Noticias

Boletim Matutino da VICE 18/03/20

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.
18 Março 2020, 11:06am
covid 19

Brasil

Brasil tem ao menos 350 casos de coronavírus

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até as 6h50 desta quarta-feira (18), 350 casos confirmados de novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil em 17 estados e no Distrito Federal. Em São Paulo, foi registrada a 1ª morte pelo coronavírus no Brasil, confirmada na terça-feira (17) pelo governo estadual. A vítima é um homem de 62 anos que estava internado em um hospital particular da capital paulista. Ele tinha diabetes e hipertensão. O último balanço do Ministério da Saúde, divulgado na tarde de terça-feira, contabiliza 291 infectados. Nesta quarta, a secretaria de Saúde da Bahia anunciou o 17º caso confirmado do coronavírus. O paciente é um médico contaminado em atendimento a infectado. – G1

Bolsonaro quer que Mandetta libere geral em meio à pandemia do coronavírus

O presidente Jair Bolsonaro tem cobrado do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que passe a adotar um discurso mais afinado ao do Palácio do Planalto no combate à pandemia do coronavírus. O presidente tem defendido a deputados bolsonaristas que o auxiliar presidencial, que se tornou o porta-voz do governo na atual crise, incorpore em sua retórica pública a defesa para que a atividade econômica não seja paralisada e o apoio ao direito do cidadão de participar de protestos. Com um discurso técnico, em consonância com os protocolos internacionais de saúde pública, o ministro tem defendido, por exemplo, que as pessoas não participem de aglomerações e adotem medidas de precaução, além de ficarem em isolamento se tiverem sintomas. – Folha de S. Paulo

Teste de coronavírus do General Heleno dá positivo

Deu positivo o teste de coronavírus do general Augusto Heleno, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, informou a coluna Diário do Poder, de Claudio Humnerto. O resultado teria sido confirmado no início da manhã desta quarta-feira (18). Heleno tem 72 anos de idade e seu estado de saúde é bom. Neste momento, ele não apresentaria sintomas da doença. Por precaução, o ministro será submetido a isolamento domiciliar pelo período de 14 dias, até que a contaminação desapareça. O general Augusto Heleno é o 16º infectado da comitiva de Bolsonaro nos Estados Unidos. Nos últimos dias, o ministro foi ao Planalto e manteve contato com servidores e autoridades. Ele confirmou o resultado em suas redes sociais. – Diário do Poder

Homens saem na porrada em terminal de Teresina por conta de 'espirro'

Dois homens saíram na porrada dentro de um terminal de integração na Zona Norte de Teresina nesta terça-feira (17). Um pessoa informou que a briga teria sido motivada porque um deles espirrou e acabou incomodando o outro, dando início à confusão. O Piauí ainda não tem nenhum registro confirmado de coronavírus, mas até o momento no Brasil, que se tem informação, é o primeiro caso de agressão por conta de possíveis sintomas. – 180 Graus

Deputado bolsonarista é condenado por associar massacre de Suzano a Felipe Neto

Felipe Neto comemorou no Twitter, nesta terça-feira, a condenação na Justiça do deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ). O youtuber move ação contra o parlamentar por ele tê-lo acusado, no Twitter, de fornecer informações que teriam ajudado no massacre de Suzano, em março do ano passado. "Essa vitória é importantíssima para que esses agentes do governo percebam que não estão acima da lei, não estão protegidos para fazerem o que bem entenderem", disse o youtuber. Jordy foi condenado pela Justiça a pagar R$ 35 mil a Felipe Neto além de fazer reparação pública. Felipe afirmou que vai doar todo o dinheiro ao Instituto Marielle Franco e o projeto Ocupa Sapatão. A decisão foi proferida pela juíza Bianca Ferreira do Amaral Machado Nigri, da 1ª Vara Cível da Barra da Tijuca. Ainda cabe recurso. – O Dia

