Publicidade
Music by VICE

Rica Pancita analisa os lançamentos da sexta #129

Nada como um trap bem feito para #sextar.

por Rica Pancita do Twitter
16 Agosto 2019, 6:57pm

Fala ae você.

Trago humildemente (pois sou muito humilde) os melhores lançamentos dessa semana pra você, né, ficar inteiradão aí sobre os acontecimentos. Estar sempre atualizado.

Só o que ficou de fora foi o novo disco do Jason Lytle, só de instrumentais. Não ouvi, mas é muito bom. Mas ainda hoje vou ouvir inteiro. Chama-se “Arthur King Presents Jason Lytle: NYLONANDJUNO”. Pode passar lá depois.

E aí, o que que teve além disso? Teve isso aqui Ó A LISTA:

----AS TOP DA SEMANA----

A$AP Ferg - Floor Seats
É trap bom. Chama a galera aí que apareceu trap que é bom. Na verdade eu gostei tanto das bases usadas que aceito até os “koooo koooo skrrt skrrrrrrrrrrt” que vai continuar a assombrar nossos ouvidinhos. Mas pelo menos saiu bem diferente da média dos trap que tava vindo, e tem uma onda 90 que encaixou bem no #flow do cara. A metade final do disco dá uma leve caída, porque começa a ficar MAIS trap. Mas ok também. É bom. Koooooooo koooooooooooooooo.

Elza Soares & BaianaSystem - “Libertação”
Junta as maiores #coqueluches do jovem brasileiro descolex e, olha só quem diria, ficou bem boa. Fizeram uma melodia boa pra voz da Elza, batuque afro no meião, aquele timbre de guitarrinha de SEMPRE (podia não ser sempre o MESMO timbre de guitarrinha hein galera aí. Vou começar a chamar de timbre “Deck Disc”. Vamo mexer esses knob), mas de ouvir tá top.

MC Livinho - Restrito
Eu não sou assim tão manjador de funk, mas tava vendo aí os especialistas falando que tinha umas músicas mais melancólicas tristinhas, mas eu tava por fora. Ó aí o exemplo. Tem umas faixas do EP que é praticamente um funk melody da nova geração, outras mais de pop (“Clima”) que também muito boa. Todas muito boas.

JPEGMAFIA - “Jesus Forgive Me, I Am A Thot”
Sonzera. Meteu uma base com melodia no pianinho, mais batida gravão, mais vocal R&B (naquelas), que ficou uma mistura de qualidade ae. Se tiver mais assim, vou curtir.

----AS OUTRAS BOAS QUE TEVE NA SEMANA----

King Gizzard & The Lizard Wizard - Infest The Rats’ Nest
Veja bem… Nunca resenhei nada desses cara aí, até porque nunca ouvi nada desses cara aí na verdade, mas aí. Legal legal, mas os cara falava como se fosse a elevação sonora, a magnitude do rock, a grandeza do psych 60’s. Mas é hard rock. Tão puramente simplesmente um hard rock. Legal de ouvir tão quanto é legal de ouvir um popzão, pode ouvir que é rock maneiro, mas também não vai se achar grandes bosta por ouvir isso. Larga de ser. Mas enfim, rockão nível hard-rock-sem-frescura lá dos 80-90. Depois de um rock sempre vem outro rock.

Brockhampton - “Boy Bye”
Das novas é a que bateu menos. O que obviamente não significa que é ruim, até porque é o contrário disso. Só bateu menos que as outras. Mas enfim, recomendado sempre é.

Mano Walter - “Monta Logo Vai”
Forró-funk, sonzera, recomendado. É isso. “É show, papai”.

----AS QUE TÃO MAIS OU MENOS OU APENAS RUIM----

Sleater-Kinney - The Center Won’t Hold
Ah sei lá viu. Os singles que haviam saído anteriormente agora soam melhorzinho pra mim, mas nada também que me faz achar legal de fato. Já entre as que não eram single, aí já tem coisa melhor de tar ouvindo, tipo “Restless”, mas no final é aquilo que falei da outra vez, sinto uma base indie 90, e daí foram metendo por cima várias camadas e camadas de produção mais modernex (“produção up-to-date”, como diria Diego Maia), mas também tem umas bobagem tipo “Bad Dance” que meu Deus, pop-rock do mais tontinho. No geral então sei lá, dá pra aproveitar umas 2 ou 3 se estiver muito interessado.

Rosalía & Ozuna - “Yo x Ti, Tu x Mi”
Essa aqui já é reggaeton bem reggaeton, bem padrãozão mesmo, zero novidades. Aí vai de você e seu apreço pelo reggaeton. Eu tô um pouquinho cansado já desses esquema.

Charli XCX - “Cross You Out”

Chaaaaaaaaaaaaaaaato. Caraio que som chato. Que baladinha pop-EDM mais fraquinha. Isso que tá o A.G. Cook envolvido na produção. Ae galera, vamo começar a se coçar e fazer algo menos basicão aí. Larga de ter medo.

Siga a VICE Brasil no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.