Publicidade
Notícias

Boletim Matutino da VICE

Tudo o que você precisa saber sobre o mundo esta manhã com curadoria da VICE.

20 Agosto 2018, 11:34am

Agência Brasil

Brasil

Ataque a venezuelanos em Roraima expulsa 1.200 pessoas do Brasil

Cerca de 1,2 mil venezuelanos deixaram o Brasil após os ataques ocorridos neste sábado em Pacaraima (RR), informou neste domingo (19) o coronel do Exército Hilel Zanatta, que comanda a operação Acolhida, de atendimento aos estrangeiros. A fronteira, por onde passam atualmente cerca de 800 estrangeiros por dia, permanece aberta, mas o fluxo de imigrantes caiu pela metade. Pacaraima, a 215 km de Boa Vista, é a principal porta de entrada dos venezuelanos no Brasil. Segundo a prefeitura, cerca de 1,5 mil imigrantes moravam nas ruas da cidade antes do tumulto – o número equivale a 10% da população local. Eles viviam em barracas improvisadas e em condições precárias. O tumulto aconteceu no sábado após a família do comerciante Raimundo Nonato de Oliveira, de 55 anos, relatar à Polícia Militar que ele foi assaltado e agredido por venezuelanos na noite de sexta (17). Em retaliação ao ocorrido, moradores de Pacaraima se organizaram por redes sociais e atacaram acampamentos de venezuelanos. Os locais foram destruídos, queimados e os imigrantes foram mandados embora da cidade. – G1

288 transgêneros esperam por cirurgias no SUS em todo o Brasil

Pelo menos 288 pessoas trans estão inscritas em listas de espera para cirurgias envolvendo transição de gênero nos cinco hospitais habilitados pelo SUS que oferecem estes tipos de procedimentos na rede pública de saúde. O Processo Transexualizador, no SUS, foi criado em 18 de agosto de 2008, a partir de uma portaria do Ministério da Saúde. Nos últimos dez anos, o governo federal pagou 474 procedimentos cirúrgicos a transgêneros. Isso não significa, porém, que 474 pessoas trans foram operadas desde 2008 na rede pública. A cirurgia de redesignação sexual (que adequa a genitália ao gênero da pessoa), por exemplo, costuma exigir mais de um procedimento. Essa operação é considerada “o maior sonho” da maioria das mulheres trans que recorrem aos hospitais públicos, embora nem todas queiram necessariamente fazer mudanças irreversíveis no corpo. – G1

Crimes sexuais no metrô e trens de São Paulo crescem 67% em 4 anos

O número de crimes com motivação sexual vem aumentando no metrô paulistano e na CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) ano a ano desde 2015. Na comparação entre o primeiro semestre de 2018 com o mesmo período daquele ano, o crescimento foi de 67%, passando de 97 para 152 casos. Entre os crimes ou contravenções de caráter sexual ocorridos no transporte sobre trilhos da capital, o mais cometido entre janeiro e junho deste ano foi a importunação ofensiva ao pudor. Diferentemente do que acontece no estupro, a importunação não é praticada com aquilo que a lei considera uso de violência e grave ameaça. São as “passadas de mão” ou “encoxadas”, por exemplo. Elas representaram praticamente 8 em cada 10 casos. Maior estação do metrô na capital, a Sé (região central) foi aquela que registrou o maior número de casos no primeiro semestre deste ano. Segundo os dados da Secretaria da Segurança Pública, foram 19 casos (12,5%). – Folha de S. Paulo

Mundo

Sobe para 370 o número de mortos após inundações na Índia

O número de mortos por conta das fortes chuvas e inundações que castigam, desde o dia 29 de maio, o estado de Kerala, na Índia, subiu para 370, dos quais 230 foram vítimas nos últimos 12 dias. O porta-voz do Departamento de Informação do Governo de Kerala, Pratheesh Sr. Mony, confirmou o balanço de mortos e situou em 724.649 as pessoas que estão abrigadas nos 5.645 acampamentos de emergência montados na região. Milhares de soldados da Marinha, das Forças Aéreas, do Exército e da Força Nacional de Resposta a Desastres participam dos trabalhos de resgate e das operações para socorrer pessoas isoladas e levá-las para acampamentos. – Agência Brasil

Moeda da Venezuela perde cinco zeros e passa a se chamar bolívar soberano

Os bancos da Venezuela fazem, a partir da noite deste domingo (19) um blecaute eletrônico como parte do processo de conversão monetária com o qual serão eliminados cinco zeros da moeda nacional, o bolívar, que a partir desta segunda-feira levará o sobrenome de "soberano". Os bancos públicos e privados não prestam serviço nos seus escritórios desde sexta-feira por causa desta conversão com a qual o Governo procura "facilitar" as transações econômicas e comerciais no país, submerso em uma hiperinflação, que segundo estimativas do Fundo Monetário Internacional (FMI) fechará o ano em 1.000.000%. O governo anunciou na sexta-feira um aumento de salário mínimo dos trabalhadores até 35 vezes superior ao atual, o que equivale a 723 bolívares ou US$ 45, segundo as taxas oficiais atuais de referência no país. O salário passará de 5.196.000 bolívares para 180.000.000, uma quantidade que será expressada em bolívares "soberanos", ou seja, 1.800. – UOL

E mais

Juiz proíbe acesso de menores de 14 anos à mostra 'Queermuseu'

O juiz Pedro Henrique Alves, da 1º vara da infância, da Juventude e do Idoso, proibiu a entrada de menores de 14 anos na exposição "Queermuseu - cartografia da diferença na arte brasileira", reaberta ao público neste sábado (18) na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, no Rio de Janeiro. O juiz se baseou no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) na elaboração de seu entendimento, considerando que a mostra “apresenta nudez e conteúdo sexual”. O magistrado autorizou, no entanto, a entrada de jovens com 14 e 15 anos, desde que estejam acompanhados por responsáveis. Pessoas acima de 16 anos terão acesso livre. A multa pelo não cumprimento da medida é de R$ 50 mil por dia para os organizadores. – O Globo