São Paulo registra primeira morte por coronavírus no Brasil

O estado de São Paulo informou hoje que registrou a primeira morte por coronavírus no Brasil, segundo o governo estadual. A reportagem apurou com um interlocutor do Ministério da Saúde que a primeira vítima é um homem de 62 anos, que morava na capital paulista. Ainda não há informações sobre como ele contraiu a doença. O homem tinha diabetes e hipertensão e, por conta da idade, estava no grupo de risco. De acordo com o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo, David Uip, outras quatro mortes são investigadas pelos órgãos públicos de saúde. Não há confirmação que elas tenham relação com o novo coronavírus. Segundo Uip, o homem apresentou sintomas no último dia 10, foi internado em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no dia 14 de março e morreu ontem às 16h. Ele não tem histórico de viagens, ou seja, tratava-se de um caso de contaminação comunitária. – UOL

Paciente que morreu por coronavírus em SP não estava em lista de casos confirmados

A primeira morte pelo novo coronavírus no Brasil foi de uma pessoa que estava fora da contagem oficial de infectados, que é informada diariamente pelo Ministério da Saúde. O governo de São Paulo, que assim como os demais Estados repassa a Brasília os dados locais, não tinha confirmado a contaminação do paciente até as 10h30 desta terça-feira, 17. O óbito ocorreu na segunda, 16. A Secretaria Estadual da Saúde, agora, diz que estuda formas de ampliar os centros de diagnóstico para mapear melhor o crescimento do surto de coronavírus no Brasil. A vítima, um paulistano que não havia viajado para o exterior, ficou seis dias internado em um hospital de uma rede particular de São Paulo. O resultado do teste só foi recebido após o óbito. Essa rede teve mais quatro mortes em que há suspeita de infecção pelo novo coronavírus. – Estadão

Parentes do primeiro morto pelo coronavírus no Brasil ainda não foram submetidos a teste

Passadas mais de 24 horas desde a morte do primeiro brasileiro vítima da Covid-19, familiares que moravam com ele no bairro Paraíso, na Zona Sul de São Paulo, e que também apresentam sintomas semelhantes aos da doença , ainda não haviam sido submetidos a testes para detecção do coronavírus na tarde desta terça-feira (16). Porteiro aposentado e homem de origem humilde, a vítima de 62 anos era hipertensa e diabética. Internou-se no último sábado no Hospital Sancta Maggiori, da rede PreventSenior, perto de casa, porque se sentia mal havia pelo menos quatro dias. Segundo familiares, seu quadro foi agravado por uma pneumonia repentina. – O Globo

Faxineira de 63 anos morre por suspeita de coronavírus no RJ, patroa estava infectada

Uma idosa de 63 anos morreu na tarde desta terça-feira (17) com suspeita do novo coronavírus em Miguel Pereira, no Sul do Rio de Janeiro. As informações são da Secretaria Municipal de Saúde. Segundo a secretaria, a paciente era empregada doméstica, trabalhava no Rio de Janeiro e esteve em contato direto com a patroa dela, que chegou da Itália e testou positivo para Covid-19. A idosa foi de táxi direto do trabalho para o Hospital Municipal Luiz Gonzaga na segunda-feira (16), onde já deu entrada em estado grave. – G1

Descumprimento de quarentena poderá levar a prisão, decidem Moro e Mandetta

Os ministros da Justiça, Sergio Moro, e da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, divulgaram hoje uma portaria interministerial (leia aqui a íntegra) com determinações sobre a obrigatoriedade de cumprimento por parte da sociedade das medidas anunciadas pelo governo para controle da pandemia de coronavírus. Entre as decisões, eles determinam que pacientes que descumprirem regras de quarentena ou isolamento poderão ser presos. Os principais artigos da portaria levam em consideração a lei 13.979, deste ano, que delibera sobre medidas de enfrentamento à covid-19. No artigo 3, o governo determina que poderá adotar medidas como isolamento, quarentena e realização compulsória de exames e tratamentos, entre outras. "O descumprimento das medidas previstas no art. 3º da Lei nº 13.979, de 2020, acarretará a responsabilização civil, administrativa e penal dos agentes infratores", diz a portaria. – UOL

Bolsonaro volta a chamar medidas para impedir avanço de coronavírus de 'histeria'

