriu o pregão desta segunda (9, ainda domingo no Brasil) em queda de mais de 30%, derrubando o preço para perto de US$ 30 por barril. É a maior desvalorização desde a Guerra do Golfo, em 1991, quando o preço chegou a cair 34,77%. Após os primeiros negócios, o tombo diminuía para cerca de 20%, levando a cotação do Brent para a faixa de US$ 36. Os contratos de Brent são negociados na Bolsa de Londres, que abriu às 23h do horário local (20h pelo horário de Brasília). Esse é o menor valor do Brent desde 2016. A forte queda do petróleo contaminava também o mercado de ações: as Bolsas asiáticas recuavam por volta de 4% nos primeiros negócios, queda equivalente dos contratos futuros dos índices americanos Dow Jones e S&P 500. – Folha de S. Paulo

Bolsas europeias desabam após tombo dos preços do petróleo

As bolsas de valores europeias operam em forte queda nesta segunda-feira (9), em meio ao aumento da tensão nos mercados devido ao avanço do coronavírus e à guerra de preços iniciada entre grandes produtores de petróleo, que fez desabar o preço do barril. Por volta das 9h20, as principais bolsas da Europa desabavam perto de 7%, acumulando perdas em torno de 20% no mês. O índice London FTSE-100, da bolsa de Londres, caía 6,62%; o Frankfurt Dax, na Alemanha, 6,83%, o CAC-40, em Paris, 6,92%, e o Ibex 35, em Madrid, 7,15%, segundo dados da Bloomberg. Em Milão, o FTSE MIB caía 10,27%. "A epidemia contaminou a atmosfera dos mercados. Com as Bolsas europeias e americanas em queda e o desabamento do preço do petróleo, a epidemia é um catalisador da fragilidade e das contradições da economia mundial", declarou Shen Zhengyang, analista da Northeast Securities. "O risco de recessão mundial aumentou. Um retrocesso prolongado do consumo, além do fechamento prolongado das empresas, atacaria os lucros, provocaria o corte de empregos e reduziria o ânimo dos atores econômicos", destacaram os analistas da Moody's. – G1

Itália tem salto de casos de coronavírus e coloca regiões inteiras em quarentena

Nas últimas 24 horas, a Itália registrou uma alta de 57% no número de mortes pelo novo coronavírus. Agora, o país tem 7.375 casos confirmados e 366 mortes - o número estava em 233 mortes neste sábado (7). Com isso, o governo italiano tomou uma medida drástica para tentar conter a propagação do Sars-CoV-2 no país, que é o mais afetado na Europa. O primeiro-ministro Giuseppe Conte assinou um decreto que determina uma quarentena em parte da Itália e também o fechamento de cinemas, teatros e museus até o dia 3 de abril. Cerca de 16 milhões de pessoas serão confinadas, pouco mais de um quarto da população italiana. A imposição de restrições implica um sacrifício econômico no curto prazo em uma tentativa de evitar uma epidemia mais severa. Os deslocamentos para entrar e sair dessas regiões do país serão estritamente limitados durante a quarentena, em vigor até 3 de abril, segundo o projeto citado pelos jornais, entre eles "Il Corriere della Sera" e "La Repubblica". – G1

Confraternização em lar de idosos nos EUA pode ter espalhado coronavírus

Antes do dia em que o lar de idosos Life Care Center se tornou o marco zero do coronavírus nos Estados Unidos, havia poucos sinais de que o vírus estava se espalhando rapidamente pelo mundo. Os visitantes chegavam como sempre, às vezes sem serem anunciados. Os funcionários haviam começado a usar máscaras, mas os moradores frágeis e os familiares que vinham os visitar, não. Os eventos organizados continuavam conforme o planejado, incluindo uma festa, onde dezenas de moradores e visitantes lotavam uma sala, cantavam e passavam pratos de linguiça, arroz e bolo. A festa aconteceu três dias antes de anunciarem que um profissional de saúde de 40 anos e uma moradora de 70 anos haviam sido diagnosticados com o novo vírus. A notícia seria seguida pelas primeiras mortes: dois homens e duas mulheres, que tinham entre 70 e 80 anos. Das 14 mortes registradas em todo o país até esta sexta-feira (6), pelo menos 9 estão ligadas de alguma maneira ao lar de idosos de Seattle. – G1

Ronaldinho é tonto, diz advogado de jogador preso no Paraguai

A equipe de advogados paraguaios que defende Ronaldinho Gaúcho e seu irmão Roberto de Assis afirmou à Folha que a decisão da Justiça do Paraguai de decretar a prisão preventiva da dupla neste sábado (7) foi “arbitrária”. "[A Justiça] não levou em consideração que ele não sabia que estava cometendo um delito, porque não entendeu que lhe deram documentos falsos. Ele é tonto”, disse à Folha o advogado Adolfo Marín. Indagado pela reportagem, então, se a apelação que será feita incluiria um teste psiquiátrico, recebeu a resposta: “Você está tomando muito literalmente o que eu disse”. Depois de uma audiência que durou sete horas, a juíza Clara Ruíz Díaz acatou o pedido do Ministério Público paraguaio para que Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Roberto de Assis, sejam presos por tempo indeterminado, que pode ser de até seis meses enquanto se investiga o que ela classificou como “grave delito que atenta contra os interesses da República”. – Folha de S. Paulo

E mais

Morre Max Von Sydow, o ator que jogou xadrez com a morte, aos 90 anos

O ator franco-sueco Max von Sydow morreu nesta domingo (8) aos 90 anos, anunciou esta segunda-feira (9) a sua mulher, Catherine von Sydow. O seu mentor, Ingmar Bergman (1918-2007), deu-lhe aquele que terá sido talvez o seu mais inesquecível papel quando o pôs para jogar xadrez com a morte em "O Sétimo Selo". Fez a carreira filmando com prestigiados diretores — nomes como John Huston, Bille August, David Lynch, ou mesmo Lars von Trier — e também passeou pela fantasia e peelos medos dos grandes públicos, a que chegou em filmes como "O Exorcista", "Flash Gordon" ou "Star Wars: O Despertar da Força" ou, na televisão, através da série "Game of Thrones". – Público

Artista plástico Nelson Leirner morre aos 88 anos no Rio

O corpo do artista plástico Nelson Leirner será velado nesta segunda-feira (9) na capela 7 do Memorial do Carmo, no Caju, no Rio de Janeiro. Ele morreu na noite de sábado (7), em casa, no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio. Segundo a enteada do artista, Patrícia Dória, Nelson foi vítima de um infarto. Pintor, desenhista, cenógrafo e professor, foi um dos nomes mais influentes da arte contemporânea no Brasil. Nelson tinha 88 anos e deixa quatro filhos e dois enteados. Juliana Cintra, dona de uma galeria de arte que representava Nelson, afirmou que, mesmo com alguns problemas de saúde, Leirner continuava muito ativo. Segundo ela, até o último momento, o artista pensava muito em produzir. "Ele é um artista histórico, representou muita coisa durante a ditadura. Ele formou uma geração inteira de artistas. Estou ainda em choque", relembra Juliana. – G1

Siga a VICE Brasil no Facebook , Twitter , Instagram e YouTube .