Publicidade
Notícias

Boletim Matutino da VICE - 31/1/2019

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.

por Equipe VICE Brasil
31 Janeiro 2019, 12:24pm

Israel Defense Forces

Brasil

3,5 milhões de brasileiros vivem em cidades com barragem de risco

Cerca de 3,5 milhões de pessoas vivem em cidades brasileiras onde estão localizadas barragens com risco de rompimento. O número representa aproximadamente 2% da população do país. Relatório da Agência Nacional de Águas divulgado no fim do ano passado, com informações de 2017, apontou que 45 estruturas do tipo apresentavam falhas estruturais. Elas estão espalhadas por 13 estados e mais de 30 municípios. Entre os problemas citados, estavam infiltrações, buracos, rachaduras e falta de documentos que garantissem a segurança da estrutura. O número pode ser maior porque nem todos os órgãos fiscalizadores enviam as informações completas sobre suas barragens à ANA. – Folha de S. Paulo

Exército israelense voltará mais cedo de Brumadinho devido a mal estar generalizado

A delegação israelense de 132 pessoas entre soldados, oficiais, engenheiros e especialistas em tecnologias embarca de volta a Israel nesta quinta-feira, às 21h, devido a mal estar generalizado entre as tropas na operação de resgate às vítimas da barragem em Brumadinho. “Foram mal recebidos pelas forças locais. Problemas com a Polícia Militar de Minas Gerais, Exército e recepção em geral foram relatados”, conta uma fonte do jornal O Tempo. A informação da partida foi feita pelo embaixador Yossi Shelley que esteve reunido hoje com diversas lideranças políticas do poder público municipal em Belo Horizonte. Só o transporte da delegação custou ao Estado de Israel US$ 7 milhões. – O Tempo

PF considera neto do ex-presidente Figueiredo foragido e vai incluí-lo na lista da Interpol

A Polícia Federal considera foragido o empresário Paulo Renato de Oliveira Figueiredo Filho –neto do general João Baptista Figueiredo, último presidente brasileiro na ditadura militar (1979-1985). Alvo da Operação Circus Máximus, deflagrada nesta terça (29), ele tem mandado de prisão preventiva em aberto, mas não foi encontrado pelos investigadores. A PF tem informações de que o empresário está nos Estados Unidos e, por isso, pedirá que ele seja incluído na lista de difusão vermelha da Interpol, a relação de procurados da polícia internacional. A Circus Máximus investiga um esquema de pagamento de propinas a dirigentes e ex-dirigentes do BRB, banco estatal de Brasília, em troca de investimentos em alguns projetos, entre eles a construção do extinto Trump Hotel, atual LSH Lifestyle. – Folha de S. Paulo

Justiça manda prender irmão do vice de Doria por Máfia do ISS em SP

A Justiça mandou prender , nesta terça-feira (29) o empresário Marco Aurélio Garcia , irmão do vice-governador de São Paulo Rodrigo Garcia (DEM), condenado a 16 anos de prisão por envolvimento na chamada Máfia do ISS . Na mesma decisão, o juiz da 25ª Vara Criminal de São Paulo também mandou à cadeia o ex-subsecretário da Receita Municipal Ronílson Bezerra Rodrigues , apontado como líder do grupo criminoso e também condenado a 16 anos de prisão, e o ex-auditor municipal Fábio Camargo Remesso, que deve cumprir pena de seis anos. Marco Aurélio, Ronílson e Fábio foram condenados pelo juiz Carlos Alberto Correa de Almeida Oliveira em 7 de abril de 2017 . O caso foi julgado pelo Tribunal de Justiça (TJ) em novembro do ano passado, quando os desembargadores confirmaram as condenações da primeira instância e aumentaram as penas de Marco Aurélio e Ronilson de 10 para 16 anos de prisão. – O Globo

Sem diploma, ministra Damares já se apresentou como mestre em educação e direito

Num de seus discursos mais famosos, ao menos até virar ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves se apresenta à plateia: não estão diante apenas de uma pastora, mas de “uma advogada” que é também “mestre em educação” e “em direito constitucional e direito da família”. Títulos acadêmicos, contudo, que a titular na Esplanada de Jair Bolsonaro nunca teve de fato, como a própria confirmou, por meio da assessoria de imprensa do ministério, após ser questionada pelo jornal Folha de S. Paulo por três semanas sobre quais eram as instituições em que ela adquirira os alegados mestrados. Damares afirmou que seu título tem a ver com o ensino bíblico. “Diferentemente do mestre secular, que precisa ir a uma universidade para fazer mestrado, nas igrejas cristãs é chamado mestre todo aquele que é dedicado ao ensino bíblico.” – Folha de S. Paulo

Parentes afirmam que porteiro morto Zona Norte do Rio foi baleado por sniper da polícia

Parentes de um homem morto em Manguinhos, na Zona Norte do Rio, na noite desta terça-feira (29) afirmam que ele foi baleado por um sniper da Polícia Civil. O tiro teria partido de uma torre que fica dentro da Cidade da Polícia. Rômulo Oliveira da Silva, de 37 anos, foi levado para a UPA de Manguinhos logo após ter sido baleado, na noite desta terça-feira, na localidade conhecida como Coreia, mas não resistiu ao ferimento. O tiro atingiu o peito de Rômulo. Segundo parentes, ele trabalhava como porteiro da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Os parentes organizam uma manifestação em frente à UPA de Manguinhos. No início da noite desta quarta-feira (30), moradores de Manguinhos realizaram um protesto em frente à Cidade da Polícia. – Extra

E mais

Após processo de 15 anos, Record terá de exibir programas sobre religiões de matriz africana

Após ação judicial que durou 15 anos, o canal Record News, de propriedade do bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, terá de exibir quatro programas sobre religiões de origem africana. A ação foi aberta em 2004, tendo como autores o Ministério Público, o Instituto Nacional de Tradição e Cultura Afro-Brasileira (Itecab ) e o Centro de Estudos das Relações de Trabalho e da Desigualdade (Ceert). A causa do processo foi a exibição naquele ano, pela Record, de diversos programas considerados ofensivos a imagens de religiões de origem africana. – Folha de S. Paulo