O presidente Jair Bolsonaro voltou a afirmar, em entrevista nesta terça-feira (17) para a rádio Tupi, que vê “histeria” em relação ao novo coronavírus e criticou medidas para evitar aglomerações adotadas por governadores para conter o avanço do vírus no país. Para Bolsonaro, as medidas “vão prejudicar muito a economia”. Bolsonaro deu as declarações no dia em que fez o segundo teste para ver se foi infectado pelo coronavírus - o primeiro exame, segundo o presidente, teve resultado negativo. Nesta terça, o Brasil passou dos 300 casos de pessoas com Covid-19 (a doença causada pelo coronavírus) e o país registrou a primeira morte de pessoa infectada, conforme informou o governo de São Paulo. – G1

Atitude de Bolsonaro mostra despreparo do Brasil, diz imprensa internacional

As imagens de Bolsonaro participando de um evento público no domingo (15) apesar da pandemia de coronavírus foram destaque na imprensa internacional desta terça-feira (17). Jornais e canais de televisão criticaram a postura do chefe de Estado, diante de uma crise sanitária que acaba de fazer a primeira vítima fatal no Brasil. Alguns estados brasileiros anunciaram medidas importantes para conter a propagação do coronavírus, como a promessa de injetar mais de R$ 145 bilhões na economia nos próximos três meses para amenizar o impacto na economia e no sistema de saúde, como lembram o jornal canadense La Presse ou o francês La Tribune. – UOL

Governo pede que Congresso reconheça estado de calamidade pública

A Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República informou na noite de ontem, por meio de nota, que o Governo Federal solicitará ao Congresso Nacional o reconhecimento de Estado de Calamidade Pública até 31 de dezembro de 2020 por causa da pandemia de coronavírus. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, apoia a adoção da medida. "Em virtude do monitoramento permanente da pandemia covid-19, da necessidade de elevação dos gastos públicos para proteger a saúde e os empregos dos brasileiros e da perspectiva de queda de arrecadação, o Governo Federal solicitará ao Congresso Nacional o reconhecimento de Estado de Calamidade Pública", diz o texto. – UOL

Empresário recebe positivo para coronavírus, pega jatinho e vai para Trancoso com amigos

Mesmo testado positivo para o coronavírus no hospital Albert Einstein, em São Paulo, um empresário descumpriu as ordens médicas e viajou num jatinho particular para Trancoso, distrito de Porto Seguro, na Bahia, com os amigos. E pode ter espalhado o vírus na Bahia: segundo a Secretaria Estadual de Saúde, um funcionário do empresário foi testado positivo para coronavírus, sendo o 10º caso no Estado. Segundo o site Bahia Notícias, o empresário é Cláudio Henrique do Vale Vieira, presidente do Grupo CVPAR. O ato foi classificado como "irresponsável" pelo governador da Bahia, Rui Costa. Segundo relato de Costa em coletiva nesta terça-feira (17), já em Porto Seguro, o empresário zombou da orientação de um agente de saúde: "O que um banho de mar não resolve?". – Buzzfeed

Bairros de SP, RJ, BH, Porto Alegre e Brasília têm panelaço antecipado contra Bolsonaro

Capitais tiveram panelaços em protesto contra o presidente Jair Bolsonaro na noite desta terça-feira (17). A mobilização acontece um dia antes de uma manifestação desse tipo convocada nas redes sociais para a noite desta quarta-feira (18). Em São Paulo, os panelaços, com gritos de "fora Bolsonaro", ocorreram em bairros como Consolação, Santa Cecília e Bela Vista, na região central, e Pompeia, na zona oeste. Em Perdizes, também na zona oeste, houve manifestações de apoiadores em resposta, como "viva Ustra", referência ao coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, oficial da ditadura militar que costuma ser elogiado pelo presidente. Os panelaços em janelas de apartamentos se tornaram um dos símbolos de protesto contra a então presidente Dilma Rousseff, que sofreu impeachment em 2016. – Folha de S. Paulo

Centrais sindicais criticam medidas de Guedes para combater coronavírus

As centrais sindicais divulgaram uma nota orientando as entidades a não realizarem atos no Dia Nacional de Lutas, que acontece amanhã, para evitar a disseminação do novo coronavírus, mas reafirmaram a importância da data, com paralisações, greves e protestos virtuais. As organizações criticaram o plano apresentado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, dizendo que ele vai "na contramão das medidas adotadas pelos países mais afetados pelo coronavírus para combater a pandemia e proteger as economias locais." – UOL

Associação propõe fechamento de bares e baladas de SP, mas pede ajuda financeira

A Associação da Noite e do Entretenimento Paulistano (Anep) anunciou nesta terça-feira (17) que está propondo à Prefeitura de São Paulo e ao governo paulista o fechamento de cerca de 130 casas noturnas, boates e bares de São Paulo como medida de contenção da pandemia de coronavírus que afeta a capital paulista. Por meio de uma carta enviada ao governador João Doria e ao prefeito Bruno Covas, a associação informa que se adiantou a um possível decreto de fechamento desses estabelecimentos na cidade e pede que o Poder Público tome providências conjuntas com o setor para tentar mitigar o impacto econômico do fechamento desses espaços na cidade. Nesta segunda-feira (16), o prefeito de São Paulo, Bruno Covas anunciou uma série de medidas de restrição na cidade. As medidas incluem a proibição de eventos públicos e privados com aglomerações, como shows e eventos esportivos, mas manteve o funcionamento de bares, restaurantes e casas noturnas. – G1

Riachuelo mantém funcionários em escritório mesmo com caso de coronavírus confirmado

Funcionários do escritório da Riachuelo em São Paulo estão sendo obrigados a trabalhar presencialmente mesmo com casos confirmados de covid-19 dentro da empresa. O Intercept teve acesso à comunicação interna e a uma mensagem de WhatsApp de uma gerente da empresa. Ela orientou que funcionários voltassem a trabalhar mesmo tendo tido contato com uma pessoa infectada com a nova variedade de coronavírus que se tornou uma pandemia. Em fevereiro, a rede de lojas de departamento de Flávio Rocha, um dos mais entusiasmados apoiadores de Bolsonaro, enviou uma comitiva de mais de dez pessoas à Europa. Os gerentes e diretores passaram duas semanas em cidades como Barcelona, Londres e Paris, onde já havia transmissão local de covid-19. Na ocasião, funcionários reclamaram da exposição, mas a empresa decidiu manter os planos. – The Intercept

Ministro do STF Celso de Mello é internado em SP

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), está internado em um hospital de São Paulo em razão de quadro infeccioso. A internação não tem relação com a cirurgia a que o ministro foi submetido em janeiro deste ano nem com o novo coronavírus. Segundo a assessoria de imprensa do Supremo, a licença médica do decano foi renovada até o dia 30 de março. Ainda não há previsão de alta. O STF não revelou em qual hospital o ministro está internado. Ministro que está há mais tempo no tribunal, Celso de Mello passou por uma cirurgia para colocação de uma prótese no quadril em janeiro. Por conta desta operação, Mello estava afastado do tribunal até o dia 19 de março. – G1

MPF denuncia seis por assassinato e por forjar suicídio de Vladimir Herzog

Quarenta e cinco anos após o crime, o Ministério Público Federal denunciou no final da manhã de hoje seis pessoas pelo assassinato e por terem forjado o suicídio do jornalista Vladimir Herzog, preso e torturado até a morte em 25 de outubro de 1975 no DOI-Codi de São Paulo, o maior centro de violações de direitos humanos da ditadura brasileira, com mais de 50 vítimas fatais. Na medida de sua participação, os denunciados poderão responder na Justiça Federal pelos crimes de homicídio, fraude processual e falsidade ideológica. Um dos acusados foi acusado de prevaricação, ou seja, deixou de agir conforme a lei para impedir a investigação. Foram denunciados pelo homicídio o comandante do DOI-Codi na época do crime, Audir Santos Maciel, e José Barros Paes, também processados por fraude processual. Altair Casadei foi denunciado por fraude processual. Os médicos legistas Harry Shibata, que foi chefe do IML em São Paulo, e Arildo de Toledo Viana foram denunciados por falsidade ideológica, por terem atestado falsamente que Herzog se suicidou. – UOL

Mundo

Presidente do Santander de Portugal morre de coronavírus, diz jornal

O presidente do conselho administrativo da unidade portuguesa do Santander, António Vieira Monteiro, morreu de coronavírus nesta quarta-feira (18), se tornando a segunda vítima da doença em Portugal, informou o jornal português Expresso. Vieira Monteiro, de 73 anos, assumiu a presidência do conselho do Santander Totta em 2019, após sete anos como presidente-executivo. Um porta-voz do Santander confirmou que Vieira Monteiro havia morrido, mas não quis dizer se era em decorrência de coronavírus. O Jornal Económico disse que Vieira Monteiro foi colocado em quarentena no início deste mês após uma viagem à Itália, e estava em tratamento intensivo em um hospital de Lisboa desde a semana passada. – Folha de S. Paulo

China autoriza teste em humanos de vacina contra o coronavírus

A China deu o aval para que pesquisadores iniciem testes de segurança em humanos de uma vacina experimental contra o novo coronavírus, em meio à corrida para desenvolver uma imunização contra a Covid-19. Cientistas da Academia de Ciências Médicas Militares da China, ligada ao exército, receberam a aprovação para iniciar os ensaios clínicos em estágio inicial dessa potencial vacina a partir desta semana, informou nesta terça-feira (17) o "Diário do Povo", jornal oficial do Partido Comunista chinês, citado pela agência de notícias Reuters. Enquanto isso, cientistas norte-americanos realizaram o primeiro teste da vacina contra o coronavírus em humanos. Autoridades de saúde dos Estados Unidos disseram na segunda-feira (16) que voluntários de Seattle, um dos estados mais afetados pela Covid-19 no país, começaram a ser imunizados. – G1

Governo dos EUA quer dar dinheiro aos cidadãos para ajudar a aliviar crise do coronavírus

O governo de Donald Trump pretende enviar dinheiro diretamente aos cidadãos para aliviar as consequências econômicas da pandemia de coronavírus. "Estamos vendo como enviar cheques aos americanos imediatamente", disse o secretário do Tesouro Steven Mnuchin durante entrevista na Casa Branca nesta terça-feira (17). Mnuchin disse que o governo está estudando o envio desse dinheiro nas próximas duas semanas. Houve uma opção por fazer pagamentos diretos em vez de fazer um corte nos impostos da folha de pagamento porque isso levaria meses para chegar às pessoas. O governo ainda permitirá que os americanos adiem pagamentos de impostos à receita por 90 dias, sem pagar multas ou juros. – G1

Irã liberta temporariamente 85 mil prisioneiros, inclusive políticos, por coronavírus

O Irã libertou temporariamente cerca de 85 mil prisioneiros, inclusive políticos, em reação à epidemia do novo coronavírus, informou um porta-voz do Judiciário hoje. O número de mortes provocadas pelo coronavírus no país chegou a 988, e um total de 16.169 infecções foram confirmadas, em um dos piores surtos da doença fora da China, onde o novo vírus surgiu. "Até agora, cerca de 85 mil prisioneiros foram soltos... Além disso, adotamos medidas de precaução nas prisões para confrontar o surto", disse o porta-voz do Judiciário, Gholamhossein Esmaili. Ele não detalhou quando os presos libertos terão que voltar às celas. Um dia depois de o Irã libertar 70 mil prisioneiros no início de março, o relator especial das ONU para os direitos humanos no Irã, Javaid Rehman, disse que pediu para Teerã soltar todos os prisioneiros políticos temporariamente de suas prisões superlotadas e infestadas de doenças para ajudar a conter a propagação do coronavírus. – UOL

Índia fecha polo financeiro de Mumbai e Taj Mahal por causa do coronavírus

A Índia fechou o polo financeiro de Mumbai, metrópole de 18 milhões de habitantes, e ordenou que os escritórios que não prestam serviços essenciais mantenham metade de seu pessoal em casa, de acordo com a Reuters. O Taj Mahal, a principal atração turística do país, também foi fechado. As medidas intensificadas para conter o coronavírus no sul da Ásia. Autoridades hospitalares e aeroportuárias de Mumbai foram autorizadas a carimbar os pulsos das pessoas que são obrigadas a se isolarem com a mensagem "Quarentena Domiciliar" utilizando tinta indelével. A inscrição mostra a data de encerramento da quarentena. As ações anunciadas na noite de segunda-feira surgem poucos dias depois de a cidade fechar escolas, cinemas, shopping centers e academias, e também proibir grandes aglomerações. – G1

Copa América é adiada para 2021 por causa da pandemia do coronavírus

Por causa da pandemia do coronavírus, a Copa América desse ano foi adiada para 2021. A competição, que tem Argentina e Colômbia como sedes, estava marcada para iniciar no dia 12 de junho, mesmo data da Eurocopa, que também foi adiada para o ano que vem. A decisão de postergar o torneio foi feita pelo Conselho da Conmebol em conjunto com a Uefa. De acordo com a Conmebol, os grupos, sedes e formato da competição estão mantidos. As datas é que mudam: a Copa América será agora de 11 de junho a 11 de julho de 2021 (em 2020, o torneio começaria em 12 de junho e terminaria no dia 12 de julho). – GloboEsporte

Filipinas é 1º país a fechar Bolsa por tempo indeterminado para combater coronavírus

A bolsa de valores das Filipinas fechou nesta terça-feira (16) por período indeterminado, e as negociações de moedas e títulos foram suspensas, na primeira paralisação total de mercados no mundo em resposta ao coronavírus, com autoridades citando riscos à segurança dos operadores. O movimento ocorre depois que algumas bolsas em todo o mundo fecharam os pregões ou interromperam as operações após grandes quedas no valor de mercado das companhias listadas. A medida tem tempo indefinido, ao contrário do prolongamento dos feriados do Ano Novo Lunar na China, em janeiro, que adiaram a retomada dos negócios, ou o feriado declarado no Sri Lanka esta semana para tentar deter o vírus, que fechou os mercados locais desde segunda-feira. – G1

E mais

No BBB, Marcela questiona: “Será que coronavírus é mentira?”

A turma das "fadas" do BBB20 estavam muito certas da permanência de Pyong Lee no Paredão desta terça-feira (17). O fato, porém, não ocorreu e o hipnólogo perdeu para Rafa Kalimann e Babu Santana. Marcela e Gizelly se chocaram tanto que especularam até sobre a veracidade da pandemia do coronavírus. No pensamento da dupla, o oitavo Paredão do BBB20 é falso e Pyong está por trás dos espelhos ouvindo tudo que está acontecendo. Marcela questionou: “Será que o negócio do vírus é mentira?”. Ela logo foi interrompida por Thelma, que ponderou: “Eles não iam brincar com isso. Nunca, questão de saúde. Eles ainda falaram da nossa família”. E Manu Gavassi concordou: “Ele e o médico até se cumprimentaram pelo cotovelo”. - Metrópoles

Humorista imita Galvão narrando gols de Ronaldinho na cadeia

Enquanto luta para sair da prisão no Paraguai, o ex-atacante Ronaldinho Gaúcho tem feito a alegria dos detentos paraguaios ao participar de peladas no presídio em que está, em Assunção. Circulam vários vídeos de seus cinco gols e seis assistências em uma vitória por 11 a 2 de seu time. Sendo assim, o humorista Rudy Landucci resolveu fazer Galvão Bueno narrando gols do brasileiro na pelada (assista no vídeo acima). No fim, o time se sagrou campeão, mesmo com Ronaldinho se recusando a jogar as partidas anteriores, segundo o jornal paraguaio 'Hoy'. Fotos após os jogos na Agrupación Especializada, em Assunção, mostram Gaúcho posando com os times e um troféu, cujo prêmio bônus era um leitão de 16 quilos. – UOL

Siga a VICE Brasil no Facebook , Twitter , Instagram e YouTube .